Blog Criação de Textos para Empresas

Criação de Textos para Empresas

homem digitando texto no teclado de um notebook

A criação de textos para empresas é um dos mecanismos disponíveis dentro da produção de conteúdo, mas não é tão simples quanto possa parecer. É preciso estar atento a técnicas e maneiras de criar o engajamento necessário e conseguir cumprir o objetivo definido, seja qual for. 


Para ajudar você a entender melhor como funciona a criação de textos, neste artigo verá as principais informações, dicas e cuidados sobre esse assunto que é tão importante dentro do marketing digital. Boa leitura!


Tudo que você precisa saber sobre a produção de texto


A produção de textos passa por vários caminhos até que a criação esteja completa. Dentro disso, antes de partir para o ato de escrever, você deve ter um roteiro definido, o que leva o nome de briefing.


O briefing reúne todas as informações comerciais da empresa, além de elencar os objetivos do texto a ser produzido e as demais informações importantes sobre o texto a ser entregue. Sendo assim, é a partir disso que o redator ou redatora terá a base do seu trabalho.


Em relação aos objetivos, em um texto para uma empresa eles podem ser vários, desde a venda de um produto ou serviço, até criação de autoridade e fornecimento de materiais promocionais para o público alvo. Sendo assim, esses são os primeiros passos que você deve saber sobre a produção de texto. 


Depois, a partir do que está estabelecido no briefing, o texto pode começar a ser escrito. Nesse momento é a hora de colocar em prática o conhecimento técnico que o redator deve ter sobre como manter o leitor interessado, como entregar o conteúdo de uma forma que seja direcionada ao público alvo, bem como outras técnicas que sejam aplicáveis ao tipo de texto desejado.


Ainda, o texto deve seguir um dos padrões possíveis de produção textual, o que também é definido no briefing. Sendo assim, como você pôde notar até o momento, o trabalho pré-escrita é tão fundamental quanto a criação do texto em si. Afinal, sem um bom direcionamento o redator fica sem o norte necessário para conseguir criar um conteúdo direcionado e que cause engajamento.


Como posso produzir um texto?


Depois de verificar como o início da produção deve acontecer e a partir de onde ela nasce, agora é possível adentrar em como o texto pode ser produzido. Nesse sentido, uma das principais questões a serem enfrentadas é verificar a persona para a qual você vai se dirigir.


Isso é importante, pois existem diversas formas de comunicação e dependendo do público-alvo, a escolha deve ser diferente. É o caso, por exemplo, de produzir um texto mais detalhado e aprofundado, para personas que são especialistas no assunto, ou mais superficial e direto para leigos.


Além disso, outra questão importante para você saber como produzir um texto é não fugir do assunto principal. O leitor precisa ser fisgado já nas primeiras partes do artigo, pois como é um texto para uma empresa, a informação que ele busca começar a ser entregue logo no começo para que ele fique até o final e não vá para uma empresa concorrente.


Ademais, o texto também deve ser claro e objetivo, mesmo que seja aprofundado. Isso quer dizer que não pode ser prolixo ou você corre o risco de perder a atenção do leitor.


Ainda, é preciso prestar atenção nas palavras-chave que foram definidas no briefing e utilizá-las algumas vezes no decorrer do texto. É por meio delas que o leitor vai chegar até seu texto e acessar o site da empresa. Isso faz parte das técnicas de SEO, Search Engine Optimation, que em português significa otimização de mecanismo de busca.


Além disso, para não se perder e acabar fugando o tema, é indicado que logo no início você crie um esqueleto para o texto. Nele, pode inserir o título e subtítulos, pois o conteúdo deve ser fracionado para que não fique cansativo para o leitor.


Dessa forma, vai ser mais fácil manter uma organização e estruturar ao artigo com todos os elementos que ele deve ter para que o objetivo definido seja perseguido.


Tipos de gêneros textuais




Além do que já foi mencionado, você precisa conhecer os principais gêneros textuais para escolher o que melhor se encaixa no texto que pretende produzir. Dentro disso, os tipos são:


  • Texto narrativo;
  • Texto descritivo;
  • Texto dissertativo-argumentativo;
  • Texto expositivo;
  • Texto injuntivo. 


No texto narrativo, a estrutura segue uma ordem, que é a de inserir uma apresentação do conteúdo que será abordado, depois deve ser feito o desenvolvimento e por último o fechamento.


Além disso, no texto descritivo, a estrutura é repleta de relatos e têm o propósito de apresentar ou descrever imagens para que o leitor tenha as percepções sensoriais que você deseja.


