13 dicas para aperfeiçoar o call to action (CTA) da sua empresa

O Call-to-action (CTA) é um convite ao usuário para que possa conhecer a página e o produto com mais profundidade, após ter acesso ao seu conteúdo. Ele é responsável por conseguir que leads possam dar um próximo passo para a aquisição do produto ou serviço. A chamada especial não é necessária apenas para sites com e-commerce, mas para estabelecer um contato com o visitante e transformá-lo em cliente. 

É preciso ter cuidado com o CTA e realizá-lo com qualidade, para não perder a oportunidade de chamar a atenção do visitante e gerar leads. O convite à ação pode ter os mais variados fundamentos e formatos, mas sugere que o visitante reaja ao que ele leu sobre o assunto e diante da marca. 


A importância do CTA

No dia a dia recebemos várias orientações para sermos direcionados a tomar uma atitude que nos faça interagir com o ambiente. Placas como “Entre sem bater”, “Aberto”, “Empurre”, “Você está sendo filmado” entre outros, são informações objetivas para saber como agir naquela situação. A Internet também possui esses comandos, direcionando o seu usuário a reagir num canal de comunicação como preencher formulários, obter um orçamento etc. 

Quando um site ou blog tem uma audiência volumosa e número de visitas satisfatório, mas ainda assim não há conversão, é possível que o problema seja o CTA. Mais do que parece, ele é fundamental dentro do funil de vendas para dar o empurrão necessário que faça com que o cliente tenha uma ação ativa em direção à venda. 

O CTA é uma chamada curta para ação, feita por meio de um texto breve, botões, links, pop-ups, anúncios ou uma imagem capaz de direcionar o usuário a agir diante da marca. Ele é uma espécie de convite de marketing para que se tome uma atitude diante do conteúdo oferecido. 

Não necessariamente essa atitude é a venda direta. Esse convite pode ser para conhecer outro canal de comunicação da marca, se inscrever para um webinar, baixar um ebook, ir a um evento, pegar um cupom promocional e muito mais. Tudo para impedir que exista uma interrupção no desenvolvimento estratégico. O CTA é bastante flexível e pode ser usado tanto nas fanpages, quando no blog, site e e-mail marketing. 

Existe no marketing um conceito chamado AIDA, que significa Atenção, Interesse, Desejo e Ação, que representa os passos de um usuário diante de um site ou anúncio da Internet. Todos eles são necessários e requisitam cuidados para que avancem positivamente até o resultado final. 

A Atenção é quando o visitante para a navegação e confere o conteúdo presente na página. O interesse é a sua permanência, com a pesquisa de outras informações da página e detalhes de oferta. O desejo é o momento em que se busca os benefícios do produto ou serviço, preços e outros detalhes para fechar na Ação, quando a compra é efetivada. O CTA é o meio de ligação entre a Atenção, o Interesse e o Desejo da Ação. 

Para identificar se o CTA está funcionando como devido, faça o teste dos cinco segundos. Peça a uma pessoa que não conhece o site, que entre na página rapidamente, para em seguida fechá-la. Pergunte a ela o que estava contido na página e o que poderia ser feito em seguida. Se ela não souber responder é porque o CTA não agiu corretamente para conquistar a sua atenção e para realizar sua tarefa. 

Para ajudar a aperfeiçoar seu CTA, seguem, abaixo, 13 dicas que serão muito úteis para começar logo:

  1. Avalie seu CTA:  verifique qual o tamanho do CTA em comparação aos outros dados da página, em que posição ele aparece, as cores que o compõem, se há ou não imagens, se há outras opções de links ou botões e se há elementos que direcionam ao CTA. Essa avaliação é fundamental para confirmar se alguns desses itens estão errados e se podem prejudicar a sua visualização. 
  2. O texto: o papel do CTA é trazer um resumo do conteúdo presente, de forma envolvente e que estimule o usuário a clicar no link para seguir com as informações. É importante que o texto criado se encaixe em todos os elementos de onde ele está alocado e não tenha erros de português. Para construir um texto de CTA mais qualificado, comece com verbos e não meça esforços em ser específico. Não é um texto para apresentar riqueza de detalhes, mas informações suficientes para aguçar a curiosidade e interesse do usuário. O tempo verbal deve ser imperativo ou infinitivo, acompanhado de advérbios de tempo que remetam à urgência. Se for possível, inclua números para expor melhor os benefícios e o quanto será benéfico para ele continuar a navegação. E de nada adianta um texto interessante se a oferta não for importante. 
  3. Qual CTA fazer: todas as páginas de um blog ou site devem ter um CTA, mas é importante identificar as diferenças entre eles. Afinal, cada conteúdo propõe um tipo de ação, que pode ser baixar um ebook, receber uma promoção, conhecer outro conteúdo complementar entre outros. Para fazer e colocar o CTA certo, é preciso identificar a persona a quem ele se refere, o estágio da oferta dentro da jornada de compra do lead e seu contexto diante do conteúdo. 
  4. Tipo de CTA: há muitas possibilidades de construção de um CTA, mas a inserção de botões, banners e links com textos são os mais apropriados. Os botões são mais comuns nas primeiras páginas de um site e outros canais de comunicação que indicarão uma ação mais objetiva. Eles ajudam a tomar uma decisão mais imediata. Os banners são os mais comuns em blogs e mídias sociais que usam uma imagem e que dependem de um bom contexto para fazer sentido. Já o link com textos pode ser usado em qualquer ambiente digital é é bastante funcional. 
  5. Cores: um site precisa ter uma harmonia de fontes, cores e diagramação que possam deixá-lo prazeroso à visualização. Todos estão trabalhando para chamar a atenção do usuário e o CTA não é diferente. Para destacá-lo do conteúdo, use cores contrastantes, que chamem a atenção para serem lidos. 
  6. Melhor posição: o CTA precisa encontrar uma boa posição para favorecer a sua visualização. Ele precisa ser visível e acessível para ser identificado. 
  7. Imagens: é sempre interessante incluir imagens em textos de CTA, por chamarem mais atenção do que um texto isolado. 
  8. Use setas: as setas são mecanismos usados  para chamar mais atenção do usuário, oferecendo a ele algo realmente importante para sua navegação;
  9. Tamanho: cada CTA deve ter o tamanho de sua importância e é preciso que ele tenha um tamanho mais impactante, mas sem quebrar a harmonia da página. 
  10. Objetividade: seja objetivo com o usuário e informe a ele o que deve ser feito, sem insinuações. 
  11. Urgências: se o usuário leu o conteúdo e se interessou, ele pode ser instigado a adquirir rapidamente para não perder a oportunidade. “Vagas limitadas”, “promoção só hoje” e “receba agora com frete grátis” são algumas das opções. 
  12. Emoção: a emoção do usuário não é atingida só com palavras, mas também cores. Há aquelas que causam reação positiva e entusiasta, outras mais passionais ou as que indicam sobriedade. Use de acordo com o contexto. 
  13. Importância: por mais que o CTA seja interessante, use as fontes e cores certas, esteja bem posicionado e seja atraente, ele precisa oferecer de fato algo que valha a pena para o usuário. 

O CTA é um mecanismo essencial para o marketing de conteúdo e fator de ligação entre as etapas do funil de vendas. Realizar um ótimo CTA é uma missão importante para obter os melhores resultados. Acesse o site da RedaWeb ou ligue para nós no 0800 750 5564 caso queira assinar um plano de produção de conteúdo!