A avaliação de SEO pode ajudar a crescer sua empresa – saiba como fazer

Os sites com melhor posicionamento no Google são aqueles que melhor aplicam e se aproveitam das ferramentas de avaliação de SEO. E todos sabemos que esse rankeamento é importante para atrair leads e criar mais engajamento entre os clientes e a marca.

Portanto, a avaliação de SEO tem um papel fundamental para garantir o melhor posicionamento do seu site e crescimento da sua empresa. Neste artigo, confira algumas dicas da RedaWeb para fazer uma avaliação de SEO completa e eficiente.

Por que fazer a avaliação de SEO?

De forma geral, as ferramentas de SEO ajudam a impulsionar o site de sua empresa no posicionamento do Google, o site mais acessado em todo o globo. O marketing de conteúdo é usado para criar conteúdos relevantes que destaquem sua empresa em meio a tantas outras do mesmo segmento. 

Unindo o marketing de conteúdo com estratégias de SEO, pode-se alavancar a área de postagens de seu site e atrair mais clientes que se interessem por seus serviços e/ou produtos através de tráfego orgânico.

A avaliação de SEO permite ter uma visão geral a respeito do que está, de fato, influenciando o rankeamento da página nos principais mecanismos de busca. A tecnologia dos algoritmos evolui constantemente mas, hoje em dia, priorizam especialmente a relevância e a usabilidade de uma página.

Avaliação de SEO e fatores de rankeamento

Antes de tudo, existem diversas táticas de SEO que podem ajudar a aumentar a visibilidade do seu site. Contudo, alguns passos permanecem relevantes mesmo com a atualização dos algoritmos e googlebots.

Ao fazer a análise e avaliação de um site, é importante buscar pelo máximo de otimização para atingir um quality score positivo no rankeamento do Google. 

Alguns dos fatores de rankeamento são:

  • Autoridade de domínio
  • Relevância
  • Conteúdo original e contínuo
  • Otimização de imagens e vídeos
  • Uso de palavras-chave e tag title
  • Design responsivo
  • Tempo de carregamento/velocidade
  • Usabilidade

Para uma avaliação de SEO completa, você deve passar por, pelo menos, todos os itens descritos acima. Claro, existem outros fatores (mais de 200, segundo o próprio Google!) e é importante pesquisar a respeito deles.

Como fazer uma avaliação de SEO eficiente?

Ademais, uma avaliação de SEO completa e eficiente deve levar em conta tanto fatores back-end, como hospedagem e indexação, quanto os fatores front-end, como qualidade do conteúdo e uso de palavras-chave.

A prática do SEO on-page é justamente a otimização das páginas da internet para que melhor atendam aos requisitos dos motores de busca. Confira algumas dessas práticas para avaliação de SEO:

1. Análise das palavras-chaves

Quanto à relevância e originalidade do conteúdo, é simples de entender. Páginas com textos copiados de outros links não terão a mesma efetividade de um texto autoral. A utilização correta de palavras-chave também é essencial, pois são as palavras capazes de resumir, de forma eficiente, sobre o que trata o texto.

Assim, é importante fazer uma pesquisa de campo e verificar quais palavras-chave a concorrência está utilizando, além de buscar no Google Trends as palavras mais usadas em seu segmento no momento atual. Com as palavras-chaves corretas, os googlebots podem encontrar e indexar a página mais facilmente.

2. Title tag

A title tag é um elemento essencial que especifica o título de uma página. A title tag deve ter um tamanho de até 600px de acordo com o Google, para não sofrer a redução automática e cortar palavras importantes. Em termos práticos, o recomendado é que não ultrapasse os 60 caracteres.

Ademais, é fundamental inserir a palavra-chave principal o quanto antes no título. Dessa forma, o algoritmo irá encontrar seu site mais rápido. Por exemplo, quando alguém digita “marketing digital” no buscador, os primeiros sites a aparecerem (excluindo os anúncios) são aqueles com essas palavras no título.