No caso dos textos para empresas, esse formato por ser usado, por exemplo, para criação de conteúdos direcionados a vendas de produtos ou serviços, pois será preciso incluir diversos adjetivos e listas as características do que está sendo vendido.


Ademais, no gênero dissertativo-argumentativo, o redator deve ser concentrar em criar o conteúdo e expor o objetivo por meio de variadas argumentações. Nesse caso, é como se um ponto de vista estivesse sendo defendido para que o leitor seja convencido. Aqui também há divisão da estrutura em apresentação, desenvolvimento e conclusão.


No texto expositivo, como o nome indica, ocorre a exposição de uma ideia com uso e recursos como descrição, comparação, informação e conceituação. Pode ser o caso de um conteúdo infográfico, por exemplo, o que pode ser usado em textos para empresas.


Por fim, no gênero textual injuntivo, o redator deve seguir uma ordem instrucional, em busca de persuadir o leitor com a ideia que deseja introduzir. Nesse caso, é comum de ser utilizado no marketing.


10 dicas para criar conteúdos que engajam


Como já dito anteriormente, é preciso que o texto produzido tenha engajamento e para isso você deve utilizar ferramentas e técnicas. Felizmente, existem diversas dicas que podem ajudar nesse processo. 


1. Escolha bem o título


O título é a primeira coisa que entrará em contato com o leitor, sendo assim, ele deve ser atrativo. Isso quer dizer que não adianta produzir um excelente texto, se o título não for bom o suficiente para levar o leitor ao conteúdo.


Além disso, o texto deve criar uma expectativa que o conteúdo alimente. Isso significa que o leitor não pode ficar frustrado e não encontrar a resposta para que o título estava propondo.


2. Entregue o que o leitor deseja


A segunda dica é que o texto deve ser trabalhado com assuntos de interesse do público-alvo. Para isso, é preciso conhecer esse público e saber quais são suas dures e necessidades, bem como estabelecer uma forma de comunicação que ele compreenda.


3. Faça textos com listas


As listas durante o texto vão auxiliar na leitura do artigo, o que é um dos requisitos para que o leitor permaneça no artigo e engaje com o conteúdo. Por meio de listas você consegue expor características, informações e detalhes, de uma forma mais direta e que não seja cansativa.


4. Não seja muito técnico


Apesar de o conteúdo precisar ser embasado em técnicas, o texto em si não pode ser técnico demais, a não ser que o objetivo seja a entrega de um conteúdo muito técnico, o que não é a maioria dos casos.


Nesse sentido, o conteúdo deve ser o mais didático possível para que seja agradável de ler e tenha boa compreensão por parte do leitor. Sendo assim, evite usar muitos termos técnicos e, quando precisar usá-los, coloque a explicação de forma objetiva e didática.


5. Não copie conteúdo


Para engajar, o conteúdo produzido por você deve ser melhor do que os já existentes, de modo que não pode haver cópias. Além de ser plágio, é algo que vai fazer com que o site perca engajamento por não ser interessante e novo, e ser penalizado pelos mecanismos de busca, como o Google.


6. Construa informações relevantes


Independentemente do assunto que vai ser abordado, ele deve ser tratado com informações relevantes e para isso o redator deve pesquisar a respeito. Se informando é que você vai conseguir transmitir o assunto de uma forma relevante e compreensível, sem que o conteúdo seja vago e empobrecido.


7. Utilize técnicas de SEO


Como já falado, as técnicas SEO devem estar presentes. Além de palavras-chave ao longo do texto, o conteúdo também deve ter títulos e subtítulos, persona definida, hierarquia de conteúdo, links e outras técnicas que fazem parte da abordagem SEO.


8. Interaja com o leitor


No meio do texto e no final, pode ser interessante interagir com o leitor e pedir para que ele comente o que achou sobre o texto. Isso faz com que ele crie um interesse participativo e dê mais visibilidade ao conteúdo publicado.


9. Cuide as regras de escrita


Outro ponde que deve ser cuidado para que o engajamento não seja prejudicado é o português. Erros de concordância, gramática e semântica, podem fazer com o que o engajamento seja diminuído, pois essas questões atrapalham o leitor.


10. Conte com apoio profissional


Por fim, a última dica e mais importante, é ter apoio profissional. Apenas um profissional vai conhecer com a profundidade necessária as regras, técnicas e mecanismos de uma produção de texto de qualidade. 


