Dicas para otimizar o e-mail marketing

Grande parte das empresas que têm uma presença no meio digital, seja por meio de uma página nas redes sociais, um site, blog, canal ou até mesmo e-commerce, têm investido cada vez mais em marketing digital. O conjunto de estratégias desenvolvido por essa área é responsável por garantir a atração, engajamento e retenção do público-alvo, além de proporcionar um grande aumento de receita para o negócio.

Dentro desse conjunto de estratégias, uma já é mais antiga no mercado, mas é sem dúvidas a mais eficaz até os dias de hoje. Estamos falando do e-mail marketing. Empresas de diferentes portes e influenciadores, comumente utilizam desse recurso, que não demanda investimentos para se aproximar mais do seu público e entregar, diretamente, conteúdos diversos que os interessem.

Durante muito tempo, essa estratégia foi sinônimo de spam e comunicação intrusiva por quem recebia os e-mails. Era considerada uma propaganda virtual e, por isso, geralmente era descartada. 

Atualmente, a importância do e-mail marketing veio à tona com o avanço do uso da internet para tudo em nossa vida e por conta da disseminação do marketing digital como estratégia de engajamento de clientes. 

Os resultados do uso dessa ferramenta, capaz de aproximar a empresa do seu cliente, fizeram o e-mail marketing passar a ser reconhecido pelas empresas e pelo público como algo verdadeiramente útil para o cotidiano. Em meio à correria do dia a dia, receber um e-mail que o direcione para a compra de um item que o cliente já procurava antes é bastante positivo.

Mas, afinal, o que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma estratégia do marketing digital, que realiza o disparo de e-mails para um determinado número e tipo de pessoas, podem ser clientes ou leads que precisam ser nutridos. Os endereços podem ser conseguidos por meio de uma base de contatos de clientes ou leads gerados por meio de outras estratégias.

A comunicação com o cliente é feita via e-mail, por meio de ferramentas de automação que podem agilizar o processo de disparo para os endereços com determinada frequência. Uma empresa pode enviar diferentes tipos de conteúdos, por meio do e-mail marketing, sempre de acordo com um estudo prévio e de acordo com um planejamento de marketing digital. 

Exemplos desses conteúdos podem ser: 

  • Promoções; 
  • Lançamentos de novos produtos ou serviços; 
  • Confirmações de compras online; 
  • Ofertas de brindes; 
  • Newsletter;
  • E-books; 
  • E muito mais. 

O intuito, independente do conteúdo é sempre engajar os leads e estreitar o relacionamento com os clientes com uma mensagem direta e direcionada para eles.

Além de ser benéfico para o cliente que recebe diretamente as informações e ofertas que precisa, a empresa garante o que chamamos de alcance previsível, ou seja, a certeza de que o que foi divulgado e repassado por ela para seus clientes vai chegar até eles. 

Isso significa que foram selecionados 800 endereços de e-mail para enviar sua mensagem, e todos eles vão recebê-los na caixa de entrada. 

Mesmo que não cheguem a abri-lo, terão recebido. Isso é uma grande vantagem se comparado a outros tipos de conteúdos, como posts em redes sociais, artigos em blog, entre outros, que podem não chegar e atingir exatamente o público que a empresa deseja.

Outro grande diferencial do e-mail marketing é o apelo afetivo que ele gera no cliente. Ao enviar um e-mail personalizado, direcionando a mensagem ao próprio cliente, chamando-o pelo nome e oferecendo exatamente o que ele procura, o apelo e o laço afetivo com a empresa se fortalecem. Por isso, essa é uma das estratégias que mais gera retorno para as vendas. 

Atualmente, os formatos são bastante flexíveis e permitem que a equipe invista em imagens, vídeos, textos com fontes diferenciadas e até mesmo GIFS. Tudo depende do seu público, da linguagem definida e do objetivo do e-mail! 

Em geral, é recomendado que uma campanha de e-mail tenha 40% de imagem e 60% de texto para ter uma boa taxa de entregabilidade.

Apesar de ser bastante difundido entre as empresas, colocar em prática o e-mail marketing ainda gera dúvidas. Por isso, separamos algumas dicas para você otimizar esse processo:

Invista em uma boa ferramenta para gerenciar e disparar

Apesar de o conteúdo do e-mail ser um item importantíssimo, saber quando e como dispará-lo é necessário. Não adianta de nada ter uma lista de endereços bagunçada e enviar e-mails sem uma periodicidade definida. 

Por isso, invista em uma plataforma que o ajude a monitorar a lista de e-mails e a gerar relatórios. Também existem plataformas que realizam os disparos automaticamente, sem que seja preciso enviar um por um.

Conheça o seu público

Antes de sair enviando e-mails, é preciso saber para quem aquela mensagem será útil. Faça um estudo de persona do seu negócio e acompanhe o estágio do funil que o lead se encontra. Se já for um cliente, trabalhe para retê-lo de acordo com suas novas necessidades. 

Separe sua lista de endereços de acordo com essas definições a fim de produzir conteúdos direcionados para cada especificidade. 

Atente-se para o assunto

O assunto do e-mail é a primeira informação que o recebedor irá ver. A primeira forma de chamar atenção dele é através do título, que deve ser bastante criativo e voltado diretamente para que a mensagem deseja passar.

Assuntos muito comuns, como “newsletter” não funcionam, pois são genéricos e pouco atraentes. Por isso, eles tendem a ter uma taxa de abertura menor do que os que forem mais inovadores. 

Cuidado com os exageros

Para que o e-mail marketing não soe como uma mera propaganda e para gerar credibilidade para a empresa, evite fontes grandes, em maiúsculo e muito coloridas no conteúdo. Fontes negritadas e que poluam a visão podem espantar o leitor e gerar falta de credibilidade para a empresa.

Invista em variáveis

Muitos e-mail marketing são comuns e sem graça, o que acaba gerando desinteresse. Invista em variáveis que chamem a atenção do seu leitor, por exemplo usar o nome dele no começo do e-mail ou outras informações que só você tenha sobre ele. Isso pode gerar maior empatia.

Evite certas palavras

Palavras que soem como spam ou propaganda barata, como “Promoção relâmpago”, “Clique aqui”, “Free”, “Desconto”, “Imperdível”, entre outras, podem gerar desconfiança por parte do recebedor. 

Atualize sua lista

Sempre que for possível, dedique um tempo para atualizar a lista de e-mails que você já tem. Muitas pessoas mudam de endereço ou desativam o e-mail. Ao atualizar, você evitar despender força de envio para quem não vai receber sua mensagem. Aproveite e exclua os contatos inativos da sua lista.

A atualização também se refere ao estágio em que seu contato se encontra, ou seja, se já comprou, se já virou cliente, suas novas demandas, situações etc.

Precisa de ajuda com o conteúdo da sua empresa? Acesse o site da RedaWeb ou ligue para 0800 750 5564, caso queira assinar um plano de produção.