Entenda a importância das mentorias para sua empresa

É realmente difícil apostar em soluções para a melhoria de um negócio quando o resultado é imprevisível. Nosso objetivo é sempre trazer o melhor crescimento com o custo que podemos ter. Nesse sentido, há alguns recursos que trazem resultados e são previsíveis, e um deles é a mentoria, um assunto de muita importância para sua empresa.

Ao contratar mentoria, você “aluga” um ou mais cérebros experientes sobre o mercado. O mentor é um conselheiro, mas com fundamentos utilizados em uma trajetória profissional repleta de conhecimento teórico e prático. Ele demonstra a via pela qual você pode atingir o objetivo, pois já percorreu esse caminho.

A seguir, você confere os benefícios da mentoria para sua empresa.

Benefícios para a organização

Comecemos pelos efeitos mais abrangentes, direto na estrutura organizacional. A mentoria vai enriquecer a gestão com novos métodos e estratégias para o crescimento. No mundo dos negócios, é praticamente impossível subir um degrau sem “prever” os passos por meio de planos e estratégias.

O mentor, como profissional experiente no desenvolvimento de empresas, saberá em qual estado se encontra seu negócio. Portanto, ele tem um arcabouço de conhecimento acerca de planos, métodos de organização e insights estratégicos para desenvolver os próximos passos.

Essa é a primeira parte dos benefícios para a empresa. A segunda são todos os efeitos da mentoria ao longo do tempo. Obviamente, seu objetivo é sempre expandir a atuação e o lucro. Para isso, o conhecimento do mentor é necessário para moldar pouco a pouco a organização, começando pelo aprimoramento do olhar da liderança até que o resultado se apresente finalmente em números.

Cada elemento que compõe o negócio passa pelo crivo da mentoria, direta ou indiretamente. Ele vai focar nos pontos principais, como a gestão do capital humano, os processos, a contabilidade e outros fatores-chave, mas o resultado será estrutural. É o que você verá nos próximos itens.

Benefícios para a liderança

A habilidade de liderança é rara, mas indispensável para o crescimento do negócio. O mentor, como um líder nato, tem o mindset necessário para formar novos líderes. Como? Desenvolvendo diversas habilidades que existem em você. Uma delas é a comunicação, que costuma gerar ruídos e ocasionar falhas no processo das empresas. Esses problemas são totalmente resolvidos quando você aprimora o uso da comunicação.

O mentor é como um conselheiro, portanto, quando há uma dúvida, você pode buscar a solução diretamente com ele e obter uma resposta significativa. Além disso, ele sempre dará uma opinião diferente sobre o mesmo ponto, de modo que você passa a olhar o negócio com outros olhos.

Essa convivência proporciona uma grande experiência para sua liderança. Você desenvolve novas habilidades e ressalta as características mais fortes do seu caráter. Ademais, você corrige eventuais erros que todos estamos sujeitos a cometer.

Outro ponto importante é a experiência em tomar decisões acertadas com coragem. A liderança tem diversas características e entre elas está a confiança para guiar todos com base na sua opinião. Isso não é uma característica comum, como sabemos, ela precisa ser desenvolvida. E nada melhor do que desenvolver essa habilidade quando tomamos decisões em parceria com alguém experiente.

Benefícios para o capital humano

Do mesmo modo que você agrega e desenvolve novas habilidades, seus colaboradores também absorvem novas práticas. Quando a mentoria é bem feita, isso se torna tão natural que líderes e funcionários criam uma sinergia retroalimentável. Não importa o que aconteça, sempre um desenvolve o outro.

As práticas adotadas mudam completamente a rotina do trabalho. A organização passa a adotar, pouco a pouco, uma nova cultura, voltada para a entrega de alto nível e o senso de dever comunitário. Esses sentidos criam fortes laços que conectam os seres humanos e se tornam indispensáveis para as empresas em expansão.

Com as habilidades proporcionadas pela mentoria, você passa a ver o aprimoramento dos funcionários como questão estratégica. Não são todas as empresas que ignoram esse aspecto, é verdade, mas mesmo sabendo o que pode ser feito, aplicar programas de treinamento e desenvolvimento da maneira correta não é fácil. A mentoria abre novos horizontes.

Com isso, a retenção de funcionário também se torna maior. Eles não vão querer se desligar da empresa, pelo contrário, sentem que é ali que devem estar. Há um senso de compromisso e um valor maior a ser buscado.

Benefícios para as finanças

As práticas de gestão e liderança são ligadas às de contabilidade. Afinal, não adianta nada ser um gestor de pessoas eficiente se o caixa da empresa opera sempre no vermelho. O objetivo primordial do negócio é dar passos rumo ao crescimento, mas com práticas contábeis racionais.

A partir disso, desenvolve-se o olhar para as finanças, ou seja, para o patrimônio da empresa e sua expansão. A contabilidade lida principalmente com “material” para realizar operações. A matéria-prima são números, que devem ser sempre positivos. Com as finanças é outra história, pois é preciso ter visão. O aspecto financeiro do negócio está ligado a uma visão quase ideológica do que é gestão.

Nesse sentido, a mentoria é um passo para o aprendizado definitivo. Você passa a adotar uma visão nova rapidamente. Provavelmente demoraria muito tempo para desenvolver o olhar financeiro sem a mentoria. 

As finanças trabalham com fórmulas, mas o enriquecimento do negócio não tem uma fórmula. É importante entender que, na verdade, o que existe é um método eficiente e aplicável. E a melhor maneira de fazer isso é tendo ajuda de alguém com experiência. Trata-se de educar financeiramente a cultura da empresa, saber enxergar as melhores oportunidades para seu negócio e dividir o capital investido da melhor forma possível.

Benefícios do marketing

O marketing bebe dos benefícios da mentoria antes e depois do processo, porque você aprende métodos e desenvolve rotinas de sucesso. Na convivência com a mentoria, você não só aprende maneiras de realizar o trabalho, mas adquire um mindset voltado ao marketing. Você passa a pensar sempre em alinhar seu produto aos interesses do cliente, e não apenas em desenvolver a qualidade.

Essa “mente voltada ao marketing” é fundamental para o segundo passo, a criação dos hábitos. Por isso, dizemos que o marketing está presente mesmo depois da mentoria. Ele é integrado à cultura da sua organização, de modo que cada departamento trabalhe com as necessidades do cliente em mente. Afinal, o marketing se trata disso.

A mentoria pode ser realizada nos mais variados níveis do negócio, por isso pode começar justamente pelo marketing. A partir dele você melhora aspectos internos, como o endomarketing, parte para o branding e realiza as práticas voltadas para o mercado propriamente dito.

Caso tenha interesse em conhecer o trabalho desenvolvido por nós da RedaWeb, visite nosso site ou ligue 0800 750 5564 para conhecer nossas soluções e planos para seu negócio.