Marketing de Conteúdo x Google AdWords

O bom funcionamento de uma organização está intimamente ligado à forma escolhida para a comunicação e engajamento com os consumidores. Para estreitar a relação com esse público, ou então direcioná-lo para onde interessa, entram em cena diversas estratégias de marketing. Na base de todo planejamento está à busca por um princípio enganosamente simples: os clientes precisam conhecer a sua organização. 

Não importa se o seu foco são produtos ou serviços. Se o público não tomar conhecimento do que a sua empresa tem a oferecer, torna-se impossível conquistá-los. Atualmente é um consenso que esse processo de reconhecimento é imensamente facilitado pela internet. Porém isso não irá resumir tudo o que pode ser alcançado com o marketing digital.

Promover uma determinada marca não serve apenas para que o público-alvo tenha acesso ao que oferece a organização. Trata-se também de uma ação que vai influenciar diretamente na capacidade competitiva e estratégica da empresa. Desde a década de 90 esses esforços de marketing vêm convergindo cada vez mais para o ambiente digital. E a razão para tanto, vai além das facilidades de divulgação introduzidas pelas tecnologias da informação. Pois o fato mais importante, é que a internet é útil onde estão os consumidores. Sejam esses quais forem.

Nesse ambiente as práticas de marketing digital vão ser o método principal de atração de clientes. Entre as ferramentas disponíveis duas vão se destacar: a marketing digital e os Adwords. A partir daí, a dúvida que se coloca diante das organizações diz respeito a qual estratégia escolher. Afinal, é mais vantajoso optar pelo marketing de conteúdo ou por links patrocinados? Onde a captação de clientes será mais eficaz? Vamos analisar cada uma dessas ações neste artigo e determinar quem é melhor comparando Marketing de Conteúdo x Google AdWords.


Analisemos primeiro os Google AdWords. Sempre que é feita uma pesquisa no site de busca, você pode notar que alguns links surgirão em destaque. Esses costumam ser as primeiras posições nos resultados da sua pesquisa. Trata-se de links patrocinados, em que um anunciante cadastrado paga para que seja feita a publicidade do seu conteúdo.

É claro que esse serviço não vai servir apenas para melhorar seu posicionamento em motores de busca. A ferramenta do Google permite também que a promoção do seu serviço ou produto aconteça de forma direcionada e segmentada, e sempre com a possibilidade da mensuração de resultados. Elencando todos os benefícios em uma lista teremos o seguinte:

Segmentação e direcionamento: como já mencionado, o Google permite que você defina quem receberá o seu anúncio. Outra possibilidade é escolher para qual fim da sua página esse visitante será direcionado. Você pode, por exemplo, relacionar o seu anúncio a uma busca sobre eletrônicos. Em sequência pode direcionar os visitantes do link patrocinado para a compra de um produto.

Personalização da mensagem: o conteúdo a ser exibido estará sob o seu controle. Seja o nível dos textos ou no que diz respeito à aparência dos anúncios.

Foco em vendas: o Google AdWords permite que seus produtos sejam oferecidos em momentos oportunos para o seu púbico-alvo. É uma colocação que poderá trazer efeitos diretos sobre o seu número de vendas.

Resultado imediato: se você precisa de acessos imediatos à sua página, então o AdWords é a alternativa ideal. O anúncio entra em vigor uma vez que o serviço tenha sido pago. O resultado é um bom ROI em curto prazo.

Dados estatísticos: o Google AdWords traz informações detalhadas de tráfego. Como, por exemplo, a quantidade de pessoas que chegaram à sua empresa através do link patrocinado. Também fica disponível a quantidade de cliques e visualizações por anúncio. Serão discriminados ainda localização, gênero e faixa etária desse público. E ainda há espaço para a exibição de porcentagens com taxas de engajamento e rejeição.

Potencial de alcance: a principal característica do Google AdWords é a posição privilegiada que ele irá proporcionar aos seus anúncios. Estar nos primeiros resultados do Google permite que um grande número de pessoas tenha acesso ao seu conteúdo.

O marketing de conteúdo, por sua vez, vai atuar de forma diversa dos links patrocinados. O principal foco dessa metodologia está em gerar relevância através da informação. O resultado tende a ser mais abrangente do que aquele alcançado pelos links patrocinados. Com essa estratégia os seguintes benefícios podem ser percebidos:

Reconhecimento da marca: o brand awareness, por vezes traduzido como consciência de marca, é uma forma de medir o reconhecimento da sua empresa. Em outras palavras, o quão conhecido você é entre os seus clientes potenciais. O marketing de conteúdo pode aumentar o seu brand awareness, tornando o seu negócio referência na sua área de atuação.