O engajamento também passa pelo conhecimento que o redator emprega na criação do texto, de modo que o profissionalismo é essencial.


O que você precisa saber para produzir um texto?




Para produzir um texto você deve saber diversas coisas, uma delas é que o conteúdo produzido impacta diretamente na imagem que sua empresa tem no mercado. Por meio de um texto é que o cliente vai verificar se você tem autoridade no assunto, se os produtos ou serviços são de qualidade, bem como se você tem a oferecer o que ele procura.


Além disso, também vai ser por meio da produção de conteúdo que sua empresa vai ser conhecida no mundo digital, de modo que você deve saber qual estratégia utilizar para que o retorno seja positivo e para que você não corra o risco de ter resultados negativos.


Sendo assim, saiba que para produzir textos, todo cuidado é pouco. Inclusive, mais adiante isso será abordado de forma mais aprofundada, siga acompanhando.


Produção de Texto para Internet


A produção de texto para internet deve sempre ter o máximo de qualidade possível e reunir informações relevantes. Isso é essencial, pois a oferta é muito grande, o que significa que o seu conteúdo precisa ser diferenciado.


Além disso, ele precisa ter acessibilidade, pois ele pode ser visto em diversos meios digitais, como um computador, tablet e smartphone. Em cada um desses dispositivos, a forma como a página é aberta é diferente, o que implica na diagramação do texto e na maneira como o leitor recebe o conteúdo.


Sendo assim, o texto não pode apenas ter acessibilidade completa em um computador. Se aberto no celular do leitor, ele deve ter uma experiência tão boa e simples quanto se estivesse lendo em um notebook ou desktop.


E a produção de textos para blog, como funciona?


A produção de textos para blog pode seguir as mesmas regras que já foram mencionadas. No entanto, o conteúdo costuma ser mais objetivo e tem a função de conteúdo agregado.


Nesse sentido, o conteúdo agregado é algo que você oferece ao leitor como forma de levar ele até o produto, serviço ou para o próprio site da empresa. Nesse caso, o blog serve como um meio, como uma ferramenta.


É comum, por exemplo, que o texto para blog de uma empresa que venda peças de carros, falar sobre assuntos de interesse do leitor, como importância da manutenção nos veículos, quais são os carros mais econômicos, como cuidar do motor do carro, entre outros.


Percebeu a diferença? Ao invés de você vender diretamente o produto que a empresa comercializa, o texto para blog atraia o leitor de uma forma indireta, mas que tem relação com o produto ou serviço da empresa. Assim, no final do texto existe uma chamada de ação que vai levar o leitor ao site principal para que encontre a peça que necessita.


Tipos de textos para sites empresariais


Entre os tipos de textos para sites empresariais você tem algumas opções, como:


  • Texto de blog;
  • Texto institucional;
  • Cases de clientes;
  • Descrição de produtos.


Como brevemente foi tratado acima, o texto de blog é um dos tipos possíveis para sites de empresas. Nesse caso, ele auxilia a criar autoridade sobre o assunto, colocando a empresa em evidência, serve como uma forma de educar o público além de criar oportunidades para o negócio.


Já os textos institucionais são aqueles em que você apresenta a história da empresa, o propósito que ela tem e o que ela oferece. Você já deve ter entrado em algum site empresarial e visto a aba: sobre a empresa. Justamente essa parte é a que contém um texto institucional.


Além disso, o texto que trata de cases de clientes é aquele em que tem como objetivo demonstrar ao leitor que o serviço ou produto da empresa realmente funciona. Por meio dele o redator expõe casos de clientes que tiveram experiências positivas, podendo incluir depoimentos, inclusive.


Por fim, nos textos de descrição de produtos o foco do texto é realmente vender, de forma direta, o produto ou serviço. É um formato muito usado por e-commerce para levar informações úteis sobre produtos ou serviços disponíveis na empresa. 


Cuidados ao escrever textos




Quem vai escrever um texto deve ter alguns cuidados para que o objetivo seja cumprido. Eles dependerão do tipo de texto e da finalidade, pois como você já sabe, cada tipo de texto é feito de uma forma e tem suas próprias técnicas.


Porém, de modo geral, um dos primeiros cuidados é sempre incluir informações que realmente sejam relevantes e de interesse do leitor. Não é incomum o redator acabar perdendo o foco. Porém, nesses casos, o ideal é deixar o texto descansar por um tempo e depois fazer uma leitura atenta para encontrar possíveis desvios.


