Blog Confira as razões para contratar conteúdo

Confira as razões para contratar conteúdo

mulher feliz em frente ao computador

O marketing de conteúdo é a principal e mais importante estratégia adotada por empresas que desejam conquistar um posicionamento relevante na internet.


Afinal, praticamente todas as outras estratégias possuem um pouco de conteúdo em si. O SEO, precisa dele para veicular palavras-chave, as redes sociais demandam para engajar a audiência, e até mesmo os anúncios pagos exigem uma página que converta o cliente no momento em que chega a ela.


Porém, em todas essas situações, e mesmo quando ele é feito sem outras estratégias, é fundamental que informe e que seja cativante para que o leitor chegue até o final e desenvolva algum nível de desejo em relação ao autor, no caso uma marca ou um negócio.


Criar conteúdos no ritmo necessário e com a qualidade exigida, pode ser uma tarefa complicada mesmo para os marqueteiros profissionais, o que reduz a produtividade no final das contas.


Com isso em mente, criamos um conteúdo exclusivo onde listamos razões para contratar conteúdo. Confira!


Afinal, o que é criar conteúdo?

A produção de conteúdo é a ação que uma pessoa desempenha ao desenvolver um material exclusivo que transmite alguma mensagem.


Essa mensagem depende do público-alvo, da maneira como será entregue e até mesmo do que a empresa ou pessoa deseja transmitir de alguma forma, afinal, nem todos os conteúdos funcionam bem em todos os formatos. Os formatos mais utilizados são:


  • Ebooks;
  • Infográfico;
  • Blog post;
  • Postagens em redes sociais;
  • Vídeos;
  • Fotos;
  • Áudios, entre outros.


O que vai definir o melhor formato são as mesmas características que acabamos de mencionar. 


Afinal, de nada adianta pensar em um conceito poderoso e persuasivo, sem saber passar para o papel, ou em um momento no qual as pessoas não possuem um interesse real em consumir.


O processo de criar conteúdo engloba muito mais características do que a maioria das pessoas acredita, principalmente quando falamos em um contexto de marketing digital para empresas.


Da mesma maneira, existe uma grande diferença entre escrever um texto para blog e escrever um bom conteúdo. A principal característica de um bom material, e que é o mais difícil de ser atingido, é a de agregar valor ao leitor.


Isso significa entregar uma mensagem que o move a tomar uma atitude ou que o ensina a fazer algo relevante, em outras palavras, que soluciona o seu problema totalmente ou ao menos em partes.


O que faz um profissional de conteúdo?

De fato, qualquer pessoa pode criar conteúdo, afinal, essa é uma das premissas da democratização da internet.


No entanto, tenha em mente que se um dos maiores problemas da modernidade é o fluxo intenso de informações, nós somos os culpados por isso, pois mesmo usuários de redes sociais se tornaram peças importantes nesse mercado de marketing.


O profissional de conteúdo é alguém que traz um pouco de ordem para essa “bagunça”. Ele compreende aquilo que realmente é importante e significativo para uma determinada audiência.


Ou seja, ao contrário da crença comum, não é necessariamente a pessoa que escreve da maneira mais bonita ou agradável, e sim aquele que consegue satisfazer os anseios de um determinado recorte de pessoas que damos o nome de público-alvo.


Podemos definir algumas funções básicas de um produtor de conteúdo profissional. Ele conversa com o cliente, define a mensagem que deve ser passada com base nos desejos mais atuais do público-alvo dessa empresa. Paralelamente, é um conhecedor de marketing digital, de modo que a sua escrita não está baseada apenas em palavras, e sim em sensação que irá gerar no leitor, e na adequação às exigências dos algoritmos dos buscadores e das redes sociais.


Esse profissional, ainda, deve contar com um vasto repertório cultural, de modo que consiga transitar entre os mais diversos públicos e compreender o que cada um deles precisa para solucionar um desafio que está tirando o seu sono.


Paralelamente, um pré-requisito é conhecer a fundo as normas da língua portuguesa, tanto no sentido gramatical quanto estilístico, e explicamos o porquê.


A razão é que, cada público sendo diferente, ele precisa identificar palavras-chave que geram conexão com cada uma dessas pessoas.


Certamente o redator que cria uma peça publicitária para sites de contabilidade não deve usar a mesma linguagem que seria a mais indicada para uma casa noturna. E em ambos os casos, jamais sair da norma padrão. Concorda?


Por que contratar uma agência de conteúdo para seu negócio?


Se você já está há algum tempo no mercado, sabe o quanto a área de marketing toma tempo e exige cuidados muito específicos. Todo cuidado é pouco, principalmente quando falamos em comunicação.


