Freelancer como profissão: dicas para gerar renda

Trabalhar como freelancer faz parte da rotina de muitos profissionais no mundo todo. Ainda que uma grande parcela da sociedade enxergue esse modelo de trabalho como algo informal e sem garantias, é preciso valorizar o freelancer como profissão e agregar valor ao nosso trabalho. 

O freelancer é um profissional autônomo que exerce suas atividades sem vínculo empregatício. Sua renda depende da quantidade de trabalho que ele entrega e da disponibilidade de tempo para criar.  

Se você atua como freelancer e quer gerar mais renda trabalhando nesse modelo de trabalho, confira nesse post quais as vantagens de seguir a profissão e saiba 8 dicas para ganhar credibilidade com o seu trabalho e gerar uma renda melhor.  

Crie uma rotina de trabalho e organize seu tempo

Primeiramente, é preciso criar uma rotina de trabalho e organizar as suas atividades diárias como freelancer. Se você ainda está estudando e faz freelancer para complementar a renda, por exemplo, saiba separar a rotina de estudos da sua rotina profissional.

Se você é um profissional que decidiu seguir o freelancer como profissão, também é importante manter uma rotina de trabalho bem organizada. Claro, sabemos que uma das vantagens de trabalhar freelancer é a flexibilidade nos horários.

No entanto, acaba sendo muito mais produtivo seguir uma rotina diária de trabalho e ter plena organização do seu tempo. Sem isso, o trabalho como freelancer nunca irá gerar a renda que você deseja e você nunca sentirá plena satisfação no trabalho freelancer.

Considere abrir um MEI

Se você já está trabalhando como freelancer há algum tempo e sente-se satisfeito com essa rotina de trabalho, considere formalizar-se como Microempreendedor Individual (MEI). 

Além de contar com inúmeras garantias previdenciárias, se formalizar como MEI agrega credibilidade ao seu trabalho, pois o cliente passa a vê-lo como freelancer profissional e não como alguém que só quer um trabalho extra. 

Ganhe experiência na sua área

Outro fator importantíssimo para seguir o freelancer como profissão é ganhar experiência com o seu trabalho. Um designer que está dando iniciando sua carreira produz muito menos do que um designer profissional. Sem contar a qualidade do trabalho, que é bem discrepante!

Por isso, tenha em mente que mesmo atuando como freelancer é importante não pular etapas. Claro, sempre é bom ter uma renda a mais no fim do mês, no entanto, a experiência e a qualidade do seu trabalho serão determinantes para que você possa gerar uma renda cada vez maior atuando como freelancer. 

Desenvolva trabalhos com excelente qualidade

Por mais que demore um pouco mais e seja mais trabalhoso desenvolver um trabalho de ótima qualidade, jamais entregue um trabalho “meia boca” para o seu cliente. Coloque-se no lugar do seu cliente e faça os seguintes questionamentos: 

  • Esse material foi bem elaborado? 
  • Ele tem qualidade técnica?
  • Ele cumpre os requisitos do briefing?
  • Ele é publicável?

Se o material desenvolvido não possui a qualidade que o cliente espera, sua imagem como freelancer poderá ser prejudicada. Por isso, sempre desenvolva trabalhos únicos e surpreenda a expectativa do seu cliente. 

Se ele confia no seu trabalho e sabe que todo material é entregue com qualidade, certamente ele indicará seu trabalho para outras pessoas e você terá mais demanda para atuar como freelancer.

Gere resultado para o seu cliente

Ser freelancer é gerar resultado para o seu cliente. O trabalho do freelancer muitas vezes é técnico e específico. Sendo assim, se o trabalho não gera o resultado que o cliente espera, a tendência é que ele crie desconfiança e até mesmo encerre a parceria com você. 

Antes de pegar um trabalho, explique exatamente as estratégias e o tempo para alcançar os resultados. Em uma campanha de marketing de conteúdo, por exemplo, é preciso deixar claro que o resultado ocorre de médio a longo prazo, e não apenas com um blog post.

Por isso, é importante alinhar as expectativas do cliente com o resultado do trabalho e nunca prometer o que não se pode cumprir, pois isso pode manchar a sua imagem como profissional. 

Não abandone a vida social

Escolher o freelancer como profissão possui diversas vantagens como: renda; flexibilidade nos horários de trabalho, liberdade para trabalhar onde quiser, menos gastos, entre outras.

No entanto, é importante que você não se afaste completamente da vida social e dê importância a saúde mental.  De nada adianta trabalhar incansavelmente e gastar parte da sua remuneração com terapia e psicólogos, não acha?

Dessa forma, tente manter uma vida saudável. Veja alguns exemplos para pôr em prática no seu dia a dia: 

  • Pratique exercícios físicos regularmente;
  • Faça cursos presenciais;
  • Frequente palestras e workshops;
  • Saia com amigos;
  • Disponibilize tempo para a família;
  • Guarde tempo para o seu entretenimento; 
  • Entre outros.

Assim, você consegue manter o foco no seu trabalho freelancer, mas também distrai a sua mente com outras coisas que são importantes para sua saúde física e mental. Isso será fundamental para que sinta plena satisfação no seu trabalho e mantenha um estilo de vida saudável! 

Fortaleça seu Networking

Criar uma boa rede de contatos é essencial para qualquer profissional. Trabalhando como freelancer isso será muito mais importante do que imagina!

Hoje em dia é bastante comum que as empresas busquem referências na internet para projetos e contratação de serviços profissionais. Mas a indicação pessoal ainda é uma das formas mais utilizadas quando o assunto é demandas de trabalho.

Por isso, é importante que você divulgue o seu trabalho para o maior número de pessoas da sua rede de contatos e mostre que está disponível para outros jobs. Ou seja, é fundamental sempre dar visibilidade ao seu trabalho como freelancer profissional. 

Você também pode fortalecer seu Networking tendo contato com pessoas da sua área em eventos, cursos, palestras, workshops e outros eventos sociais que reúnem pessoas interessadas em adquirir conhecimento e debater as tendências da área.

Também é possível fortalecer seu Networking pela internet, divulgando seu trabalho nas redes sociais, grupos, fóruns, etc. O importante aqui é não se isolar no seu escritório e fazer com que seu trabalho seja visto e reconhecido!

Invista em especialização!

Cada vez mais as empresas buscam por profissionais com múltiplas habilidades e que sejam flexíveis para diversas tarefas. Por isso, é importante que o profissional freelancer saia da zona de conforto e se especialize em potenciais demandas das empresas em que presta serviços.

Vamos supor que você trabalha como produtor de conteúdo para empresas. Seria uma boa alternativa se especializar na área de programação e oferecer novos serviços como desenvolvimento de aplicativos, sites, blogs, entre outros.

 Ou seja, investir em especialização é mostrar que seu trabalho como freelancer é sua profissão e o seu cliente pode confiar num trabalho técnico, criativo e de qualidade!

Gostou das dicas? Entre no site da RedaWeb e conheça como nossos profissionais atuam na produção de conteúdo e gerando resultados para nossos clientes!