Entenda o básico para iniciar a estratégia de marketing na startup

É fato que toda empresa precisa de uma boa estratégia de marketing para alcançar seus objetivos, criando um ambiente de engajamento entre o empreendimento e o seu público interno e externo. Para que isso seja alcançado, é preciso que, antes de qualquer coisa, seja feita uma análise da empresa e, a partir daí, sejam traçadas as metas e objetivos de marketing.

Essa premissa é plenamente válida também para uma startup, tendo o diferencial de que esse tipo de empresa tem seus processos mais acelerados, levando as equipes de marketing a agirem de maneira proativa e conciliando os movimentos do mercado com o que essa startup deseja alcançar.

Pode parecer complexo, não é mesmo? Mas você perceberá que é mais simples e fácil de ser implantado do que imagina! Pensando nessa grande demanda do mercado, preparamos este artigo em que te ensinaremos os primeiros passos a serem dados para iniciar a estratégia de marketing em uma startup. Esse será o seu guia básico para começar a colocar em prática hoje mesmo as melhores técnicas e abordagens. Então, vamos ao que interessa?


Entenda o que realmente é uma startup

Toda estratégia começa com o real entendimento do cenário em que se transita. Isso é fundamental para quem está iniciando as atividades de marketing, principalmente, em uma startup. Mas, você sabe realmente o que é uma startup? Pode parecer uma pergunta sem sentido dado o número de informações atuais a respeito do tema, porém o seu conceito e definição vem mudando ao longo dos anos.

Atualmente, é correto definir uma startup como: um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza. Por essa definição você consegue perceber que o desafio para iniciar as estratégias de marketing em uma startup é maior que em uma empresa convencional? Devido ao seu cenário de incertezas e de grandes oscilações, cada passo precisa ser muito bem estruturado e medido em forma de indicadores de desempenho, para que o negócio possa ser adaptado ao longo do tempo.


Entenda o público da startup

Quando falamos em público de uma empresa, a primeira coisa que vem a nossa mente são os consumidores. Se essa também é a sua visão, então, temos a má notícia de que está indo pelo caminho errado!

Para que a estratégia de marketing na startup tenha êxito, é preciso que o foco abranja todo o ecossistema, ou seja, os clientes externos (público consumidor) e os internos (colaboradores e stakeholders), gerando engajamento entre todos os envolvidos.

Pelo fato de a startup ser uma organização com foco no crescimento acelerado, é fundamental que os seus colaboradores e acionistas se identifiquem com o que produzem, tenham paixão pelos resultados e façam dela uma fonte de realização pessoal e profissional.

Nesse instante entra em cena o endomarketing, ou seja, o marketing com foco no público interno, onde o funcionamento é muito semelhante com as estratégias do marketing para o público externo, mas com uma abordagem em proporcionar informações de relevância e criar um canal de comunicação aberto com os colaboradores.

Entender o público externo também é fundamental para estabelecer a estratégia de marketing na startup, afinal, assim como a empresa, os seus consumidores são voláteis, cujas demandas crescem em níveis exponenciais, fazendo esse negócio ter que se adequar de maneira ágil e efetiva, tanto na prestação dos seus serviços quanto nas abordagens realizadas pelas campanhas de marketing.


Escolha os canais corretos

Um dos principais pontos para iniciar uma estratégia de marketing na startup é escolher os canais corretos, afinal, de nada adianta ter as melhores ações veiculadas nos canais errados, nos quais não vai gerar o alcance esperado nas abordagens realizadas.

O público de uma startup costuma usar canais diferenciados, nos quais o consumo de informações ocorre de maneira mais fluída, otimizada e acelerada. Isso acontece pelo fato de que esse público faz parte de uma geração na qual as 24 horas do dia devem ser fracionadas em partes menores, proporcionando melhor uso do tempo.

Nesse contexto, os melhores canais para as estratégias de marketing são os digitais, principalmente, os que proporcionem o consumo de informações de maneira ágil, como por exemplo, os microblogs e plataformas com conteúdo visual. Isso vai alinhar a agilidade dos processos da startup com o perfil do seu público-alvo.


Invista em marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das formas mais efetivas para levar conhecimento aos seus clientes (internos e externos), fazendo-os perceber suas dores (problemas) do dia a dia, mas que em muitos casos não se fazem conscientes de que é preciso de uma solução.

Outro grande benefício do marketing como estratégia na startup é o fato de gerar conhecimento com base nos seus produtos e serviços, tornando-se autoridade e referência no assunto. Em consequência, vai melhorar o engajamento com o seu público-alvo, fazendo da sua marca a melhor escolha na hora que tiverem a necessidade de sanar uma dor ou suprir suas necessidades e demandas de consumo.

Dentro do marketing de conteúdo devem ser desenvolvidas as técnicas de SEO — Search Engine Optimization (otimização para motores de busca), garantindo que o seu conteúdo atinja o público correto, além de alcançar um melhor ranqueamento em buscas orgânicas.


Aplique o growth hacking

Muito utilizado como estratégia de marketing para crescimento acelerado de startups, o growth hacking é uma abordagem orientada a experimentos. Ele busca identificar brechas que não estão sendo aproveitadas para gerar melhores resultados na área de marketing.

Para isso é muito importante definir os principais objetivos a serem alcançados, levantar dados quantitativos e qualitativos, a escolha do modelo de alavancagem. Após essas etapas preliminares, avance para o ciclo de growth hacking, que são cinco:

  • Brainstorming;
  • Estabelecimento de prioridades;
  • Condução e documentação de experimentos;
  • Implementação de testes;
  • Análise de dados e aprendizado.

Na estratégia de growth hacking são utilizadas abordagens de baixo custo para a empresa, mas que geram resultados expressivos e em curto espaço de tempo.


Estabeleça as parcerias certas

Não é pelo fato de ser uma startup que a empresa vai agir de maneira isolada no mercado, ou seja, é fundamental estabelecer parcerias de negócios. Tenha a assessoria de uma boa agência de marketing que crie conteúdos com a cara da sua marca e produtos, que seja capaz de falar na “mesma língua” que os seus clientes e que demonstre a eles o que a sua empresa tem de diferencial.

Crie parcerias de divulgação e de criação de programas de produtos beta com um tom de exclusividade e de grupo seleto. Certamente, isso vai atrair atenção para a sua startup, afinal, quem não gosta de se sentir único e portador de algo que é para poucos? A partir daí é possível expandir para os outros públicos.

Conte também com a colaboração de outros players do mesmo segmento como estratégia de marketing em forma de parceria. Isso demonstra ao seu público que pode satisfazer as suas necessidades com base em um bom relacionamento.

Percebeu como é simples iniciar a estratégia de marketing na startup? Com as informações deste artigo você obterá ótimos resultados consumindo poucos recursos financeiros.

Sua empresa precisa de uma Agência de Conteúdo? A RedaWeb tem as soluções ideais para todas as suas necessidades e será sua parceira fiel que vai ajudá-lo a aumentar as vendas com o uso adequado das estratégias on-line de Marketing de Conteúdo. Acesse agora mesmo o nosso site ou fale com um dos nossos consultores pelo telefone 0800 750 5564.