No entanto, é normal que os líderes de pequenos negócios tomem essa função para si no começo, principalmente pelo orçamento apertado e até mesmo a falta de conhecimento aprofundado sobre o mundo dos negócios.


Porém, conforme crescem, passam a acumular outras funções, de modo que precisam de uma equipe mais especializada em cada área. E, precisamos ser francos, é caro manter uma equipe interna de marketing para gerar resultados consistentes.


Dessa forma, a terceirização de algumas funções é uma das melhores alternativas. Pense da seguinte maneira:


Se você tem dinheiro em caixa para contratar uma pessoa para o marketing, saiba que ela precisará ser polivalente, e na prática, ninguém é.


Uma pessoa que escreve muito bem pode até saber interpretar dados e criar estratégias, mas não tanto quanto um profissional de marketing inteligence. O contrário também é verdade.


Assim, a produção de conteúdo, que é o cerne de qualquer estratégia comunicacional, tende a ser deixada de lado.


A RedaWeb, por exemplo, é uma plataforma na qual a sua empresa pode contratar a produção de conteúdo pela fração do valor que desembolsar para ter na sua equipe um redator, mesmo que em meio período.


Além do mais, se a contratação ainda fosse a sua melhor alternativa, pense no treinamento necessário, no processo de recrutamento e seleção, além da necessidade de precisar revisar todos os materiais produzidos antes de serem publicados.


Uma agência de conteúdo se responsabiliza não apenas pela escrita de um bom post, mas também em relação à seleção de imagens, escolhas de palavras-chaves e até mesmo a identificação dos temas mais relevantes para o seu público-alvo.


Quando contratar uma agência de marketing de conteúdo?

Ao contratar uma agência de conteúdo para suprir essa demanda do seu negócio, na prática, o gestor está conquistando maior controle sobre o seu orçamento com publicidade.


Nesse mesmo sentido, tem acesso facilitado às ferramentas mais inovadoras do mercado e que orientam o redator a tomar as melhores decisões nos termos linguísticos para tornar a comunicação assertiva e personalizada para as suas necessidades.


De fato, o momento para contratar uma agência de conteúdo é aquele no qual o seu negócio deseja crescer e atingir resultados cada vez mais relevantes. Esse é, além de tudo, um princípio fundamental para a escala.


Pense que, se você está começando pequeno e acumulando funções, chegará um momento em que a empresa simplesmente fica estagnada, ou precisa desembolsar um valor alto para contratar alguém às pressas.


Se o negócio já está em um bom nível de maturidade mas pretende atingir novos patamares, será necessário aumentar a sua equipe. Com uma agência de conteúdo, você paga apenas pela produção, e não pelo colaborador em si.


Assim, se aumenta a demanda de maneira repentina e você está conseguindo gerar caixa, nem sentirá os impactos. Por outro lado, caso a marca perca presença no mercado por fenômenos adversos, basta solicitar uma redução no volume de materiais que a agência te ajudará a encontrar um equilíbrio.


O melhor momento para contratar uma agência de marketing de conteúdo, na verdade, é na hora em que você está precisando de um parceiro que possa impulsionar a sua estratégia de comunicação e torná-la mais profissional.


Lembre-se que, com o mercado cada vez mais especializado, todos os setores de todas as empresas precisam de colaboradores igualmente mais capacitados.


Se você não consegue, por falta de tempo ou recursos, treinar a sua equipe e reciclá-la para adaptar a estratégia, uma agência é a sua melhor alternativa.


Principais estratégias de conteúdo

Compreenda que o conteúdo por si só não resolve todos os problemas da sua equipe de marketing. Afinal, existem muitos tesouros escondidos em computadores que se perderam antes da publicação.


No entanto, é preciso contar com especialistas para criar esses materiais de alto impacto. Uma agência de conteúdo, inclusive, cria seus conteúdos com base nas mídias nas quais serão veiculados.


Os blog posts fazem parte da estratégia mais comum, e talvez uma das primeiras do chamado marketing digital. São textos curtos ou longos que agregam valor ao leitor de modo que ele se sente impelido a tomar uma atitude, seja compartilhar o material ou até mesmo entrar em contato com a empresa.


O SEO, ou Otimização Para Mecanismos de Busca, é uma consequência direta das postagens em blogs. Os buscadores se deram conta que precisam criar regras para entregar os melhores resultados de acordo com os termos de busca.


