Conheça as principais características de uma estratégia de conteúdo exemplar

A criação de conteúdo é uma das ferramentas mais importantes do marketing. Por meio dela, é possível gerar grande valor a uma determinada empresa, além de entreter e solucionar problemas de seus clientes. 

Em vez de bombardear o usuário com propagandas descaradas, o Marketing de Conteúdo visa auxiliar seu público, pensando em suas dores e formas de resolvê-las. E, apenas a partir dessa relação criada, o usuário entrará em contato com o produto da empresa. 

Porém, como tudo no universo do marketing, a criação de uma estratégia de conteúdo irá depender de diversos fatores, como quem você deseja alcançar, como irá fazer isso e, até mesmo, qual a melhor forma de mensurar os resultados da campanha. 

Por outro lado, apesar dessas variáveis, existem algumas características principais, imprescindíveis para o sucesso de qualquer estratégia de conteúdo. Para saber um pouco mais sobre elas, continue a leitura. 

Direcionamento

Uma estratégia de conteúdo de sucesso é, sem dúvida nenhuma, direcionada. O que isso quer dizer? Significa que as pessoas que a fizeram sabiam exatamente quem desejavam alcançar e como fazer isso. 

É claro que a maneira certa de alcançar determinado público pode variar e depender de alguns testes - já que a prática é a resposta mais exata. Porém, é possível fazer essa escolha de forma inteligente, por meio de um maior conhecimento da persona.

Isso vai muito além da definição de um público-alvo amplo. É preciso, de fato, conhecer esse possível receptor. Qual sua idade? Profissão? Quais seus hobbies? 

A grande diferença é que se para de pensar em um grupo amplo como, por exemplo, mulheres de 30 a 45 anos e começa-se a focar em indivíduos. Afinal, uma persona tem nome e identidade própria.

A partir daí, é mais fácil entender quais as dores dessa persona. Ou seja, o que ela precisa resolver? Então, o marketing, de forma unida e coerente, deve construir a mensagem que deseja passar, pensando em qual solução a empresa pode entregar para essa pessoa. 

Muito planejamento

Outra característica que não pode faltar em uma estratégia de conteúdo é planejamento - muito planejamento.

Para isso, antes de colocar a mão na massa e começar a escrever, fazer as imagens e publicar, existem perguntas super importantes que devem ser respondidas, ainda na fase germinal do projeto. 

A equipe de Marketing precisa saber, antes de tudo, qual é o objetivo dessa estratégia. Ou seja, o que se planeja alcançar. Maior engajamento? Mais geração de leads? Maior número de vendas? Isso é um dos pontos principais e irá determinar todo o caminho. 

É também nessa etapa que será produzido o calendário editorial. Ou seja, quais posts serão publicados em quais dias. Uma dica importantíssima é estar atento a datas e comemorações especiais. Por exemplo, uma marca de roupa íntima feminina poderá ter uma super promoção em 8 de março, no Dia Internacional das Mulheres. 

Por fim, algo essencial de ser definido também durante o planejamento da estratégia é a divisão da equipe, pensando em quem cuidará de que. Essa escolha deve ser baseada nas afinidades e capacidades de cada um.

Conteúdo relevante e bem feito

Após definidas essas primeiras informações, é hora de começar a, finalmente, produzir o conteúdo!

O conceito de conteúdo é bem amplo e engloba muitos formatos, como blog posts, ebooks, imagens, e-mail marketing, etc. Porém, independente da forma que esse conteúdo irá se estruturar, ele deve ser relevante, original e completo. 

É nessa hora que você percebe a importância de ter um conhecimento tão vasto sobre sua persona. Assim, você conseguirá definir melhor sobre o que ela quer saber e quais informações, de fato, serão úteis a ela. 

Para que o conteúdo seja completo, é preciso que o redator faça uma boa busca pela temática, a fim de entender o que está sendo perguntado sobre isso, a quem interessa saber as respostas, etc. 

Quanto mais profundo, melhor. Afinal, nos momentos atuais, em que todos se consideram produtores de conteúdo, podemos observar uma presença cada vez maior de textos simples, vazios e que apenas falam mais do mesmo. E é exatamente isso que você precisa evitar. Fale coisas novas, dê dicas inéditas, saia da caixinha.

Busque também se conectar com o receptor dessa mensagem, como por exemplo, fazendo perguntas. Mas é bom lembrar a importância de usar uma linguagem adequada ao público, nunca forçando uma intimidade que não existe.

No que se refere ao texto em si, é imprescindível que não haja erros bobos de português - salientando a necessidade de um revisor para além de um redator propriamente dito. 

A imagem também é bem importante nesse contexto. Muitas vezes, as pessoas são influenciadas a clicar em um texto ou link pela qualidade do conteúdo imagético. Por isso, também é legal que o designer dialogue com o redator, a fim de entender melhor qual a proposta e como fazer essa ilustração da melhor forma possível. 

A aparência do texto precisa de atenção também. Mas o que isso quer dizer? Fonte legível, texto justificado, espaçamento decente para não prejudicar a leitura, etc. Esses “detalhes” - que não são tão detalhes assim - somados a uma imagem chamativa, garantem muitos cliques em um conteúdo, além de mostrar o profissionalismo da empresa. 

Distribuição e mensuração estratégicas

Planejamento feito, conteúdo produzido, chegou a parte final da estratégia: distribuição e mensuração de resultados. 

A distribuição, por si só, é uma etapa que deixa algumas pessoas com dúvidas. “Se as redes sociais estão bombando, é só fazer um perfil para minha empresa em todas e disparar diversos conteúdos por dia, certo?”. Não necessariamente. 

Para fazer uma distribuição inteligente - outra característica essencial para uma estratégia de conteúdo exemplar - é preciso voltar ao entendimento de sua persona. Quais canais ela mais consome? De qual maneira ela costuma se informar? 

A partir dessas respostas, será possível notar de qual forma sua distribuição deve se dar. De nada adianta criar milhares de contas e não conseguir mantê-las ativas, com conteúdos de qualidade. Também não adianta replicar o mesmo post em todos os lugares, uma vez que cada rede tem sua linguagem e formato próprio.

Dito isso, finalmente, precisamos analisar o resultado de toda nossa ação de marketing. Como fazer isso? O primeiro passo é voltar ao início, lá no planejamento, e lembrar seu objetivo com essa produção de conteúdo

Você queria aumentar o número de visualizações? Intensificar os cliques? Aumentar as vendas? Dependendo da sua real intenção, você escolherá as Key Performance Indicator (KPI) mais adequadas. 

Os KPI, ou Indicadores Chave de Desempenho, podem ser taxas de conversão, retorno de investimento, custo de aquisição de cliente, etc. Enfim, é preciso definir quais são as prioridades! Só assim será possível selecionar e analisar o resultado, de maneira coerente, com o propósito de alcançar os melhores números possíveis.

Qual desses passos você tem mais dificuldade? É no planejamento? É na hora de analisar os resultados? Se quiser saber mais sobre estratégias de conteúdo, você pode conferir mais posts sobre o tema no site da RedaWeb. E, se tiver interesse em um plano de conteúdo, ligue para 0800 750 5564 para falar com um de nossos consultores.