Gaps de conteúdo no segmento de mercado: saiba como encontrá-los

Independente da frequência de postagem, um calendário de conteúdo exige muitas ideias. O brainstorm com toda a equipe, sem dúvidas, é necessário, mas não podemos parar por aí. Mesmo encontrando diversas pautas, invariavelmente, teremos lacunas de conteúdo. Chamamos isso de gaps, e vamos tentar entender por que são importantes e como encontrá-las.

Existem algumas variações sobre o entendimento do que são gaps. Algumas pessoas acham que a lacuna está na diferença entre o que o público pesquisa e o que encontra. Outras afirmam que as gaps são todos os assuntos que ainda não foram “cobertos” pela concorrência.

Ambas as abordagens estão corretas e fornecem meios para tentarmos traçar uma forma de encontrar as gaps de conteúdo.

Como encontrar gaps de conteúdo

Vejamos abaixo, 11 dicas fundamentais para achar as gaps de sua estratégia de conteúdo.

Defina o objetivo

Toda estratégia precisa de um objetivo, portanto, quando procuramos por lacunas de conteúdo, devemos ter um porquê. É o site que está mal posicionado nas páginas do Google? A atração de um público que não é o meu? O baixo número de leads ou conversões?

O primeiro passo para elaborar a estratégia é definir precisamente o que queremos atingir. Isso vai estabelecer os meios principais. Por exemplo, se estamos mal posicionados nas páginas do Google, os esforços precisam ser direcionados em identificar palavras-chave adequadas para posicionar bem.

Já se o objetivo é aumentar o número de leads, precisamos entender por onde o público qualificado entra no funil e qual conteúdo mais indicado para ele, aquele que provavelmente não está sendo oferecido.

Definir o objetivo não é selecionar as táticas, mas apenas as prioridades. Feito isso, vamos para o segundo passo.

Analise a concorrência

A análise de concorrência para muitos é a ação que gera mais resultado. Isso porque você conhece a estrutura de conteúdo utilizado por ele. Ou seja, você descobre o que está levando o público para o site dele e gerando resultado.

A partir daí é possível não só melhorar sua estratégia atual, mas também identificar os gaps de conteúdo. Ou seja, você irá criar conteúdos não ofertados pela concorrência e tornará melhores aqueles que ambos cobrem.

Para isso, você não deve se ater apenas ao assunto do conteúdo, pois aqui falamos de palavras-chave. A pauta é importante, mas a língua do Google são as palavras-chave. Você pode encontrar um assunto que seu site já abordou, mas por deficiência no volume de palavras-chave, nem chega a aparecer no buscador.

A própria pesquisa no Google já demonstra em torno dos quais termos o SEO está estruturado. Isso nos leva à conclusão de que o próprio motor de busca considera aquelas combinações de palavra-chave relevantes. Então, é só trabalhá-las.

Estude seus clientes

Podemos falar do público-alvo, que lhe dá pontos de partida para criar conteúdos com base nas necessidades. Uma simples pesquisa na internet pode nos direcionar esse caminho. Contudo, é ideal voltar-se para o cliente, pois ele já é um adepto do seu produto ou serviço.

Por isso, pergunte diretamente sobre o que ele desejaria consumir ou questione o que ele acha do seu conteúdo.

Pergunte também sobre as razões de ter preferido sua marca e como chegou até ela. Também utilize os leads da base. Por exemplo, se alguém pedir para cancelar a assinatura de e-mail, procure descobrir por quê. 

Por fim, crie pesquisas adaptadas para identificar o gap de conteúdo. Um formulário breve, direto ao ponto, pode ajudar sua estratégia a identificar gaps de conteúdo.

Leia comentários no YouTube

Pouco se fala da importância do YouTube para identificar gaps de conteúdo. A plataforma é uma das mais utilizadas pelos consumidores, e facilmente você encontra discussões nos comentários. 

Em muitos casos, o público pede conteúdo, faz perguntas e revela dúvidas frequentes. O seu trabalho é apenas fazer uma pesquisa nos canais produtores de conteúdo para seu público e passar pelos comentários desses vídeos.

Use ferramentas do Google

Como afirmamos, o próprio Google fornece informações preciosas. Primeiramente, você pode fazer uma lista com as palavras que estão sendo utilizadas. O Google Trends fornece essas informações, junto com dados relevantes sobre o público.

Outra forma de ver são as próprias sugestões de pesquisa do Google, que ficam no campo de digitação ou abaixo de algumas pesquisas. O Suggests dá, também, variações de palavras-chave e caudas longas, ou seja, pesquisas mais abrangentes.

O Google ainda possui as ferramentas de palavras-chave do Adwords e o Search Control, que fornece boas ideias sobre as pesquisas.

Sites de review

Outra forma é buscar feedbacks de clientes de empresas da sua área. Você vai encontrar algumas informações bastante precisas sobre gaps de conteúdos. Basicamente é o público que você busca revelando por que gostou ou se decepcionou com empresas do seu nicho.

Jornada de compra

Se você mapear a jornada de compra do seu cliente, consegue informações muito interessantes. Você descobre de quais canais costumam vir, quais as principais dúvidas, os problemas mais recorrentes, além das informações demográficas advindas do que mais compra.

Dessa forma, você tem uma definição muito boa do caminho percorrido. Você consegue perceber, comparando com as lacunas na internet, onde os produtores de conteúdo ainda não estão presentes.

Ferramentas de palavra-chave

Mencionamos o Google Ads, mas existem inúmeros softwares e plataformas que fornecem pesquisas de palavras-chave. Boa parte delas possuem versões gratuitas. Algumas ferramentas até dão análises mais precisas, como os links que sustentam a página da concorrência. Essas ferramentas são fundamentais para o tipo de trabalho que queremos fazer.

Análise de anúncios

Ao fazer uma breve pesquisa no Google, um leilão é feito entre os anunciantes para aparecer no topo da página de pesquisa. Esses anúncios têm informações interessantes, pois demonstram quais as palavras-chave mais disputadas, isto é, as mais procuradas pelo seu público.

Assim, aqueles anunciantes que aparecem estão segmentando a intenção do público por meio do seu conteúdo. Essas análises irão ajudar a identificar os gaps.

Visite grupos e fóruns

O trabalho não é tão custoso e pode render muitos frutos. Pesquise por algumas discussões na internet que sejam recentes e cruze as informações sobre as demandas com as pesquisas no Google. Assim, você sabe se o que está sendo discutido já tem concorrência.

Auditoria

A melhor maneira de ter uma visão completa de gaps de conteúdo é contar com auditoria. Você obtém um entendimento rápido e prático para sua estratégia, podendo descobrir os pontos fortes e fracos do seu conteúdo. 

Mas tão importante quanto querer um trabalho bem feito é contar com a ajuda de especialistas. Evidentemente, o marketing digital pode ser de fácil compreensão e entendimento, mas resultados bons e rápidos também exigem agilidade de especialistas.

Caso queira ajuda para trabalhar o seu conteúdo, acesse nosso site ou entre em contato conosco pelo número 0800 750 5564 e contrate um plano de conteúdo.