Como o Adwords pode ajudar na sua campanha em vídeo

O Google Ads, conhecido anteriormente como Adwords, é uma das ferramentas mais poderosas que o profissional de marketing tem à sua disposição. Combinando o alcance natural do Google com as suas ferramentas, o resultado é uma forma de aumentar o impacto da sua marca nos usuários. Portanto, confira como o Google Ads pode ajudar na sua campanha de vídeo.

O que é preciso para criar uma campanha de vídeo?

Primeiramente, para criar a campanha, é preciso que o vídeo esteja hospedado no YouTube, que também faz parte da família Google. Uma das maiores vantagens deste tipo de campanha é que ela ainda não é tão popular quanto o Google Ads mais geral, significando um custo por palavra bem menor. Por isso, é preciso aproveitar esta oportunidade.

Este tipo de campanha funciona exatamente da mesma foram que as campanhas tradicionais. Os usuários verão os vídeos produzidos de acordo com a palavra-chave pesquisada, seja em uma pesquisa diretamente no YouTube, ou na rede de display do Google. 

Uma vantagem deste tipo de campanha é que é possível segmentar com um pouco mais de precisão, de modo a ter mais controle sobre a audiência. Isso faz sentido em razão do custo de produzir um vídeo em comparação a uma campanha mais simples.

O sistema Google TrueView

Antes de entender um pouco mais sobre como fazer campanhas de vídeo com o Google Ads, é preciso deixar claro o que é o Google TrueView. Este sistema é bem interessante, pois o Google garante que o pagamento só é feito se o usuário escolher ver o seu conteúdo.

Basicamente, com este sistema, o usuário escolhe quais vídeos ele quer ver. É uma vitória para os 3 lados. Para o anunciante, o conteúdo é mostrado apenas para aqueles que têm interesse, resultando em uma campanha mais eficiente e com um preço mais competitivo.

Para o usuário, a sua experiência de navegação é melhor, visto que ele não é bombardeado com anúncios que não tem interesse. Além disso, a própria plataforma do Google se torna mais confiável, para o usuário e para os anunciantes.

Dentro do TrueView, existem 3 formatos em que os vídeos são oferecidos: o in-stream, in-search e in-display. Cada um deles funciona um pouco diferente, o que significa que é preciso entendê-los para explorar melhor suas características.

O in-stream, provavelmente, é o mais conhecido. É aquele que aparece no início ou no fim dos vídeos dos parceiros, normalmente com duração de 30 segundos. Os usuários têm a opção de pular o vídeo em até 5 segundos e o valor só é cobrado se ele ficar até o final.

Já o in-search funciona muito semelhante ao Google Ads mais geral. Os vídeos aparecem na pesquisa do usuário, e o anunciante só paga se ele clicar.

Por fim, o in-display usa a rede de display do YouTube. Ela fica do lado direito da tela, enquanto outro vídeo está sendo visto pelo usuário. Assim como o anterior, só é cobrado se o usuário de fato clicar no vídeo.

Como usar bem o Google Ads para as campanhas de vídeo?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre cada modelo de vídeo, fica mais fácil entender como usar o Google Ads para campanhas de vídeo. Primeiramente, é preciso garantir que a sua audiência de fato tem interesse em vídeos. É muito provável que a resposta seja sim, visto que todo mundo vê muitos vídeos hoje em dia, mas antes de investir nessa opção é preciso fazer um estudo mais aprofundado.

Além disso, os vídeos podem ter um click-through um pouco mais baixo do que o esperado. Existem muitos possíveis motivos para isso, e o desafio é entender quais são os mais prováveis. 

Por exemplo, a segmentação pode não estar bem-feita ou o formato pode ser mal escolhido. O vídeo in-stream apresenta o risco do usuário simplesmente deixar o anúncio rodar mesmo se não tiver interesse. Portanto, vamos ver algumas dicas para evitar que isso ocorra.

As principais dicas do Google Ads em campanhas de vídeo

Para começar, seu objetivo é ter o vídeo mais curto possível. Com tanta competição na rede, o tempo do usuário é bem valioso, por isso, os vídeos mais curtos tendem a ter um desempenho melhor. Então, tente manter o vídeo curto, a não ser em certos casos.

Outra dica importante é sempre trazer valor ao usuário. Isso pode “quebrar” a dica anterior. Se você estiver fazendo um vídeo tutorial, ou algo parecido, garanta que o seu usuário receba toda informação que precisa não importa quanto tempo leve.

Em relação mais especificamente ao Google Ads, é fundamental ter as palavras-chave adequadas. Todo o objetivo destas campanhas é segmentar o máximo possível os seus anúncios para que você possa encontrar a pessoa certa.

A maneira de ser mais relevante nas palavras-chave é criar vídeos específicos para cada grupo. Assim, você garante como responder o problema do usuário.

Por exemplo, uma empresa de advocacia pode ter dois tipos de produto, uma consultoria de imposto de renda para pessoas físicas e cursos para advogados que querem se especializar. O ideal é criar anúncios com as palavras-chave para cada tipo de usuário.

De modo geral, é importante escolher palavras-chave mais específicas, além de negativar certas palavras para que você não alcance o usuário errado.

Outra boa dica é ter muito cuidado ao escolher os parceiros para anunciar os vídeos e os formatos mostrados acima. Você precisa entender que o parceiro tem uma conexão com a sua audiência, com mais chances de ele ser visto e, principalmente, clicado.

Por fim, é importante fazer testes com os anúncios. A graça do Google Ads é que você pode fazer vários testes e acompanhar seus resultados com facilidade. Crie um anúncio e deixe o seu vídeo rodar por pelo menos uma semana. Assim, você tem um tempo para deixar o algoritmo do Google trabalhar e entender realmente como ele pode alcançar a sua audiência.

Você pode fazer testes específicos em relação ao título, a discrição, a imagem do thumbnail e diversos elementos do vídeo. Outro tipo de teste é em relação aos canais e às palavras-chave. Assim, você baseia a sua estratégia de anúncios em dados mais concretos.

Por fim, uma última boa dica é pensar para onde o seu vídeo levará o usuário. Neste momento, uma landing page pode fazer uma grande diferença.

Os vídeos chegaram para ficar. Grande parte do tráfego da internet atual já é usada para fazer a transmissão deste tipo de conteúdo, o que significa que é uma forma de alcançar o seu potencial cliente. E com as dicas do Google Ads para campanhas de vídeo, você consegue usar ainda melhor esta ferramenta tão poderosa.

O que você achou das dicas? Quer conhecer mais? Então fique atento aos outros artigos do blog da RedaWeb para ficar por dentro de todas as novidades e otimizar suas campanhas de marketing. Ligue para 0800 750 5564 caso queira assinar um plano de produção de conteúdo.