Garanta um conteúdo exemplar com ideias para o briefing

Briefings são uma ferramenta indispensável para as agências de conteúdo poderem realizar suas atividades. É através dele que os redatores podem realizar seus trabalhos e produzir textos que atendam às necessidades dos clientes. 

O briefing nada mais é do que as orientações a serem seguidas durante a realização de alguma tarefa. Ele vai dizer quais temas devem ser tratados, quais evitar e para quem os textos devem ser escritos.

Dessa forma, um briefing bem feito é essencial para que os conteúdos produzidos estejam de acordo com o planejamento da empresa, atingindo, assim, os objetivos propostos.

Neste artigo, nós vamos falar mais sobre os briefings, sua importância para a produção de conteúdo e te mostrar algumas ideias para garantir um conteúdo exemplar.

O que é o briefing?

A palavra briefing é de origem inglesa e não possui uma tradução literal para o português. Isso porque o sentido aplicado a ela é o mesmo nas duas línguas.

Entretanto, podemos explicar o briefing como um resumo de determinada situação. Ele é a principal ferramenta de um planejamento. É o documento no qual a equipe responsável pela realização da atividade encontrará o que será preciso para executá-la.

O briefing pode ser utilizado para orientar qualquer tipo de atividade, podendo ser adaptado às necessidades de vários setores distintos. Entretanto, em todos eles, essa ferramenta irá conter as informações mais relevantes para a execução da atividade. Ela vai trazer um resumo do problema a ser resolvido e as possíveis soluções.

Dessa forma, é extremamente importante que a equipe envolvida saiba interpretar as informações contidas no briefing, sendo capaz de realizar suas tarefas corretamente.

Quando falamos sobre briefing para a produção de conteúdo, nos referimos ao documento que contém informações e instruções passadas pelo cliente, para que o redator possa elaborar o texto corretamente.

Finalidade do briefing

O briefing atende a outros objetivos, além de ser um resumo explicativo sobre determinada atividade. Pode-se entender que essa ferramenta tem a capacidade de:

  • Sistematizar as informações: já que reúne todos os dados relevantes para a realização de determinada atividade. Dados esses que vêm de diversas fontes, como clientes, pesquisas e do mercado;
  • Organizar e disponibilizar as informações levantadas: funciona como um agregador físico das informações que estão dispersas. Facilitando, assim, o acesso aos dados necessários;
  • Fundamentar o trabalho: são as informações contidas nos briefings que servirão de base para a realização das atividades. É nelas que as estratégias construídas devem se sustentar;
  • Inspirar: as orientações do briefing servem de fonte de inspiração para os produtores construírem os conteúdos desejados pelo cliente;
  • Delimitar e direcionar: as informações do briefing é que vão orientar a direção que a produção de conteúdo deve seguir. Além disso, elas também indicarão até onde os redatores poderão ir e quais temas não devem ser abordados.

Informações contidas em um briefing

Para que o briefing possa orientar o pessoal da criação de conteúdo na direção correta, precisa responder a uma série de perguntas. Oferecendo as informações essenciais de uma forma simples e direta.

  • Objetivos a serem alcançados: deixe claro quais os objetivos pretende alcançar com aquele conteúdo. E, se possível, coloque-os em ordem de importância, para que o objetivo principal fique em destaque;
  • Responsáveis: quem deve fazer e o que deve ser feito. Além disso, é interessante informar qual é o prazo final para a realização dessa tarefa;
  • Contexto da empresa: explicar como a empresa se comporta dentro do seu mercado e como ela se comunica com os clientes. Dessa forma, é possível manter um padrão de comportamento;
  • Público-alvo: identifique quem é a persona da empresa, quais as suas características, anseios e necessidades. Assim, os conteúdos serão pensados para atingir esse público específico;
  • Mercado: explique sobre o mercado em que a empresa está inserida. Como, por exemplo, suas características e peculiaridades;
  • Forma: indique em qual o formato o conteúdo deve ser produzido. Por exemplo, se deve ser um ebook, um artigo ou um vídeo;
  • Concorrentes: aponte quais são os principais concorrentes e, consequentemente, empresas que não podem ser utilizadas como fontes para a produção de conteúdo;
  • Prazos: até quando o trabalho deve ser entregue;
  • Informações adicionais: qualquer tipo de informação que achar necessária para a elaboração de um conteúdo de qualidade.

Não podemos esquecer de que não existe um modelo único para a elaboração de um briefing. Ele deve se adequar às necessidades de cada empresa, enfatizando as informações que considera essenciais.

A seguir, vamos apresentar um modelo simples de briefing para a produção de conteúdo:

  1. Nome da Empresa;
  2. Qual a sua persona? 
  3. Etapa do Funil de Vendas;
  4. Tom de Voz;
  5. Objetivos;
  6. Liste as palavras-chave que você está buscando otimizar nos mecanismos de busca; 
  7. Temas;
  8. Liste os sites que você considera como referência no seu segmento; 
  9. Onde os redatores podem buscar imagens para lhe sugerir? 
  10. Escolha o tipo de conteúdo a ser produzido; 
  11. Informações extras.

Ideias para construir um briefing sensacional

Montar um briefing de uma maneira correta pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso. Apesar de ser uma ferramenta de montagem simples, não pode ser elaborada displicentemente.

A seguir, apresentaremos algumas ideias que podem ser seguidas durante a elaboração de um briefing vencedor.

Evite ser formal demais, o briefing é uma forma de comunicação entre o cliente e a agência. Por isso, use um tipo de linguagem que facilite a compreensão de todos os envolvidos.

O briefing não é um roteiro fixo e imutável, ele é a base para a criação dos conteúdos. Esteja aberto às possíveis mudanças que possam vir a acontecer durante o processo de produção.

No momento da elaboração do briefing, são levadas em consideração uma grande quantidade de informações. Mantenha o foco, forneça as informações pertinentes para que o objetivo seja alcançado.

Não seja extremamente técnico na elaboração do briefing. Esse tipo de construção pode desviar a atenção dos temas que devem ser abordados para o documento em si. Além disso, esse tipo de linguagem pode dificultar o entendimento do briefing. Isso não quer dizer que o conteúdo não deva ser produzido usando uma linguagem técnica, mas que ela pode dificultar as conversas entre o cliente e os produtores de conteúdo.

Utilize como fonte de informações para o briefing profissionais que sejam gabaritados para isso e que possuam algum poder de decisão. Assim, os dados transmitidos estarão em concordância com o que a direção da empresa cliente procura do conteúdo a ser produzido.

Acesse o site da RedaWeb ou ligue para 0800 750 5564 para assinar um de nossos planos de produção de conteúdo. Nossos textos são originais e produzidos por profissionais qualificados.