Maior engajamento: publicar conteúdo relevante aumenta a interação entre empresas e clientes. Essa é a chave para um maior engajamento com o seu público-alvo, especialmente se você oferece soluções e informações através dos seus conteúdos. As postagens de qualidade serão sempre a sua prioridade, pois é através delas que posteriormente os visitantes serão direcionados para os serviços e produtos da sua empresa.

Fazer com que as pessoas entendam o seu segmento: há uma enormidade de serviços disponíveis no mercado, mas nem todos são bem compreendidos pelo público em geral. Nesse sentido o conteúdo é importante como forma de educar o mercado. Público e até mesmo parceiros e investidores devem entender aquilo que a sua empresa oferece. Além de tudo, o marketing de conteúdo vai permitir que o seu segmento desenvolva um catálogo próprio de informações. Com isso será construído um referencial do seu segmento.

Criação de leads: uma das grandes qualidades do marketing de conteúdo está na capacidade de coletar informações de um público-alvo. Esses clientes potenciais poderão ser então categorizados e direcionados para produtos e serviços. Uma forma muito comum para captar leads é o oferecimento de materiais, como e-books, em troca de e-mails. As pessoas interessadas em assuntos de domínio da sua empresa têm grande chance de se converterem em futuros clientes.

Conseguir vendas: uma vez que você comece a captar leads, fica fácil orientá-los ao longo do processo, que culminará em uma decisão de compra. Em um primeiro momento as informações contidas nas suas páginas serão utilizadas como fator capaz de gerar interesse. Posteriormente, vão servir de base para a tomada de decisão do cliente.

Diminuir custos por venda: no marketing tradicional é necessário um alto investimento para atrair clientes. Com isso há casos em que as vendas podem não compensar o valor investido. Já ao privilegiar a produção de conteúdo, você não só economiza recursos, mas também direciona melhor os seus esforços. Mesmo com um ROI baixo, a princípio, o resultado em longo prazo justifica essa estratégia.

Essas informações deixam claro que AdWords e marketing de conteúdo possuem benefícios e objetivos que são, em sua maioria, distintos. As táticas convergem apenas no que diz respeito às vendas, embora a forma de alcançar esse objetivo não guarde semelhanças. Vale fazer um parêntese: para algumas organizações os benefícios acima mencionados podem não constituir o principal fator decisório, pois é importante, antes de qualquer coisa, saber o custo de cada uma dessas estratégias.

Esse é o ponto em que as diferenças vão se mostrar mais acentuadas. Para o Google AdWords o pagamento vai ser feito com base nos cliques recebidos no seu anúncio. Os valores investidos estarão sob controle dos anunciantes. Fica, portanto, ao encargo da empresa escolher quanto gastará. Seja por campanha, por dia ou mês. Uma vez que os seus anúncios estejam ativos é possível prever os resultados. No entanto, o valor por real de venda não pode ser calculado com antecedência.

Para iniciar o marketing de conteúdo, por outro lado, não é necessário um grande investimento, a princípio. Possuindo um domínio na internet e um blog você já pode começar a produzir conteúdo. O maior investimento por parte da sua organização deverá ser em tempo e conhecimento. Para auxiliar nessa estratégia, em um segundo momento, podem entrar em cena as agências de conteúdo. Contratando planos de serviço dessas empresas, parte do seu conteúdo será produzida pelos profissionais da agência. 

Com isso você poderá manter as suas redes e páginas sempre atualizadas. Na sua estratégia de marketing de conteúdo é importante que seja gerado ainda um conteúdo denominado evergreen ou cornerstone content. Esse material “sempre verde” servirá de pilar para a sua comunicação digital. 

Especialmente porque é a partir desses textos que os visitantes identificarão o assunto do qual você trata. Com o tempo será reconhecida a autoridade da sua organização. Um dos principais objetivos do marketing de conteúdo é justamente fazer com que a sua empresa gere valor. E em um sentido que não é monetário. Esse estará para além dos produtos e serviços com o qual o seu negócio trabalha.

Vamos falar agora sobre o orçamento que deverá ser alocado em marketing de conteúdo e AdWords. Os valores de investimento poderão começar pequenos em ambos os casos. É comum que os valores a serem aplicados em cada metodologia cresçam ao longo do tempo. Esse é um fator que também tende a aumentar de acordo com o tamanho e complexidade da organização. Portanto, em termos de investimento, a decisão depende da empresa em questão. Nos ganhos em curto e longo prazo é que surgirão as maiores diferenças entre as duas práticas.

