Conheça os principais erros que te afastam do sucesso no marketing de conteúdo

Dentro do marketing digital, o marketing de conteúdo é uma das ferramentas mais poderosas. Ampliação do público, aumento de reputação no mercado, melhoria do relacionamento com clientes e interessados, alto índice de eficácia e necessidade de baixo investimento são apenas alguns dos motivos que justificam o interesse de empresas e profissionais nessa ferramenta. 

No entanto, uma das reclamações mais comuns daqueles que utilizam a ferramenta é a demora para obter os resultados esperados, o que possivelmente indica a presença de erros nas estratégias traçadas.  

Apesar de frustrante, com conhecimento, esforço e ajuda de profissionais especializados, como da equipe da RedaWeb, é possível reverter esse quadro e traçar estratégias de alto impacto.

Tendo isso em mente, neste artigo você conhecerá os principais erros cometidos em estratégias de marketing de conteúdo que o impedem de ter sucesso. Dessa maneira, será possível não só evitá-los como aumentar seus conhecimentos sobre este tópico tão importante no mercado digital.


Falta de conhecimento do público

Qualquer produto editorial, incluindo os conteúdos disponíveis na internet, só serão bem-sucedidos se tiverem um público-alvo bem definido, ao qual o material será útil.

No marketing digital, o conceito de público é substituído pelo de persona, que corresponde a um cliente fictício com as características de um consumidor ideal da empresa. Essas características incluem:

  • comportamento na internet e fora dela;
  • tipos de conteúdos consumidos;
  • formas de consumir conteúdo na internet;
  • principais características socioeconômicas;
  • dúvidas e objeções que tem ao seu produto ou serviço.

Assim, a definição da persona é a tarefa mais importante em qualquer estratégia de marketing de conteúdo. É necessário que todo conteúdo seja útil, mas sua utilidade depende exclusivamente do público ao qual é destinado, o que também afeta o tom e tamanho do texto, vídeo ou peça gráfica, os canais de postagem utilizados, etc.

Isso significa que a persona definida de maneira errada vai comprometer todos os esforços realizados no marketing digital. Por isso, vale a pena ter especial atenção com essa tarefa e investir tempo e recursos em sua realização.


Utilização de palavras-chave inadequadas

As palavras-chave, aquelas que se relacionam às buscas realizadas pelos usuários na internet, são fundamentais em qualquer estratégia de marketing de conteúdo, pois é por meio dela que a persona encontrará os conteúdos pensados especialmente para ela.

Mesmo que haja ferramentas pensadas especificamente para a definição de palavras-chave, como o planejador do Google Ads, a tarefa de defini-las depende dos profissionais responsáveis pela estratégia, pois é subjetiva: é necessário pensar como as personas, e isso nenhuma máquina ainda é capaz de fazer.

Por exemplo: se sua empresa vende capinhas de celular personalizadas, as buscas realizadas pelas personas certamente incluirão palavras-chave “capinha personalizada para iphone”, “capinha sob medida para Galaxy”, entre outras. 

Além disso, as palavras-chave devem ser adequadas ao estágio em que o lead se encontra no funil de vendas. Assim, palavras-chave como “capinha de celular” serão mais adequadas ao topo do funil (reconhecimento do problema), enquanto as mencionadas no parágrafo anterior serão utilizadas em leads no meio do funil (consideração da solução).


Ausência de calendário editorial

Esse é um dos erros mais comuns que impedem o sucesso do marketing de conteúdo. No entanto, é necessário lembrar que mudanças e inovações ocorrem quase que diariamente em todos os nichos do mercado e que o marketing digital consiste na nutrição constante dos leads e clientes. 

Para satisfazer esses requisitos é necessário um calendário editorial adequado, que contenha ao menos os tipos de conteúdos, título de cada um, estágio do funil de vendas que se enquadram, canal de postagem, palavras-chave utilizadas e, claro, data de postagem.

Trata-se de um trabalho que requer tempo e esforço, mas que facilita em muito a condução das estratégias e permite obter melhores resultados não só pelo planejamento detalhado, mas também com a correção de possíveis erros em conteúdos que ainda não foram confeccionados, baseados nos resultados obtidos com aqueles postados anteriormente.

Tendo sempre em mente que os conteúdos devem ser de qualidade e relevantes, é necessário que esse planejamento considere a periodicidade das postagens – que variam tanto de acordo com a persona quanto dos canais utilizados.


Emprego de indicadores e métricas erradas

A mensuração de resultados é uma etapa fundamental de qualquer estratégia e ação de marketing, não sendo diferente com o de conteúdo. É essa etapa que permite verificar o que funcionou, o que não funcionou, as oportunidades que não foram visualizadas e/ou exploradas anteriormente e quais os erros cometidos.

Para garantir uma análise precisa, são utilizadas métricas e indicadores. No entanto, o problema é que existem literalmente dezenas de indicadores, e sua utilização depende diretamente dos objetivos da estratégia de marketing analisada.

Os erros na escolha dos indicadores são frequentes, e para evitá-los é necessário ter objetivos bem delineados, o que é feito ainda na fase de planejamento da estratégia, e também escolher indicadores que estejam em sintonia com esses objetivos e com a missão da empresa.

A quantidade de acessos em um post blog é uma métrica útil para estratégias que visam a melhoria da reputação da marca no mercado. No entanto, para uma estratégia que visa aumento nas vendas, interessa muito mais a quantidade de visitantes que deixaram informações de contato motivados pelo post – tornaram-se leads, entrando no funil de vendas – do que o número de acessos por si mesmo.


Incoerências entre empresa e seus conteúdos

Considerar a identidade empresarial no momento de criar os conteúdos é fundamental ao sucesso de qualquer estratégia de marketing, já que isso indica coerência, aumentando a credibilidade e contribuindo para criação de uma identidade sólida no mercado.

Os conteúdos produzidos por empresas que atuam no ramo da tecnologia e oferecem serviços ou produtos a um público mais jovem e descolado deve abusar de imagens e outros recursos visuais, utilizar diversos canais de postagem, integrar recursos, como QR Codes e ferramentas de realidade aumentada e mesmo utilizar gírias e abreviações nos conteúdos, pois isso indica sintonia com a público e com a identidade empresarial. 

No entanto, esses fatores não seriam adequados para empresas que prestam serviços a indústrias, que devem ser mais conservadoras, pois essa é uma característica diretamente associada à credibilidade.

Apesar de listados somente cinco erros, existem diversos outros que impedem o sucesso no marketing de conteúdo, como esperar resultados rápidos, não ter consistência na produção, focar em apenas um canal de comunicação e não adaptar os conteúdos a mudanças de atitudes e tecnológicas.

Para evitar todos eles e colher os melhores resultados possíveis, confie o planejamento e a produção de conteúdo na mão de profissionais qualificados e assine um plano de produção de conteúdos da RedaWeb. Faça isso acessando o site ou pelo telefone 0800 750 5564.