mulher empresária olhando para o computador

Para ter uma estratégia de marketing de sucesso, uma lista de e-mail pode ajudar muito a sua empresa. Mas para isso, ela precisa ser pensada e construída de maneira correta. 


Muitas organizações utilizam a opção de apostar em compras de endereços eletrônicos, mas esta prática não é eficiente. Isto porque nunca se sabe a procedência desses endereços e mandar mensagens para e-mails aleatórios, atingindo pessoas que não se interessam por seu produto, não terá um bom resultado. 


O ideal é montar a sua própria lista de e-mail, com os endereços de pessoas que já se interessaram no produto ou serviço de sua empresa. Principalmente aqueles que assinam newsletters, por exemplo. 


Este post vai mostrar a importância de uma lista de e-mails bem construída e quais suas vantagens. Leia e compartilhe! 


Definindo o que é uma lista de e-mail


A definição do que é uma lista de e-mail é muito simples: é uma relação na qual você pode salvar diversos endereços eletrônicos. Ela serve como base para que sua empresa envie comunicações aos seus clientes, com o objetivo de qualificar e nutrir os leads (clientes potenciais de uma empresa). 


Esta lista serve para uma estratégia de marketing chamada de e-mail marketing. Ela é usada por empresas ou profissionais para a promoção e divulgação de uma marca e de soluções que esta oferece. Além disso, a lista de e-mail ajuda a organização a manter um relacionamento mais próximo e duradouro com o público-alvo. 


É por meio  de campanhas por e-mail que os clientes potenciais são apresentados às promoções e novidades de sua empresa. Além disso, ele pode saber sobre eventos, textos informativos, conteúdo de redes sociais etc. 


Sendo assim, não adianta que esta lista de e-mail seja comprada ou baixada gratuitamente. Os endereços precisam ser orgânicos para que suas campanhas sejam bem-sucedidas. Para isso, é preciso montar esta lista pacientemente, por meio das informações que o público fornece, mostrando interesse em manter o contato com sua empresa. 


Caso você prefira o “caminho mais fácil”, poderá cometer erros graves em sua estratégia, direcionando os esforços de marketing para ações completamente ineficazes, entregando conteúdos importantes para quem não está interessado. 


Hoje em dia, o uso de redes sociais é tão grande que é comum que empresas foquem apenas nelas e não tenham como estratégia criar uma lista de e-mails. Enviar e-mails pode até parecer antigo, mas não está obsoleto. Na verdade, esta prática até está em crescimento. 


Informações necessárias para uma lista de e-mail


Conseguir montar uma lista de e-mail não é uma tarefa difícil. Isto porque as informações que precisam ser guardadas são bastante óbvias. Em primeiro lugar, você precisa ter em mente qual o perfil de cliente ideal que a sua empresa quer atrair. Isto ajuda a entender para quem as ações de marketing serão destinadas. 


Isto está diretamente envolvido com a criação de personas. Por isso, não esqueça que dados como interesses, gênero, hábitos, faixa etária, escolaridade e renda, por exemplo, são muito importantes. 


Daremos a seguir exemplos de informações importantes para a sua lista de e-mail: 


· Nome completo; 


· Idade;


· E-mail;


· Profissão;


· Empresa em que trabalha;


· Cargo; 


· Segmento; 


· Interesses. 


Vantagens de ter uma lista de e-mails


Agora que você já entendeu o que é e como fazer, vamos falar das vantagens de ter uma lista de e-mails bem construída para a sua empresa. 


1. Troca de informações:


O e-mail é um canal de comunicação. Ele é utilizado para fazer trocas de informações. Além disso, serve ainda para que os usuários se inscrevam em páginas de empresas ou blogs nas quais estão interessados em receber conteúdo. 


Isto demonstra que o e-mail é um excelente local para aprendizado sobre o comportamento e hábitos de seu cliente. Você poderá descobrir o que ele se interessa e aprender com isso, para lhe oferecer um bom serviço, com base nas expectativas dele.  


2. Redirecionamento do Tráfego:


É possível redirecionar o tráfego de seus clientes ao site da sua empresa através da lista de e-mails e, consequentemente, do e-mail marketing. Como eles fizeram a inscrição para receber informações por meio  do seu boletim informativo, é possível oferecer promoções e serviços, direcionando-os para uma visita à sua página. 


3. Personalização de Mensagens: 


Uma estratégia de e-mail marketing utilizando sua lista de e-mails não se resume apenas oferecer promoções, ofertas e descontos. Tem muito mais além disso. 


A sua lista de e-mails pode ajudar a se comunicar com seus clientes diretos e também com os novos usuários. É possível montar uma estratégia onde as mensagens sejam personalizadas, atingindo de maneira adequada grupos de consumidores e até mesmo indivíduos inscritos em sua newsletter. 


Um exemplo disto é criar uma promoção especial para um cliente que está fazendo aniversário. Mas para isso, sua lista de e-mails precisa ter a maior quantidade possível de informações e estar sempre atualizada. 


4. Respostas aos e-mails: 


A lista de e-mails vai ajudar você a receber respostas de clientes e leads. Não esqueça de responder às mensagens que chegar até você. Também é importante salvar e-mails e informações de pessoas que enviem mensagens. No entanto, eles precisam ser classificados de maneira diferente. Você não pode classificar todos como clientes em si.  


Responda aos e-mails o mais rápido possível para que se construa um relacionamento entre sua empresa e seu usuário. As pessoas gostam de se sentir acolhidas. Isto faz  sua marca crescer. 


5. Orçamento curto: 


Manter uma lista de e-mails é uma dica importante para quem tem um baixo orçamento para ações de marketing. Mesmo que você deseje utilizar ferramentas tecnológicas mais elaboradas, que organizem a lista e envie mensagens, em geral elas costumam ser muito mais baratas do que uma grande campanha de marketing. 


Como aumentar sua lista de e-mails?


Agora que você já sabe como criar e quais as vantagens, vamos mostrar algumas maneiras de aumentar sua lista de e-mails.  Ofereça:


· Ofereça e-books para os usuários em troca de inscrição em seu site. Isto faz apenas os interessados no conteúdo do seu livro digital se inscreverem; 


· checklists para quem se inscrever em sua newsletter. As checklists são listas com várias ações que ajudam a realizar determinadas tarefas, como montar a mala para uma viagem; 


· resumos de artigos e outros conteúdos relevantes; 


· infográficos também chama a atenção de futuros clientes; 


· cursos gratuitos, através de inscrições por e-mail;


· ferramentas aos usuários em troca de inscrições em seu site ou landing page; 


· templates aos usuários. 


Todos esses exemplos farão  os usuários interessados enviarem seu e-mail e se inscreverem em seu site. Assim, você pode reunir esses dados e montar sua lista com pessoas interessadas no que você tem a dizer. 


Este post esclareceu suas dúvidas? Agora, acesse o site da Redaweb e conheça nossos serviços. Entre em contato pelo nosso telefone 0800 750 5564 e assine um plano de produção de conteúdo.