Entenda os valores do Google Ads (antigo AdWords)

É difícil encontrar alguém que não esteja conectado atualmente. A internet trouxe muitas facilidades na hora da comunicação e do trânsito de informações. Mas, apesar de toda a praticidade, a internet ainda é um lugar lotado de conteúdo, e é nessas horas que algoritmos, como o do Google, separam os conteúdos que serão mais relevantes para cada usuário, considerando um número de infinitas variáveis e possibilidades. 

Considerando todo esse mar de informação, como se destacar? Com tantas páginas gerando conteúdo a cada segundo dentro da internet, é preciso usar algumas ferramentas e estratégias para que o público alcance e clique na sua página. 

Uma dessas ferramentas foi desenvolvida pelo Google. O buscador de sites mais famoso da internet criou um número muito grande de robôs e ferramentas que nos ajudam a chegar em sites relevantes de forma rápida e precisa. 

Mas, o Google também desenvolveu ferramentas para todos os criadores de conteúdo, a fim de que eles consigam alcançar o seu público-alvo, geralmente em primeiro lugar. Além das estratégias orgânicas, por exemplo, existe também o Search Engine Optimization (SEO), que em tradução livre significa otimização de mecanismos de busca. Mas, também existem as formas pagas de anúncios, que garantem a localização do seu site no topo das buscas do Google. Uma dessas ferramentas pagas é o Google Adwords, que agora mudou de nome para apenas Google Ads. 


O que é o Google Ads 

Em termos básicos, o Google Ads é uma ferramenta de links patrocinados de forma online, e as cobranças por tais anúncios são feitas de acordo com os cliques recebidos em cada anúncio. 

Um link patrocinado é uma forma rápida de alcançar o maior número de pessoas para acessar o seu site, podendo gerar assim uma receita com seus conteúdos online e marketing digital. O Google, pensando nisso, criou o seu próprio negócio de links patrocinados: o Google Ads. 

Os links que entram nesse serviço patrocinado do Google tendem a aparecer antes das primeiras buscas, de acordo com as palavras-chave usadas. Eles sempre vão aparecer antes de um resultado orgânico, não importa se a busca foi feita por um computador ou por meio de um smartphone. A plataforma deixa os anúncios bastante diferenciados na hora de uma busca. Em geral, existe um tipo de etiqueta ou uma barrinha escrita “anúncio” para informar que aquela busca não foi gerada por estratégias orgânicas. 

O uso de palavras-chave relevantes é uma forma bastante prática de entregar um anúncio relacionado à pesquisa de um usuário. A possibilidade de o usuário se interessar e clicar no anúncio é mais alta dessa forma. 

Apesar de ser uma das mais práticas, a rede de pesquisas não é a única forma de anúncio dentro da plataforma do Google. O anunciante pode contratar vídeos ou banners que podem aparecer em diversas partes ou áreas específicas dentro de vários sites que tenham uma parceria fechada com o Google. Essa forma de anúncio é conhecida como rede de display. A rede de display inclui ainda a plataforma de vídeos online YouTube, que também pertence ao grupo Google. 

O Google Ads é responsável pela maior parte de receita gerada pelo site. Em 2011, foi calculado que, de todo o montante acumulado de receita naquele ano, os anúncios foram responsáveis por mais de 90% do total. 

Anunciar com o Google pode ser uma estratégia fácil para novos sites divulgarem o seu conteúdo online e alcançarem seu público-alvo. Os resultados também podem ser um pouco mais rápidos do que as estratégias orgânicas. Além disso, um anúncio no Google significa divulgar no maior mecanismo de busca da internet. 

Apenas considerando os resultados em território brasileiro, o Google já retém mais de 90% de todo o market share de pesquisas. Ou seja, não importa que a empresa seja de pequeno, médio ou grande porte, anunciar no Google significa visibilidade direta a todos os clientes em potencial.

É preciso levar em conta, também, o fato de que o Google faz uma segmentação muito distinta na hora de realizar cada anúncio. Primeiramente, por meio de palavras-chave, os anúncios serão mostrados para buscas de frases ou palavras relacionadas diretamente com o site. 

Público-alvo direto: o Google entende que certo usuário pode se interessar pelo seu conteúdo e o anúncio é mostrado diretamente para ele, mesmo sem uma busca. Além disso, também é possível escolher o local exato para que o anúncio apareça, seja sites comerciais, sites pessoais ou até mesmo outros mecanismos de busca. 

A ferramenta de Ads do Google ainda permite separar o público-alvo por idade, local e também idioma. Desse modo, é possível criar um anúncio relevante para um público-alvo extremamente específico e ter uma garantia de cliques e acessos. 


Entendendo os valores de Google Ads

Os valores de um anúncio no Google podem variar de acordo com cada plano escolhido e formas de pagamento. As principais questões que podem gerar o custo final de uma campanha Google Ads são: custo por clique (lance de CPC), a qualidade das palavras-chave escolhidas e também como a concorrência direta está se posicionando na plataforma. 

O lance de CPC, ou Custo Por Clique, é baseado em um sistema muito semelhante a leilões. O Google tende a recompensar as empresas que apresentem uma campanha publicitária que seja de alta qualidade, mas ao mesmo tempo apresentem custos menos elevados e também um melhor posicionamento final do anúncio. 

Em termos básicos, o custo por clique é baseado no valor que a empresa está disposta a pagar por clique que será dado no seu anúncio. Sendo assim, a empresa só será notificada a pagar quando a sua propaganda receber um clique de usuário. Existem várias possibilidades de pagamento para cada clique, você pode definir, ainda, um lance máximo de R$ 2 para cada Custo Por Clique. 

Além disso, você também pode definir um orçamento diário. Ou seja, quanto estará disposto a gastar por dia em um anúncio do Google. A plataforma permite que você escolha quanto pode e quer gastar em um período de 24 horas. 

Já em relação às palavras-chave, esse é um fator muito relevante para o Google Ads. Essas palavras são os termos utilizados e buscados com frequência pelos usuários para buscar e encontrar conteúdos relevantes para eles. Ao criar um anúncio na plataforma, é preciso selecionar as palavras-chave mais relevantes, geralmente uma mais focada no assunto e outras que sejam derivadas. O planejamento de palavras-chave do Google permite que o anunciante veja o preço de cada uma que ele escolheu, qual o grau de concorrência das palavras e número de buscas por período. 

Já em relação à concorrência é um passo de marketing digital. É preciso acompanhar os concorrentes e, dessa forma, fazer uma análise clara e ampliar diretamente as estratégias de SEO e anúncios. 

Essas estratégias e ferramentas geram um melhor acesso para o seu site em pouco tempo! A RedaWeb garante o melhor conteúdo e marketing digital para o seu site. Entre em contato agora mesmo por meio do nosso site ou ligue para 0800 750 5564. Conheça todos os nossos planos de produção de conteúdo, com certeza um deles será perfeito para o seu site.