Como o título é um dos elementos que são considerados pelo Google, na hora de fazer sua avaliação de SEO, lembre-se sempre de checar se sua title tag cumpre a função de ser relevante e otimizada.

3. Meta description otimizada

Verificar a meta descrição é igualmente importante, porque é esse texto que aparece logo abaixo do título quando a página é exibida nas buscas do Google. Basicamente, é um resumo do que o usuário irá encontrar ao acessar aquela página.

O redator de conteúdo deve sempre escrever um texto pensando na qualidade e persuasão do material. Usar as técnicas de copywriting é importante para ajudar a persuadir o leitor (e o algoritmo) a acessar sua página.

Para uma meta descrição eficiente, que convença o usuário a acessar a página, é importante mostrar a relevância do conteúdo. Esse texto não deve ser longo, com excessiva pontuação ou caracteres especiais. De forma geral, a média deve ser de 160 a 200 caracteres e, sempre que possível, utilizar a palavra-chave. Lembre-se de criar um texto conciso, mas que transmita a relevância do seu conteúdo.

4. URL amigável

Na avaliação de SEO, também é preciso pensar a respeito da URL da página. Assim como a title tag, a URL deve ser precisa e relevante.

Para facilitar a indexação pelo Google, evite o uso de caracteres especiais, acentuação e pontuação. Na URL, você pode substituir o “ç” por “c”, por exemplo, e não usar ponto de interrogação mesmo que o título seja uma pergunta.

Além disso, para a avaliação de SEO mais completa, verifique se sua página possui o atributo HTPPS, que indica a maior segurança do site e aumenta as chances de um bom posicionamento.

5. Links internos e externos

Existem dois tipos de links que você pode adicionar no texto para uma boa avaliação de SEO: os internos e externos. Os links internos levam o usuário a outras páginas dentro do seu próprio site, enquanto os links externos o encaminham para outros sites com domínio diferente.

Os links internos devem ser usados especialmente nas Landing Pages, mostrando uma hierarquia de informações clara para que o usuário navegue entre diferentes páginas de seu site. Eles servem para manter o usuário no seu domínio de forma que ele continue navegando por diversas páginas de seu blog.

Já os links externos podem ser usados dentro de posts específicos. Sua empresa pode fazer parcerias com outros sites e trocar linkagens, por exemplo. De qualquer forma, o que é mais importante é se certificar de que o conteúdo do link é de qualidade e relevante para o assunto tratado em sua postagem. O Google considera criar external links uma prática bem vista, já que dissemina mais informações aos usuários.

6. Heading tags

As heading tags são outra forma de hierarquizar os conteúdos de forma prática. Utilizando-as você pode otimizar sua página de forma simples. Para facilitar, você pode pensar nas heading tags de forma progressiva, por exemplo:

  • h1: o título principal, utilizado apenas uma vez na página
  • h2: subtítulos, ou intertítulos primários 
  • h3: intertítulos secundários
  • h4: highlights do texto

Novamente, é importante utilizar as palavras-chaves nas heading tags como um fator de rankeamento. Priorize a palavra-chave principal no h1 e nos h2, que são os títulos principais e mais visíveis. 

7. Atributo alt nas imagens

Por fim, enfatizamos a importância do atributo alt, responsável por atribuir texto às imagens vinculadas a sua página. O Google já se manifestou oficialmente a respeito, afirmando que os crawlers leem e usam esse texto para saber do que se trata a imagem. Além disso, é uma ferramenta de acessibilidade para deficientes visuais ou caso a página esteja sendo visualizada por um leitor de tela.

De todo modo, a avaliação de SEO é uma etapa fundamental para otimizar o site de sua empresa e ajudá-la a crescer de forma saudável e consistente.

Quer saber mais? Entre no site da RedaWeb ou fale com um de nossos consultores através do telefone 0800 750 5564 e assine um plano de conteúdo para sua loja!