Automação de marketing - Como criar e configurar uma automação eficiente

Quando você está começando um negócio ou oferecendo um serviço, ter tempo e dinheiro reservados para sua estratégia de marketing é fundamental para o crescimento do seu negócio.

Mas se engana quem pensa que, depois de estabilizada no mercado, sua empresa pode reduzir os esforços com marketing. Pelo contrário, são cada vez mais clientes precisando reforçar a fidelização e futuros clientes precisando de encantamento. No entanto, quanto maior é o número de pessoas para lidar, mais inviável fica para fazer tudo a mão - tanto as estratégias de atração quanto as técnicas de mensuração de resultado. 

Então, chega uma hora que a automação de marketing se torna imprescindível. Mas, o que é isso? Nada mais é do que usar softwares e ferramentas para otimizar, facilitar e automatizar funções de marketing que antes eram feitas manualmente por algum profissional. Dessa maneira, o profissional destinará um pouco do seu tempo a conhecer e dominar o software escolhido e programá-lo com suas campanhas. Depois é só acompanhar e mensurar os resultados.

Mas, qual é a rotina da equipe de marketing e qual a necessidade da automação?

Em empresas que oferecem produtos ou serviços, o dia a dia da equipe de marketing é similar. Em resumo, a equipe:

  • Publica conteúdo no blog ou no site da empresa para gerar visitas;
  • Esses conteúdos são divulgados nas redes sociais da empresa e impulsionados para um público-alvo determinado;
  • Ainda dentro dos blogs ou sites, cria newsletters ou anexa planilha e e-books para que os clientes tenham acesso ao fornecer o e-mail e informações como nome, telefone e interesse no produto ou serviço;
  • Analisa essas respostas e encaminha para a equipe de vendas os clientes que se encaixam dentro do perfil;
  • Nutre com materiais ricos os potenciais clientes que ainda não estão prontos para a compra;
  • Por fim, mensura os resultados e avalia com a equipe de vendas se os clientes selecionados são os ideais.

Então já deu para perceber que a equipe de marketing movimenta toda a empresa e, ao automatizar algumas dessas funções, sobra tempo para pensar e desenvolver melhores campanhas, analisar e refazer personas e mensurar e ajustar os resultados no geral.

Mas, como criar e configurar uma automação para que ela seja eficiente e ajude, realmente, a equipe de marketing?

Aqui vão algumas dicas para te ajudar nesse processo.

1. Definir estratégias e métricas

A estratégia de marketing de uma empresa com uma base de 5.000 clientes é diferente da de uma empresa com 50.000 na base. Logo, não adianta fazer a mesma coisa e esperar os mesmos resultados. Você precisa ter em mente sua realidade e sua situação em médio prazo. 

Sua campanha precisa ter objetivos claros e mensuráveis, sua persona precisa ser bem definida e os conteúdos (blog posts, webinars, e-books, podcasts, vídeos, etc.) também.

Depois, você precisa ter em mente quais são os resultados mais importantes para sua empresa naquele momento. Não adianta observar tudo o que a campanha gerou sem um olhar crítico e sem metas. Se você está começando, talvez sua meta seja aumentar o fluxo de visitas no site, depois aumentar o número de clientes qualificados e assim por diante.

Não ache que só porque você terá um software te ajudando o sucesso já está garantido.

2. Pesquise bem e escolha o software/ferramenta ideal

Como dissemos no item acima, não adianta usar a mesma estratégia em empresas com tamanhos diferentes. O mesmo se aplica na escolha da ferramenta de automação de marketing.

Algumas ferramentas têm processos complexos e preços que variam de acordo com o tamanho da empresa. Então, o ideal é que você pesquise bem, veja os feedbacks de quem usa, teste mais de uma e escolha a ideal. 

Analise se as funcionalidades atendem às necessidades da sua equipe de marketing, se a ferramenta é customizável e personalizável, se ela é intuitiva e fácil de usar e se realiza integração com outras ferramentas (como e-mail e redes sociais). É fundamental que ela forneça todos os relatórios que você precisa, além, é claro, de treinamento e suporte técnico.

3. Crie um formulário de qualificação

Depois de traçar uma estratégia e escolher a ferramenta, chegou a hora de configurar a sua automação de marketing. 

Não importa qual será seu conteúdo, mas sua ferramenta precisa te dar a opção de Call To Action (CTA), ou seja, de fazer um convite para uma ação que nesse caso será fornecer informações. Mas, como escolher quais informações você quer? Essa é uma configuração super importante. 

3 perguntas são fundamentais: nome, telefone e e-mail. Depois, para não ficar cansativo e fazer com que o cliente abandone a página, coloque mais duas perguntas com opções de múltipla escolha que se encaixem dentro da sua persona ideal.

4. Configure as interações com o cliente

Como falamos mais acima, nem sempre o cliente ideal chegará pronto para a compra. Às vezes ele precisa ser nutrido com mais informações sobre o seu negócio. Então, a interação com os variados momentos dos seus clientes não pode ser a mesma.

Use as funcionalidades da ferramenta a seu favor. Por exemplo, configure para que os clientes menos propensos a comprar recebam e-mails semanais com conteúdo da sua empresa e os mais propensos recebam ligações da sua equipe de vendas. 

O formulário de qualificação vai segmentar esses clientes na sua base e o importante é criar uma interação diferente e correta para cada um deles. É importante que essas interações façam sentido entre si porque, uma vez preparado, o cliente vai avançar de etapa e receber um conteúdo diferente que precisa ser um aprofundamento do anterior.

5.  Analise seu desempenho e sempre considere melhorias

A segunda maior vantagem da automação de marketing, depois de otimizar os processos, é o fornecimento de dados, gráficos e relatórios. Geralmente eles são diários, mas você pode configurar para que sejam semanais e enviados para o e-mail da equipe de marketing.

Grande parte da eficiência da automação está na análise criteriosa dos dados. Ao observar resultados que não sejam satisfatórios, volte nas etapas anteriores, reconsidere processos e faça ajustes até alcançar o cenário ideal. Não hesite também em usar o suporte técnico da sua ferramenta para conversar sobre desempenho, resultados e, juntos, pensarem na melhor forma de aproveitar a ferramenta.

Com essas dicas você está pronto para criar e configurar sua automação de marketing, e ser muito mais eficiente na hora de encantar pessoas e convertê-las em clientes. E como falamos lá no começo, ter um bom conteúdo é uma parte importante do processo. 

Para isso, você pode contar com a RedaWeb. Acesse já nosso site ou ligue no telefone 0800 750 5564 para assinar um plano de produção de conteúdo.