Conheça os métodos de planejamento para o marketing digital

O marketing digital surgiu há mais de 20 anos, logo em seguida ao boom causado pela internet e o mundo tecnológico. Sua atuação é exclusiva no meio digital e veio para conquistar um espaço repleto de oportunidades para bons negócios. Ele causou uma revolução na forma como as empresas promovem suas marcas e lidam com seus clientes, já que a maioria das pessoas utilizam cada vez mais a web para as mais variadas necessidades. 

É real a capacidade do marketing digital em potencializar as vendas e criar uma maior relevância da marca diante de sua concorrência, afinal 7 a cada 10 pessoas têm acesso frequente à internet e não se atentam só às redes sociais. O terreno de investimento é vasto e muito mais econômico do que os investimentos no marketing tradicional, mas para que realmente traga o retorno esperado é preciso realizar um planejamento completo e sério de cada passo a ser tomado. 


A revolução do marketing digital

O marketing digital pode ser definido por atividades a serem desenvolvidas no ambiente online, utilizando métodos e linguagens exclusivas. Sua implementação vem ajudando a solidificar a identidade da marca e potencializar suas ações comerciais, além de abrir outros focos como o da fidelização do cliente. 

Ele surgiu junto a uma mudança conjunta da forma de administração, métodos de comercialização e do papel do consumidor na aquisição do produto. Desde a década de  1990, o cliente passou a buscar mais informações sobre aquilo que deseja adquirir, para fazer escolhas mais compatíveis com a sua necessidade e menos impulsivas. 

Com essa transformação, o setor de vendas passou a agir mais como um consultor e a ouvir as dúvidas, desejos e críticas do cliente, para então oferecer a ele uma solução. Claro que ainda existem vendedores focados em metas e vendas a qualquer custo, mas a cada dia eles ficam mais raros e engolidos pela concorrência. 

O marketing digital se encaixou perfeitamente nesse novo quadro, oferecendo informações segmentadas e qualificadas para pessoas que querem consumir informações, mas não dispõem de tempo. É preciso chegar até elas de forma sedutora, objetiva e criativa, para chamar atenção diante de tantas informações e concorrentes também presentes na web. 

No início do marketing digital, os canais de informação não eram tão abrangentes e focavam mais numa comunicação unilateral, nos moldes tradicionais do cliente receber a propaganda. As ferramentas foram surgindo de acordo com as opções tecnológicas, a demanda dos clientes e o conhecimento mais amplo sobre o espaço, levando a criação de uma nova forma de atuação.

O marketing digital trouxe o público para participar de suas estratégias, mesmo os que ainda não eram clientes e expandiu a comunicação entre eles. Junto à nova visão de vendas, as campanhas se tornaram interativas e passaram a acompanhar as demandas reais dos clientes a partir de suas curtidas, compartilhamentos e comentários. 

Com isso, o foco das empresas foi além da produção do produto e sua simples comercialização. Ela passou a ser muito mais abrangente, se preocupando em manter o cliente para além da venda inicial, como um parceiro produtivo e capaz de direcionar a empresa a oferecer produtos ainda melhores e mais adequados às suas necessidades. 

Dentre as vantagens do marketing digital sobre o tradicional, em primeiro lugar vem o menor custo para realizar as campanhas. Como essa divulgação não utiliza a mídia tradicional e sim sites e redes sociais, o custo é muito menor. Além disso, no marketing digital é segmentado ao seu público-alvo, e não disperso como a maior parte das mídias tradicionais. Outra vantagem é a possibilidade de mensurar ações e resultados, em tempo real e a capacidade de permitir práticas que possam melhorar ainda mais o engajamento. 


Passo a passo para um planejamento perfeito

É impactante pensar em quantas pessoas acessam a internet diariamente e as imensas possibilidades de negócios que esse espaço pode proporcionar. O marketing digital é o mecanismo perfeito para expandir esses caminhos, mas é preciso um planejamento das ações a serem tomadas para que os objetivos sejam realmente alcançados. 

Esse planejamento pode ser para a empresa, marca, produto, evento ou uma ação específica que se busca resultados através da internet. Mas ele é fundamental para guiar as ações e fazer com que elas sejam possíveis de serem realizadas. Como se fosse um mapa que guiará a equipe até o ansiado tesouro, é uma ferramenta de gestão que cria uma real competitividade no mercado pelas estratégias definidas.  

O começo para criar esse plano de marketing é conhecer muito bem a empresa e o seu mercado de atuação. Afinal, o planejamento de marketing não atinge apenas os clientes, mas todos os setores da empresa. Nessas fases iniciais a empresa precisa estar de acordo com as definições, atestando seu alinhamento com a visão, filosofia e missão. 

A elaboração e implantação deve ser realizada por um especialista em marketing digital, experiente e atento a todos os detalhes para evitar erros iniciais cruciais.  Ele também avaliará as ações anteriores, assim como seus resultados positivos e negativos, para entender melhor como foi a recepção diante do público-alvo. É comum que existam equipes especializadas em elaborar um plano de marketing e treinar a equipe para dar andamento a ele. 

Conhecer todos os fatores externos e internos que influenciam a área que será trabalhada, ajuda a decidir melhor sobre as soluções que respondem melhor ao mercado. Essa análise permite que a marca se estabeleça em longo prazo e os frutos possam ser colhidos de forma fértil por muito mais tempo. 

Os  segmentos a serem trabalhados são divididos em micro e macro, de acordo com os ambientes que os influenciam. Para entender melhor, o macroambiente inclui temas mais amplos como política, economia, demografia, cultura entre outros, com influência no grupo social.

Os hábitos de consumo do cliente devem ser bem avaliados. O que inclui a forma como ele adquire seu produto, o tempo de consumo e se está satisfeito com esses hábitos. O foco do planejamento é encontrar o caminho que vai oferecer a esse cliente um produto ou serviço que o deixará satisfeito e reverta em fidelidade. 

O mesmo ocorre com o mercado e a concorrência. É preciso ter uma real noção de como a concorrência tem agido para captação de clientes, seus pontos positivos e negativos além do que estão oferecendo de diferencial. Claro que sempre comparando com o próprio produto e os andamentos de marketing digital anteriores. 

Por fim, definir o cronograma para executar o plano de marketing. É a partir dele que todos os envolvidos se guiarão e também será realizado o monitoramento. Como uma agenda que deve ser seguida a risca, ele pode determinar o tempo certo para realizar as ações, sem perder as oportunidades ou agir por impulsos. 

Na prática, não há uma receita mágica para criar um plano de marketing perfeito, mas sem dúvida se ele estiver com os detalhes dispostos acima, ele terá um norte e poderá chegar aos objetivos traçados com muito mais rapidez e qualidade. 

Já sabemos a importância do marketing digital na atualidade, mas é fundamental que haja um planejamento para que ele seja tão eficaz quanto o desejado e nós podemos te ajudar! Acesse o site da RedaWeb ou ligue para nós no 0800 750 5564 caso queira assinar um plano de produção de conteúdo.