Além disso, é importante ter cuidado em manter sempre a forma de comunicação de acordo com o público-alvo. Não desviar da persona é essencial para que o propósito do texto seja cumprido, seja qual for.


Ademais, um cuidado muito importante é observar para qual estágio do funil o texto está sendo escrito. Isso ainda não foi abordado nesse artigo, mas um conteúdo pode ser produzido para diferentes etapas do funil, que representa o estágio em que o cliente se encontra.


Existem três etapas:


  • Topo do funil;
  • Meio do funil;
  • Fundo do funil. 


No tipo do funil estão os clientes que precisam ser apresentados ao produto ou serviço e precisam descobrir a empresa. Portanto, se o texto é dedicado a isso, você deve ter o cuidado de apresentar informações que façam o leitor entender que ele tem uma necessidade a ser suprida ou um problema ser solucionado.


Depois, no meio do funil é o momento em que o texto é redigido para apresentar as soluções para os problemas que o leitor já sabe que tem. Ele não sabe como resolver, mas está buscando no site da empresa a solução.


Por outro lado, no fundo de funil o texto é direcionado para que o cliente decida comprar o produto ou serviço fornecido para suprir a necessidade que ele possui. Essa etapa é a de leads qualificados, que é quando a compra vai ser convertida.


Portanto, é indispensável ter o cuidado de observar a etapa do funil e manter o texto adequado a ela para que o objetivo não seja desviado. E aqui, mais uma vez, o briefing é fundamental, pois é ele que indicara a qual etapa o texto pertence. 


Fazer ou procurar uma empresa para fazer seus textos?


Chegando ao final desse artigo é o momento de você descobrir se vale mais a pena você mesmo criar seus textos ou procurar uma empresa especializada para fazê-los. Com tudo que foi demonstrado até aqui, já é possível tirar essa conclusão.


É verdade que com os tópicos abordados você teve uma boa noção de como funciona a criação de textos para empresas. Você viu como fazer, quais os tipos existentes, quais os gêneros textuais e conheceu uma série de dicas.


Além disso, pôde ter acesso a diversas técnicas e mecanismos utilizados nos textos, sejam eles de blog, institucionais ou até mesmo de descrição. Com isso, se quiser, é possível começar a se aventurar no marketing digital e na criação de conteúdo.


No entanto, tudo é muito mais aprofundado do que foi demonstrado aqui, pois existem muitas outras técnicas e informações relevantes que fazem toda diferença no resultado de um conteúdo criado.


Além disso, você viu que o briefing tem papel fundamental na criação de um texto, não é mesmo? Porém, para saber criar um briefing de qualidade, também é necessário ter conhecimentos, como descobrir qual é a persona, o que ela deseja e necessita, qual é o problema que ela enfrenta, como funciona o mercado, etc.


Também é essencial saber como traçar os objetivos do texto, para que todo o trabalho não seja em vão. Além disso, conhecer os concorrentes também é um passo fundamental para a criação de um texto.


Sendo assim, para que seu conteúdo tenha maior qualidade do que o dos concorrentes, bem como para que ele tenha engajamento e ofereça o resultado que você procura, como aumento de autoridade e geração de leads qualificados, ou até mesmo aumento do tráfego do site, a melhor escolha é contar com uma empresa especializada.


Ao invés de investir tempo pesquisando e tentando criar um texto de qualidade, mas ter sempre a chance de não encontrar o melhor caminho, é muito mais indicado deixar esse trabalho para profissionais que conheçam, de forma aprofundada, as técnicas e os mecanismos necessários.


Com isso, você pode empregar seu tempo em áreas que já tem maior conhecimento, ou até mesmo desenvolver melhor seu domínio na gestão de sua empresa, e garantir que os textos feitos tenham tudo o que é preciso para que consigam captar seus clientes, gerar leads e manter o engajamento no topo.


Sendo assim, ao longo do artigo ficou claro que a produção de conteúdo não é algo simples. Ela requer diversas etapas, informações e aprofundamento. Dessa forma, o resultado que você espera sempre vai ser infinitamente melhor quando você contrata uma empresa para fazer os textos para você.


Portanto, acesse nosso site hoje mesmo ou ligue para nós no número 0800 750 5564 para conhecer a assinar um plano de produção de conteúdo! Conte com apoio profissional e veja os resultados surgirem.


Artigos relacionados.

Ver mais artigos
entenda-as-diferencas-entre-blog-e-site como-adicionar-um-site-no-google-analytics-descubra-aqui passo-a-passo-para-criar-o-blog-da-sua-empresa
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564