Portanto, essa estratégia diz respeito a pegar esses mesmos conteúdos crus e trabalhá-los de modo a se tornarem mais amigáveis aos algoritmos. São as palavras-chave, linkagem, pontuação de referência e autoridade, dentre inúmeros critérios que podem colocar o seu negócio no topo da lista de resultados, ou nas últimas páginas.


Um estilo de conteúdo, que também é considerado uma estratégia, são as postagens do tipo evergreen, que em tradução direta significa sempre verde.


São os materiais que, independente do momento em que são lidos, continuam atuais. Por exemplo, dicas de finanças pessoais, história das coisas ou tutoriais de estilo Do It Yourself.


Porém, não se engane: é preciso publicar conteúdos relevantes e que ajudem a sua audiência a se atualizar e compreender o que está acontecendo no mundo. Alguns exemplos, com base nos mesmos que demos anteriormente, são: explicações sobre a inflação, tendências para o ano ou passo a passo com produtos inovadores.


O segredo de estratégias campeãs é manter em mente três pilares: o seu cliente, a mensagem que a empresa quer passar, e o momento de entregá-la.


Quais são as vantagens de contratar uma agência de conteúdo?


Em primeiro lugar, é preciso compreender que o consumidor moderno busca soluções para os seus problemas diariamente, ao passo que pode levar dias para tomar uma decisão de fato.


Assim a criação de uma conexão é fundamental para converter um leitor ocasional em um cliente verdadeiro e engajado. As estratégias de conteúdo são fundamentais nesse sentido. No entanto, não podemos esquecer que o consumidor é exigente.


Ele quer conteúdo de qualidade e que agrega valor em cada contato, de preferência, acessando a sua página mais do que uma vez por semana.


Note que pesquisas conduzidas pela Microsoft apontam que a atenção do ser humano dura aproximadamente 8 segundos, portanto, você precisa estar presente o tempo todo para ser lembrado no momento da compra.


Uma agência de conteúdo reúne profissionais experientes e qualificados para dar conta desse volume de geração de conteúdo de qualidade, passando por inúmeros filtros e revisões ilimitadas para garantir a máxima adequação às necessidades da sua empresa e a satisfação dos desejos dos seus leitores.


Para que serve o marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma estratégia que dá origem a muitas outras. Da mesma maneira, é uma forma de entregar valor ao seu cliente por meio de textos, imagens e vídeos. Hoje, em um mundo cheio de distrações, quem consegue prender a atenção dos consumidores, sai na frente e gera resultados mais relevantes.


O ponto mais importante para quem ainda tem dúvidas sobre investir ou não nessa estratégia, é o fato de que os consumidores estão cada vez mais interessados em conhecer os bastidores das empresas.


Por meio de conteúdos, você não está apenas vendendo um produto ou serviço, mas também um conceito e o propósito pelo qual a sua empresa existe. Isso aproxima o público da marca e cria confiança, o que facilmente pode ser traduzido em vendas.


Nesse mesmo sentido, a sua empresa está ajudando a educar o mercado, e para o cliente, esse é o bem de maior valor. Compreenda que as pessoas desejam tomar decisões de modo cada vez mais consciente e autônomo.


Educar o mercado não significa necessariamente se posicionar como um guru ou um oráculo sobre todos os temas, e sim se colocar como uma referência para o seu público-alvo dentro do seu nicho de atuação.


Com a publicação periódica e consistente de materiais exclusivos e riscos, a percepção de profissionalismo tende a ser ampliada, contribuindo para o branding e para as estratégias de longo-prazo para o reconhecimento da empresa pelo mercado.


Da mesma forma, essa é a estratégia mais eficiente para fidelizar clientes. Compreenda que conquistar novas oportunidades de negócio é muito mais caro do que trabalhar com essas que já conhecem o seu negócio.


Imagine que você vende um produto inovador. A única maneira de garantir que o cliente tire o máximo proveito e recomende para outras pessoas, é criando conteúdos que o ajudam justamente nessa questão.


Assim, ele será o primeiro da fila quando um novo produto ou serviço for lançado.


Quais tipos de conteúdo podem ser utilizados?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o marketing de conteúdo não nasceu com o marketing digital. Ele é muito mais antigo, e de fato, se desenvolveu em paralelo com a indústria.


O primeiro caso comprovado e documentado é o do Guia Michelin, que é uma referência até hoje nos mais diversos segmentos. A marca de pneus, um dia, decidiu criar um roteiro com recomendações dos melhores restaurantes na Europa no seu caderno físico, e esse foi verdadeiramente um divisor de águas na história da empresa.


