Aprenda a calcular a produtividade do seu marketing de conteúdo

Uma das maiores vantagens do marketing moderno é a possibilidade de medir os resultados de forma muito simples e rápida. As ferramentas que já existem dentro dos softwares, permitem acompanhar os resultados de praticamente todas as ações. Então, confira como usar as métricas para medir a produtividade do marketing de conteúdo.


O que são os KPIs?

Para entender a produtividade do seu conteúdo, os KPIs são o conceito mais importante. A sigla que significa Key Performance Indicators, ou Indicadores Chave de Performance, reúne diversas métricas que são usadas para medir o desempenho do seu marketing de conteúdo, tanto em relação à produtividade como aos resultados.

Evidentemente, é um conceito essencial, pois ajuda as empresas e profissionais a medirem a sua performance, de modo a promover correções sempre que a mesma estiver abaixo do esperado. O mercado digital, por conta da facilidade de medir os resultados, torna esta ferramenta não somente importante, mas simples de usar.


Como usar os KPIs para medir produtividade?

Existem diversas métricas que podem ser usadas para medir a efetividade da produção de conteúdo. As palavras por hora, por exemplo, são importantes por conta do processo de monetização.

Quase todo o conteúdo é cobrado de acordo com o volume de palavras escritas, portanto, entender a quantidade de palavras produzidas na revisão ou na redação é importante para os profissionais que trabalham com isso.

Mas, isso é útil também para a sua equipe interna, caso a própria empresa produza o conteúdo. Ao empregar este KPI, você tem uma noção de quanto dinheiro está sendo produzido por hora, ao comparar com o que é cobrado no mercado.

Outra métrica essencial é “emprestada” do setor de logística. Conhecida como OTIF (On Time and In Full), essa é uma métrica que mede o número de pedidos que é entregue no prazo e de acordo com o que o cliente pediu. Ou seja, no marketing de conteúdo, é o número de pedidos que foram entregues dentro do prazo e sem nenhuma correção. Para ter este valor em taxa, basta dividir estes pedidos pelo número total.

O retrabalho é um dos maiores inimigos da produção de conteúdo, portanto. As peças que são entregues dentro do prazo e sem correções devem ser celebradas. Por isso, a taxa de retrabalho também é uma métrica de produtividade interessante, que ajuda a entender o quanto do seu tempo é passado fazendo atividades que já foram feitas. É uma métrica também essencial.

Ou seja, de um modo geral, as métricas de produtividade buscam produzir um alto volume de palavras, em pouco tempo e com uma baixa taxa de retorno. Assim, você consegue medir bem como é a produtividade do seu marketing de conteúdo.


Os principais KPIs de performance

Enquanto é importante saber como o conteúdo é produzido, é essencial medir também o seu desempenho. Afinal, não adianta produzir muito conteúdo, bem rápido, se os mesmos não dão resultado. Por isso, de mãos dadas com as métricas de produtividade existem as métricas de performance.

Neste caso, você tem uma métrica importante que é o número de visitantes únicos, ou seja, o volume de pessoas que acessou o seu conteúdo. É uma métrica retornada pelas próprias ferramentas e que ajuda a entender o seu alcance.

As métricas de engajamento também são importantes. O tempo de permanência, por exemplo, é um bom indicador de qualidade. Se o público acessa o seu site e imediatamente sai, isso não é um sinal muito bom. Ele precisa interagir com o seu conteúdo, por um mínimo de tempo.

Os mapas de calor também são interessantíssimos e ajudam a visualizar os pontos da página que mais causam interesse no público. Pode ser uma métrica essencial para você posicionar melhor o seu CTA e os seus outros botões.

Mas, as métricas mais importantes são em relação à conversão e ao quanto este investimento retorna para a sua empresa. O volume de leads por post é uma boa métrica de conversão que ajuda a entender o quanto este conteúdo está trazendo de potenciais clientes.

O ROI, Retorno Sobre Investimento é uma das métricas mais importantes, pois traz o retorno financeiro das suas ações de marketing de conteúdo. O resultado é um valor percentual que indica o quanto de retorno cada ação traz para a sua empresa.

É uma métrica usada quase que universalmente, pois a maioria das ações de marketing tem o objetivo de trazer retorno financeiro para as empresas. Portanto, é uma das melhores formas de calcular a produtividade.


Os cuidados com os KPIs

Porém, é preciso tomar um certo cuidado com os KPIs. É verdade que os números não mentem, mas dependem de um certo contexto. Portanto, o que pode acontecer de pior para a sua estratégia é usar os indicadores errados e achar que a ação está tendo resultado, quando este não é o caso.

O ROI é um bom exemplo. É uma medida de retorno financeiro, muito útil, mas o que acontece se este não é objetivo principal da sua campanha de marketing de conteúdo? O objetivo pode ser gerar brand awareness ou reforçar a marca. Neste caso, o retorno de investimento é uma métrica dificílima de calcular, quase impossível, pois não existe um retorno financeiro claro.

O volume de visitantes únicos, o tempo de permanência na página e outras métricas de engajamento e acesso são mais importantes neste caso, pois é isso que se busca medir.

De um modo geral, a escolha e construção dos KPIs segue um caminho lógico bem simples:

  1. Defina os objetivos da campanha de marketing de conteúdo: em primeiro lugar, é preciso definir o seu objetivo maior. Ou seja, o que você quer fazer? Por exemplo: quero que a minha marca seja mais conhecida;
  2. Entenda as melhores estratégias para chegar lá: em seguida, você elabora a estratégia para chegar no objetivo. No exemplo, você pode elaborar conteúdos que sejam interessantes para o público, de modo a atrair visitantes e interações;
  3. Estabeleça o plano tático: agora é o momento de ser mais específico nas ações. Por exemplo, serão produzidos 5 textos por mês, publicados com um intervalo de uma semana;
  4. Encontre os KPIs para medir os resultados: uma vez que isso seja definido, aí sim você entra nos KPIs importantes para os 3 pontos acima.

Escolher os KPIs errados pode fazer você seguir para um rumo que não é necessariamente o ideal para a sua empresa. Por outro lado, é fundamental conhecê-los, pois você pode saber exatamente como está a produtividade das suas campanhas de marketing de conteúdo. Assim, você pode medir se está de acordo com o plano, tanto do ponto de vista da produtividade, quanto da qualidade e dos resultados.

Uma das grandes facilidades do marketing de conteúdo é a objetividade em calcular ou encontrar estes resultados. Quer ver como funciona na prática? Então, acesse o site da RedaWeb para saber mais ou entre em contato pelo telefone 0800 750 5564 para contratar um plano de produção de conteúdo!