O Google AdWords é mais indicado para quem busca retornos imediatos. Vale ressaltar, no entanto, que só haverá aumento do ROI se a sua empresa investir mais dinheiro em anúncios. O retorno sobre investimento tende a ser constante. Com isso, o valor pago se manterá durante todo o período contratado. É verdade que essa estratégia pode conseguir o maior número de conversões dentro de um pequeno intervalo de tempo. Se o investimento parar, no entanto, também se perdem os benefícios.

O marketing de conteúdo, por sua vez, tem melhores resultados em médio e longo prazo. Afinal, os conteúdos postados continuam a gerar tráfego mesmo depois de sua publicação. Essa é uma estratégia que demanda paciência, pois o retorno é tímido, a princípio. Entretanto, o custo por lead costuma diminuir ao longo dos meses. Isso é especialmente verdadeiro quando você possui conteúdo evergreen, pois são assuntos e informações que nunca perdem relevância para os visitantes.

São esses os elementos que possuem a maior tendência de gerar tráfego recorrente. Além de tudo os clientes assim conquistados podem não apenas ser convertidos, mas também fidelizados. O mais importante é que a sua marca irá ganhar autoridade com o tempo. Em consequência, mais diluído se tornará o seu investimento. Em outros termos, isso significa que há aumento do ROI ao longo do tempo. 

É importante salientar ainda que o marketing de conteúdo fará parte das suas estratégias de branding. Ou seja, ele contribuirá para a sua gestão de marca, sobretudo, porque essa ferramenta é um caminho para estabelecer um bom relacionamento com o público-alvo. É a partir disso que aumentará a percepção de valor da sua empresa.

Pesando tudo o que foi exposto até aqui o que podemos concluir da comparação marketing de conteúdo x Google AdWords? Podemos dizer que o que vai determinar a melhor escolha para a sua organização é o tempo de retorno esperado. Pois ambos são efetivos dentro de suas propostas, e trazem objetivos particulares. Outra oposição existente aqui, e ainda não mencionada, será entre tráfego pago e tráfego orgânico. O primeiro estará relacionado às propagandas e o segundo ao conteúdo.

O alvo de cada um irá variar especialmente em termos de conceito, pois o AdWords irá investir na segmentação de públicos-alvo. Já o material criado para o marketing de conteúdo irá se destinar a qualquer um interessado no assunto em questão. Mesmo em se tratando de publicações que trazem uma persona bem definida. O mais importante é que textos com SEO bem trabalhado resultam em bom posicionamento nos motores de busca, o que ocasiona maior tráfego para as suas páginas.

Estima-se que os resultados do tráfego orgânico poderão ser percebidos entre 3 e 6 meses. O ROI de propagandas pagas, devemos repetir, será mais rápido. Mas é preciso ter cuidado, já que a busca de retornos aqui só será aconselhada dentro de um período restrito. De outra forma, os seus gastos aumentarão nessa procura por resultados imediatistas. Portanto é preciso usar de forma consciente e estratégica os links patrocinados.

Nesse ponto o marketing de conteúdo, se mostra mais compensador. Pois o tímido retorno inicial será compensado pela captação cada vez mais barata de clientes. Uma dica comum é que organizações principiantes podem se beneficiar de um investimento inicial em AdWords – depois podem mudar de estratégia porque, com o tempo, apostar na produção de conteúdo irá ser mais rentável e frutífero. É a partir daí que sua empresa poderá alcançar um crescimento contínuo com base no meio virtual. É claro que, se o seu orçamento permitir, a combinação entre as duas práticas irá constituir a melhor alternativa.

Através de anúncios pagos você terá retorno imediato e irá poder gerar o primeiro tráfego para a sua página. Com a produção de conteúdo, esse público será nutrido e a tendência ao retorno de investimento irá aumentar. Além disso, outros interessados chegarão ao seu produto ou serviço buscando por informação. Essa combinação cria um ciclo completo de retorno e crescimento.

É verdade que a exposição, frequência e taxa de retorno em longo prazo, apontam para as vantagens do conteúdo. Em termos de prática, no entanto, é muito mais eficaz quando há relação de soma. A oposição marketing de conteúdo x Adwords não precisa existir. O motivo é que existe o momento e contexto adequado para cada uma dessas ações.

Entre em contato

Você quer incrementar a sua estratégia de marketing digital através da produção de conteúdo de qualidade? Então aproveite a oportunidade e entre em contato com a RedaWeb. Acesse o nosso site para mais informações ou então ligue para 0800 750 5564 para assinar um plano de produção de conteúdo.