9 erros de Inbound marketing que toda agência deve passar longe

As ferramentas do marketing digital estão cada vez mais assertivas e capazes de atingir os objetivos de sucesso do cliente. Uma delas, o Inbound Marketing, vem sendo muito utilizada para atrair e converter clientes através de conteúdos relevantes de seus canais de comunicação. A estratégia não é direta e nem imediata, mas capaz de atrair pessoas com o perfil desejado e com capacidade para se manter fiel ao produto. 

É fácil se encantar com os benefícios e vantagens do Inbound Marketing, aliando um investimento de baixo custo a um resultado impactante. As possibilidades que podem surgir utilizando essa ferramenta adequadamente são reais, mas a empolgação e as muitas informações sobre Inbound Marketing podem levar a agência ao erro.  Conhecer bem todos os caminhos é fundamental para obter o seu máximo. 


Dicas para não errar mais no Inbound Marketing

É muito comum cometer erros na prática do Inbound Marketing, muitas vezes levado pelo entusiasmo com a ferramenta e falta de conhecimento pleno de sua abrangência. Em geral, a percepção desses erros ocorre na prática, durante uma campanha, e isso pode comprometer o resultado desejado. 

O inteligente conceito de Inbound Marketing abre um elo de comunicação com o seu público-alvo, oferecendo a ele conteúdos interessantes e capazes de ajudá-lo em suas demandas. Dessa forma, o conceito da marca diante do cliente se valoriza, sendo capaz de entender suas questões e oferecer soluções concretas. 

A relevância desse conteúdo para um público segmentado faz toda a diferença para um retorno positivo, que influencia diretamente no lucro e sua fidelidade. Sem dúvida, investir no Inbound Marketing é uma escolha certa e que atende muito bem as atuais formas de agir do mercado, mas é preciso saber bem sobre a ferramenta para usufruir dela positivamente. 

Ainda assim, é importante salientar que o Inbound Marketing não possui um pacote fixo de estratégias que devem ser seguidas à risca. Ele sempre está disposto a novas experiências e resultados, que só quem está bastante afiado com suas possibilidades pode atingir. Os conceitos básicos devem ser levados em consideração e praticados, já que só eles podem levar ao ponto objetivado pela agência e o cliente. 

Para evitar essas “pegadinhas” que teimam em aparecer e evitar que elas provocam um tsunami em seu projeto, listamos os nove erros de Inbound Marketing que toda agência deve passar longe:


1 - Não definir suas personas

Antes de começar as estratégias de Inbound Marketing, é fundamental definir a persona da sua marca e produto, ou seja, o cliente potencial para o funil de vendas. Para chegar até ela, é preciso identificar qual o perfil dos clientes que já consomem a marca, avaliando o seu poder de compra, idade, sexo, localização, comportamento, gosto e expectativas. 

Com as respostas que levarão à identificação da persona, é possível elaborar o tipo de conteúdo que será preparado para atendê-la. Só assim o material produzido será direcionado e atraente, sem generalizar e com o risco de não comunicar adequadamente a ninguém, muito menos criar uma audiência. 


2 - Publicar conteúdos sem regularidade

Equilibrar a publicação de conteúdos é fundamental para manter a audiência. Sem exagerar nas publicações e fazer com que o leitor acabe se desinteressando pelo material, o ideal é que as publicações sigam uma regularidade, capaz de criar uma relação promissora com leads e clientes. 

Essa falha de estratégia é bastante comum e crucial para manter os clientes captados, mesmo que o conteúdo seja, de fato, interessante. A falta de alimentação de conteúdos faz com que o leitor se disperse e busque outros locais para obter informações. Só com publicações planejadas e constantes, os usuários e futuro leads podem passar entre as fases do funil de forma natural e fluente. 


