Entenda como a fórmula dos virais pode ajudar a sua empresa

O termo “viralização” se tornou muito comum para falar sobre publicações ou páginas que conquistaram um número muito grande de visualizações e compartilhamentos. A grande repercussão, que muitas vezes é surpreendente, nem sempre é tão positiva quanto aparenta. Afinal, vírus tem relação a uma doença que se espalha rapidamente e sem controle, como uma epidemia da web. 

O marketing digital pode usar a viralização como algo favorável nas estratégias de mídias sociais. A arte de tornar uma publicação superpopular e com incrível velocidade não tem uma fórmula específica, mas requer técnica, experiência, habilidade e até mesmo sorte em estar na hora certa e com as pessoas ideais. 


Por que o marketing viral é importante?

O marketing viral existe e utiliza os princípios básicos de uma viralização acidental para gerar benefícios à página. Afinal, o compartilhamento de publicações é um dos pilares do social mídia, que ajuda a propagar o conteúdo e a mensagem da marca e a trazer novos seguidores. 

Parece um processo simples o de viralizar uma publicação, mas é preciso um planejamento estratégico bastante detalhado. Ele define o público-alvo, identifica o que deseja e o que o move a se engajar em publicações. 

Em uma rápida avaliação, todos os conteúdos publicados são relevantes e merecem destaque, seja em textos, vídeos ou imagens. Mas saber qual será mais popular e tem mais possibilidades de se tornar viral depende muito de uma série de fatores - e mesmo assim não é possível afirmar com certeza que atingirá o objetivo. 

Não há como prever que o conteúdo vai viralizar, mas há recursos que podem identificar o potencial de uma publicação para que se popularize. Entre os métodos utilizados estão a resposta para a capacidade de causar emoções, se é algo impactante para o entretenimento, se tem capacidade para surpreender o usuário e se o público-alvo vai se identificar com a publicação. 

Basta observar as publicações virais da atualidade. Muitas têm um lado cômico evidente, enquanto outras apresentam informações relevantes. Há ainda denúncias, vídeos reais sobre acidentes e crimes, histórias reais de superação, declarações de amor e perdão, entre outras que provocam sentimentos de solidariedade, revolta, raiva e empatia. 

É peculiar que conteúdos de alta qualidade possam se tornar mais engajados, pela riqueza de seu material fornecido. No entanto, a situação do viral é que a publicação seja orgânica e sua propagação ocorra de forma natural e gratuita. 

O marketing viral anseia essas publicações que explodem nas redes sociais, porque elas não são ignoradas por ninguém, mesmo que não tenham reação positiva como o desejado. Destacar-se de forma massiva é um impacto muito intenso em um ambiente de alta competitividade, onde cada espaço é tão valioso para chamar atenção do seu público. 

O uso de redes sociais tem como intenção expor a marca de forma positiva, encontrar seu público-alvo, conquistá-lo para seu produto ou serviço, fazê-lo adquiri-lo e ficar satisfeito com a aquisição. Essa sequência de intenções só consegue ser superada em cada passo se houver visibilidade do conteúdo publicado. 

As pessoas precisam conhecer o que é oferecido, sentirem-se seguras sobre a qualidade e serem convertidas em clientes por meio do conteúdo. Essa boa reputação não é conquistada em um estalar de dedos, mas com rigor nas estratégias e na manutenção de publicações de alta qualidade. 

A viralização de um conteúdo permite que ele viaje para além de suas fronteiras e possa atingir pessoas que não estavam diretamente conectadas a ele. Porém, as ações que levam uma publicação a se tornar viral devem estar amparadas por uma página com base forte e bem produzida. O que significa ter ótimos conteúdos anteriores, que sejam capazes de atrair o visitante que chegou até a página por meio da postagem viral. 


Como viralizar seu conteúdo?

Nem sempre o sucesso depende do talento ou do dinheiro investido. Embora estes sejam fatores relevantes e necessários para ajudar a chegar próximo do objetivo, a responsabilidade pela viralização não está apenas nas ações de marketing, mas também nos usuários que estarão diante da postagem. 

A ideia não é construir uma publicação viral por excelência, mas com grande potencial para que isso ocorra. Esse direcionamento deve se perpetuar para todos os conteúdos e o foco é torná-los bem-sucedidos, a fim de que atendam aos seus fins. 

Grande parte do conteúdo que se torna viral apresenta links patrocinados e postagens em outras mídias digitais. A maior amplitude de visualização pode torná-lo viral ao atrair a curiosidade do usuário da internet, cuja reação pode desencadear o processo. Mas é preciso cair no gosto do público-alvo, ir além do que foi planejado. 

O marketing viral não tem parâmetros tangíveis, sendo impossível aceitar uma exigência direta do cliente para que sua publicação viralize. O que pode ser feito são campanhas com alto potencial de viralização, além usar técnicas estratégicas para incentivar os compartilhamentos, mas ainda assim os resultados não são previsíveis por completo. 

Muitos virais se popularizam em horas, enquanto outros demoram até meses para atingir milhares de usuários. O conceito e as consequências são os mesmos, independentemente do tempo em que estouram nas mídias sociais. A febre instantânea da internet leva uma fama repentina à página e à marca, similar à de personalidades artísticas e seus trabalhos que causam comoção ao público. 

Não são só as redes sociais que são atingidas pelo marketing viral, mas ele também pode estar presente em aplicativos de mensagens, no boca a boca, em programas de TV e nos jornais que estimulam a visita à página da marca. Dentro desse campo, um case de sucesso é o link permanente do Hotmail, que oferecia e-mail gratuito apenas clicando nele. Logo ele se tornou o mais popular e conhecido da internet. 

O marketing viral pode ser confundido com a técnica de buzz marketing. Eles são, de fato,  bem semelhantes, porém diferentes em suas ações. O buzz marketing é um “burburinho”, causado pela publicação, fazendo-a ser comentada por outros usuários e mídias, estimulando um maior engajamento. 

Suas técnicas são bem específicas e visam atingir consumidores com mais chances de adquirir os produtos em lançamento. Por meio delas, as mensagens sobre o produto são ampliadas entre outras pessoas, gerando uma audiência, debates e o desejado burburinho. Já o marketing digital vai além de um produto específico, e sim o foco na qualidade do conteúdo para que ele se propague entre os usuários. 

Aderir ao marketing viral é fundamental para que as estratégias do marketing de conteúdos se potencializem. Ele permite alcançar um público-alvo mais distanciado dos primeiros limites e leva-os a serem convertidos a clientes. Portanto, ajuda a tornar a página mais destacada do que as da concorrência. 

Quer investir em um bom conteúdo para sua empresa, com potencial para tornar-se viral? Então conheça os planos que a RedaWeb, agência especializada em conteúdo, tem a oferecer! Entre em contato agora mesmo pelo site ou ligue para 0800 750 5564!