Dicionário de marketing: termos que todo o profissional precisa saber

Você certamente já ouviu falar por aí que o profissional de marketing possui um dicionário próprio. Um vocabulário de palavras em inglês que as pessoas da área conhecem e costumam entender. Entretanto, o “dicionário do marketing” não tem segredo, e ele pode ser compreendido completamente por qualquer pessoa à medida que se acostuma com ele. 

Neste texto, você irá conhecer o dicionário do marketing, as palavras mais usadas na área, que todo profissional precisa saber. Com isso, sua relação com o setor pode ser bem mais proveitosa. Confira o artigo que montamos especialmente para você! 


 O Glossário do Marketing


Marketing

Conjunto de estratégias que utilizam a comunicação e o relacionamento com o cliente como um instrumento para aumentar vendas, melhorar a imagem da empresa e cultivar uma boa reputação para a marca junto aos consumidores e todos os stakeholders (acionistas, fornecedores, clientes, imprensa, parceiros, funcionários, etc.).


Publicidade

Setor dentro do marketing responsável pela criação de peças publicitárias, ou seja, anúncios e propagandas que devem ser veiculados em meios de comunicação para atrair vendas, fazer promoções, etc.


Prospect

O prospect pode ser qualquer pessoa que tenha interesse em adquirir o seu produto ou contratar seu serviço. É um conceito bem amplo, que compreende tanto os clientes com potencial de compra, como engloba também os que estão apenas “curiosos”. 


Lead

Um dos termos mais importantes dentro do marketing. O Lead é, muitas vezes, a finalidade de todo o esforço em marketing. Na definição mais comum, o lead é representado por uma pessoa que tem o interesse em adquirir os produtos ou serviços da sua marca, mas que também tenha o potencial de compra (financeiro, social, etc.). Para efeitos de mensuração, o lead também pode ser considerado o cliente que acessa o seu site e deixa os dados para contato de um representante comercial, ou ainda uma pessoa que inicia o processo de vendas no funil, que falaremos adiante.


Lead qualificado

Em uma empresa com processo de vendas internas, ou seja, no qual um vendedor entrará em contato ativamente com o cliente. Um lead qualificado é aquele que “vale a pena” fazer contato, seja por telefone, e-mail ou mensagem.


Persona

É um cliente fictício que as empresas desenvolvem para criar diretrizes que orientam a produção em marketing. A persona é baseada na imagem de um cliente “ideal”, ou seja, aquele que irá gastar o máximo de dinheiro, realizando o máximo de compras por mais tempo. Dessa forma, a persona é desenvolvida por suas características físicas e sociais, suas predileções culturais e pessoais, além de seus hábitos de compra.


Funil de vendas

É o processo que o cliente passa desde o momento em que descobre uma necessidade de compra até o efetivo fechamento de negócio com a sua empresa. Nesse processo, o lead entra pelo topo, passa pelo meio, vai até o fundo e então fecha negócio. Veja cada etapa:

  • Topo de funil: é o momento inicial da venda, em que o cliente ainda está descobrindo uma demanda que possui, e para que ela seja sanada é necessário comprar ou contratar um serviço. Muitas pessoas entram nesse “topo”.
  • Meio de funil: momento intermediário, em que o cliente já tem conhecimento de sua necessidade e já conhece a solução oferecida pela sua empresa. Está em momento de escolha sobre qual negócio fechar.
  • Fundo de funil: cliente está convencido da proposta de valor oferecida pela sua marca. Só precisa de um pouco mais no esforço de vendas para fechar negócio.


Marketing digital

Representa os esforços de marketing realizados através da internet. Suas principais ferramentas são o inbound, os anúncios e o marketing de relacionamento.


Inbound marketing

Também chamado de marketing de atração, é um tipo de estratégia baseada em um esforço da mente para manter o cliente próximo à marca. Para isso, utiliza a internet nos resultados de pesquisa (SEO), oferece relevância ao consumidor (marketing de conteúdo) e usa as mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn) para aproximar a marca à realidade do seu cliente.


Anúncios (Ads)

Conteúdos pagos para ser exibido em diferentes locais da internet. No caso do Google AdWords, um dos tipos mais comuns de Ads, o cliente paga para colocar banners em conteúdos como blogs, resultados de pesquisa patrocinados e vídeos do YouTube. Também é possível fazer Ads nas redes sociais, colocando o seu anúncio em locais privilegiados da timeline dos usuários. Impulsionar publicação

Posts patrocinados nas redes sociais para ter mais alcance. O alcance orgânico (baseado em curtidas, comentários e compartilhamentos) é potencializado mediante o pagamento de impulsão.


SEO

A sigla significa Search Engine Optimization, otimização para motores de pesquisa, em livre tradução. Os conteúdos dos sites passam a ser otimizados em forma, suportes, linkagem, tamanho e relevância para que possam ter um posicionamento privilegiado nos resultados de pesquisa em Google, Bing, Yahoo, entre outros instrumentos de pesquisa. Quanto mais em cima (primeira página, primeiros links de resultado), mais chances de acesso para a empresa.


Marketing de conteúdo

Estratégia baseada na oferta de conteúdo de qualidade e que tenha interesse por parte dos leads. A ideia nesse esforço é conquistar a confiança e a credibilidade do público com conteúdos de qualidade que estejam atrelados à sua marca. Assim, fica mais fácil educar o mercado, tornar a marca conhecida, construir identidade e fazer mais negócios. Para tal, utilizam-se textos, fotos, vídeos, tutoriais, webinars, e-books, etc.


Webinar

É um workshop virtual oferecido por algum profissional. É como um vídeo aula, em que os alunos podem ou não fazer perguntas. Detalhes são definidos pela empresa que promove o webinar.


E-book

No marketing, um e-book é um verdadeiro ímã de leads. Produz-se o conteúdo e ele é oferecido de forma gratuita no site da empresa. O segredo é que o usuário precisa submeter alguns de seus dados pessoais para ter acesso ao conteúdo. Assim, criam-se leads para que a empresa possa fazer contato.


Landing page

Uma página responsiva e simples na qual o cliente “aterrissa” assim que acessar o endereço de seu site. Deve conter informações básicas sobre o produto ou serviço, além de espaços para preenchimento de dados ou links que levem o cliente diretamente ao e-commerce para fechar negócio.


E-mail marketing

Conteúdos despachados da empresa para uma base de clientes via e-mail. A taxa de abertura e de conversão (de prospect em lead, e de lead em negócio) são indicadores importantes para essa ferramenta. 


B2B

Business 2 Business – empresas que negociam suas mercadorias com outras empresas.


B2C

Business 2 Consumer – empresas que fazem negócios diretamente com o consumidor final.


Saas

Software as a service – conceito bastante comum hoje em dia que define softwares que são vendidos como serviços, seja através de uma assinatura ou da aquisição de uma licença de uso.


 Quer ter acesso a conteúdo de qualidade para melhorar sua estratégia de marketing digital? Então aproveite a oportunidade e entre em contato com a RedaWeb. Acessar o nosso site para maiores informações ou se preferir, ligue para 0800 750 5564 para assinar um plano de produção de conteúdo.