Afinal, as pessoas desejam se conectar com experiências, e não com marcas. Quando a Michelin recomenda os melhores locais para comer, essas pessoas passaram a associá-la com o local, e quando os seus pneus se desgastaram ao longo da viagem, advinha qual era a primeira marca a ser lembrada?


Até hoje o marketing de conteúdo funciona com base nessa filosofia, de que, se a marca ajuda o cliente, ele tende a retribuir comprando os seus produtos.


Não há limite para os tipos de conteúdos que podem ser utilizados em uma estratégia, desde que eles façam algum sentido para a construção de longo-prazo do negócio, assim como em relação às demandas mais imediatas.


Conforme citamos anteriormente, os blog posts são campeões na internet para a veiculação desse tipo de publicidade. No entanto, as redes sociais não ficam para trás, e ainda revelam novos comportamentos dos consumidores.


Os textos curtos e com frases simples possuem muito mais impacto do que um livro de mil páginas com todas as informações sobre um determinado assunto. Quanto mais prático é o seu material, melhores tendem a ser os resultados.


Saiba quanto custa produzir conteúdo

A produção de conteúdo, conforme você já deve ter notado, não é simples. Trata-se de um processo complexo que inclui inúmeras etapas e pontos de atenção que podem significar a diferença entre fazer sucesso na rede, ou ser um total fracasso.


O que mais importa no momento de produzir um conteúdo, na verdade, é a fase de planejamento. É como um médico que receita um tratamento. Se o diagnóstico for incorreto, o tratamento não surtirá nenhum efeito, ou poderá até mesmo agravar o quadro.


Por isso, as reuniões para elaboração de um briefing são tão importantes. Esse é o momento de definir a mensagem a ser passada, a linguagem que deve ser utilizada, assim como uma profunda investigação para compreender o público-alvo.


Em seguida, quando falamos no profissional propriamente dito, o seu preço depende da complexidade do assunto e da sua experiência no mercado. É natural, afinal, um assunto que leva dias para ser pesquisado para gerar um material rico, ocupa mais tempo desse profissional. Assim como, o seu tempo de experiência é proporcional ao investimento que precisou fazer para se capacitar como tal.


Por essa não ser uma profissão regulamentada, não exige formação específica. Da mesma forma, é muito difícil até mesmo estipular uma média de quanto cada texto custa para uma empresa.


Aqui na RedaWeb, fazemos questão de remunerar os nossos profissionais de modo justo, assim como garantir um uso eficiente dos recursos de nossos clientes.


O preço médio para um conteúdo de 500 palavras com sugestão de pauta, imagens profissionais, chamadas para redes sociais e revisões ilimitadas, pode custar até R$ 100.


Se você possui uma demanda de 4 textos mensais, um de nossos planos padrão custa menos de R$ 400, enquanto um profissional dedicado para a sua empresa, facilmente chegaria aos 2 mil reais considerando os encargos.


Saiba como contratar um produtor de conteúdo


Contratar um produtor de conteúdo não é uma tarefa simples, afinal, é preciso encontrar profissionais altamente especializados para garantir que o seu dinheiro valha à pena.


Atualmente, existem inúmeras plataformas online que ligam esses profissionais diretamente às empresas, no entanto, é preciso saber que muitos não possuem as devidas qualificações para entregar um material de qualidade por um preço justo.


A RedaWeb faz essa intermediação e ajuda a sua empresa a encontrar redatores profissionais, jornalistas e escritores que podem compreender as necessidades específicas da sua empresa, de modo a gerar conteúdos ricos que prendem e fidelizam a audiência.


Conclusão

O marketing de conteúdo segue sendo a principal estratégia no marketing digital. Com ele a sua audiência para a encarar o seu negócio como uma autoridade em seu nicho, gerando confiança e ampliando as oportunidades.


No entanto, é fundamental contar com uma equipe profissional e especializada para garantir a qualidade nessas produções.


Lembre-se que tudo o que é postado na internet ajuda a compreender quem é a sua empresa. Ou seja, os artigos em blogs, redes sociais ou até mesmo roteiros de vídeo contribuem diretamente com o seu branding e os resultados no longo-prazo.


Com a RedaWeb, você tem a garantia de receber periodicamente todos os seus conteúdos, com a liberdade de revisá-los quantas vezes for necessário. Acesse a nossa página para conferir nossos planos exclusivos, e entre em contato pelo 0800 750 5564 ou pelo WhatsApp para tirar todas as suas dúvidas!


Artigos relacionados.

Ver mais artigos
entenda-as-diferencas-entre-blog-e-site como-adicionar-um-site-no-google-analytics-descubra-aqui passo-a-passo-para-criar-o-blog-da-sua-empresa
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564