3 - Conteúdos sem qualidade

Talvez o maior erro de um Inbound Marketing seja não investir em conteúdos de qualidade, essencial da estratégia. Muitas vezes ele ocorre pela necessidade da agência em baixar muito os valores de seus pacotes, para manter os clientes, deixando de investir em pesquisa e em profissionais capazes de criar material relevante. 

Publicar conteúdos vazios, copiados de outros sites, repetitivos e que só falem da empresa compromete totalmente o resultado desejado da ação. Afinal, com esse tipo de conteúdo oferecido, o leitor perde o interesse e a empresa a credibilidade. 


4 - Focar apenas no curto prazo

O Inbound Marketing não é uma ferramenta para respostas imediatas e impactantes, mas um trabalho segmentado e contínuo, que em geral apresenta seus resultados em médio e longo prazo. Isso significa que a ferramenta não é uma estratégia que possa ser oferecida ao cliente que possui um déficit em vendas no mês e precisa de uma ação impactante para atrair seu público. 

Não há milagres, o que torna inviável um resultado imediato. É preciso um tempo para que o perfil do cliente consiga relevância nas redes sociais, assim como não é tão rápido atrair os usuários de forma orgânica para o conteúdo. Sem contar que o consumidor precisa identificar naquele conteúdo a solução para seu problema ou ao menos um caminho para que a obtenha, o que só se torna viável com a nutrição de leads através de e-mail marketing e conteúdos. 


5 - Falta de alinhamento entre marketing e o setor de vendas

Em um passado recente, os setores de marketing e vendas não eram alinhados e trabalhavam de forma distinta, o que afetava diretamente o resultado de ambos. Mesmo que as ações de Inbound Marketing sejam impecáveis, consigam elevar a marca e atrair leads, se o vendedor não estiver pronto para atendê-lo de imediato, tudo pode se perder. 


6 - Uma só pessoa agindo em todas as etapas

Saber delegar tarefas é um dos princípios básicos de uma boa gestão, especialmente de marketing. Ao colocar apenas uma pessoa para assumir todas as responsabilidades pode gerar uma sobrecarga sobre ela e impedir que identifique falhas ou pontos a serem trabalhados. 

Depois de planejar as etapas do Inbound Marketing, incluindo a identificação da persona e os canais de divulgação, busque quantas pessoas precisam estar incluídas no projeto para a realização das tarefas, uma vez que cada uma terá sua função e assumirá as responsabilidades sobre elas. 


7 – Esquecer-se do CTAS ou não os usar corretamente

Os Call-to-Actions, conhecidos como CTAs, são parte integrante e essencial para bons resultados de um Inbound Marketing. Eles servem como primeira atração dos possíveis clientes e devem ter um texto interessante, instigante e informativo, tal como é o conteúdo que ele convida a ser lido. 


8 - Não mensurar resultados

Um dos maiores benefícios do marketing digital é a possibilidade de mensurar detalhadamente suas ações, sendo possível reverter ou turbiná-las. Os indicadores chave de desempenho, conhecidos como KPI, monitoram as ações e indicam se a publicação não atendeu as expectativas, seja pelo assunto, horário da publicação, entre outros. 


9 - Falta de clareza nos objetivos

Para realizar o Inbound Marketing é preciso ter objetivos claros sobre o princípio, meio e fim da campanha. Ter a exata noção do que se deseja conquistar é o princípio básico para que todas as ações sejam realizadas. Seja para ganhar relevância no mercado, manter a fidelidade do cliente ou para atrair mais leads qualificados, é preciso ter certeza do que se quer. 

O Inbound Marketing tem sido uma das estratégias mais bem-sucedidas do marketing digital e atraindo ótimos resultados. Mas, a empolgação com a ferramenta tem levado as agências a cometerem erros que podem prejudicar, substancialmente, toda a estratégia. 


Ficou curioso (a)? Saiba mais sobre os principais erros cometidos e potencialize seu sucesso acessando o site da RedaWeb ou entrando em contato conosco através do número 0800 750 5564.