Com dificuldades em organizar o seu site? Saiba como um inventário de conteúdo pode te ajudar

Ter conteúdos atrativos bem escritos e criativos é fundamental para a estratégia do negócio. Manter uma frequência de postagens no site, com bons temas e abordagens inovadoras, ajuda a chamar a atenção dos leitores, mantendo a audiência do seu público-alvo.

Estas informações, no entanto, precisam estar bem organizadas. Descubra como um inventário de conteúdo pode ajudar no planejamento e no controle de suas ações de marketing, trazendo bons resultados.

O ideal é fazer um histórico dos materiais produzidos desde a criação do site, mas se você não conseguiu, não se desespere! Dedicar algumas horas para a organização das informações será importantíssimo para a sua estratégia de marketing.

Mesmo que o projeto seja antigo, é possível resgatar estes dados. A tarefa pode parecer metódica, mas facilitará a produção de conteúdos. Você ganhará tempo depois, garantindo a qualidade e a melhoria dos seus processos.  

Como o inventário de conteúdo funciona?

Um inventário reúne na totalidade os dados presentes no website. Esta amostragem quantitativa aponta os seus ativos de conteúdo, sejam eles de caráter interno ou externo. Incluem todos os tipos (informativos e promocionais, entre outros) e formatos (texto, fotos, vídeos e áudios).

O primeiro passo é definir quais são os objetivos deste levantamento. Podem-se revisar conteúdos do blog, das áreas de notícias, produtos ou serviços, publicações educativas, landing pages, entre outras.

Com o propósito determinado, faça uma lista prévia das áreas do site que serão revisadas, tendo uma ideia da extensão e do tempo que este trabalho demandará, além do que se pretende alcançar.

Depois, escolha quais dados pretende coletar. Esta definição varia de acordo com os seus objetivos, do que você precisa e os conteúdos disponíveis em cada página. Entre as opções, sugere-se incluir:

  • A URL de cada local e mudanças existentes no endereço, quando necessário;
  • Extensão de páginas ou arquivos;
  • Metadados, como títulos e descrições;
  • Tamanho de documentos;
  • Áudios, vídeos, fotos e documentos por página da web;
  • Número de palavras;
  • Análises de page views, taxa de saída e bounces, entre outras;
  • Textos, títulos e palavras-chave;
  • Categorias e tags;
  • Cronograma de criação, revisão e publicação;
  • Responsáveis por conteúdos e atualizações.

Prepare uma planilha para inserir as informações elencadas, com seus respectivos links. Detalhe todo o material disponível, para que o conteúdo do inventário possa ser visualizado facilmente depois.

Gestão do conteúdo

A organização destes materiais também depende de uma hierarquização, partindo do que existe em cada página. Separe o tipo de informação veiculada, indicando quem a produziu e quando, entre outros dados pertinentes. 

Posteriormente, este levantamento ajudará na gestão do conteúdo, possibilitando uma análise da estrutura do site e de todas as temáticas apresentadas.

A verificação desses dados continuamente poderá trazer melhorias tanto para a navegação das páginas quanto para uma possível reorganização de seções. A partir do inventário de conteúdo, pode-se descobrir uma melhor forma de distribuir suas informações na web.

O conhecimento gerado também possibilita que sejam feitos ajustes na estratégia de marketing de conteúdo, potencializando suas ações para que os resultados sejam alcançados. Verifique sempre se os temas trabalhados seguem atendendo às necessidades do seu público, propondo atualizações e novos assuntos.

Controle de dados

Em um projeto novo ou site antigo, a base de dados cresce de acordo com o volume de postagens. O inventário de conteúdo ajuda no controle global de textos, imagens e vídeos à medida que o conteúdo aumenta. 

A realização deste mapeamento traz diversos benefícios:

  • Maior organização de dados;
  • Eliminação de conteúdos duplicados; 
  • Sistematização dos processos;
  • Facilidade em pesquisar informações;
  • Melhor planejamento da base informativa;
  • Ajustes em estratégias de marketing, entre outros.

O uso de inteligência artificial, por meio de plataformas analíticas, pode facilitar o trabalho de pesquisa e conferência de dados. Aplicativos, com base em dados do sistema, ou seja, informações para indexação de páginas nos motores de busca ajudam a apontar as seções e temas de maior audiência.

Auditoria de conteúdo

O inventário de conteúdo também pode servir de base para uma auditoria de conteúdo. Nesta ação é feita a análise qualitativa das informações coletadas na etapa anterior.

Essencialmente, o inventário elenca o conteúdo que você tem e na auditoria é possível se aprofundar neles em termos editoriais e analíticos, para saber os motivos pelos quais eles são trabalhados.

A partir daí, verifica-se se os objetivos dos clientes estão sendo alcançados e os motivos para essas metas não serem alcançadas. Este estudo mostra quais conteúdos engajam mais determinada marca e fazem os leitores comprarem dela e os motivos pelos quais eles são fidelizados.

Além disso, pode-se apontar quais os pontos fortes e os fracos presentes nos materiais. Com base nessas informações, a tomada de decisões é aperfeiçoada, trazendo subsídios para os ajustes necessários na estratégia. 

Análise de métricas

Feitos o inventário e a auditoria de conteúdo, chega a hora de acompanhar a performance das postagens no site. Por meio do acompanhamento de suas métricas é possível identificar problemas nas entregas dos materiais e melhorá-las.

Estes dados também ajudam a entender as personas, ou seja, identificar os perfis fictícios dos clientes ideais de cada negócio. A partir dos históricos de desempenho, é possível constatar conteúdos que precisam ser alterados ou removidos do site.

A gestão de conteúdo faz uso dos dados coletados no inventário para sistematizar as ações das próximas estratégias de marketing. Nesta análise serão determinados os tipos de conteúdo ideais para cada etapa do funil, garantindo mais leads qualificados (pessoas interessadas no produto ou serviço da empresa). 

Também é possível saber quais informações devem ser dadas sobre determinado tema. A partir desta base quantitativa e qualitativa, podem-se apresentar bons conteúdos em um site bem estruturado. 

Repita a experiência

Manter atualizado o seu inventário ajuda na definição de estratégicas de longa data. O responsável pelos materiais do site deve fazer auditorias de conteúdo também periodicamente.

O mundo digital está em constante transformação, por isso, esteja atento aos cenários e às inovações, para buscar novas formas de atingir seu público com excelência. Sempre que possível, inclua outras pessoas no processo de auditoria para que surjam novos insights e haja visões mais amplas sobre os conteúdos.

Do inventário e da auditoria devem partir planos táticos para potencializar o marketing de conteúdo e a resolução dos problemas descobertos. Muitas vezes, será mais fácil aproveitar ou melhorar materiais existentes do que partir do zero.

Promova a melhoria do seu site, adaptando os conteúdos às necessidades do seu público-alvo. Assim, será possível alcançar maior alcance orgânico e taxas de conversão.

Quer potencializar os resultados? A RedaWeb pode te ajudar! Acesse nosso site ou ligue para 0800 750 5564, caso queira assinar um plano de produção de conteúdo.