O que está acontecendo com o seu conteúdo? Conheça os principais erros

Relativamente recente no Brasil, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia que vem se popularizando cada vez mais. Empresas de pequeno e grande porte dos mais variados segmentos têm investido na produção de conteúdo. Contudo, boa parte delas não tem obtido os resultados almejados, devido a uma série de erros cometidos. 

Estaria a sua empresa cometendo algum erro?

Para evitar dúvidas, preparamos este guia que te ajudará a identificar os principais erros cometidos pelas empresas ao produzir seu conteúdo para a web. Acompanhe e descubra quais são eles.


Os 8 principais erros do Marketing de Conteúdo


1. Não definir a persona

A persona consiste em uma representação semifictícia, com dados reais, desenvolvida com base no perfil das pessoas que consomem seu produto/serviço e em pesquisas de mercado.

Trata-se de uma representação humanizada do seu público-alvo que auxilia na segmentação de mercado e captação de novos clientes. 

Quando um negócio não desenvolve sua persona, ele acaba se comunicando com diversos públicos – muitos dos quais não correspondem ao seu mercado. 


2. Não buscar um nicho

Para que sua empresa seja considerada uma referência, é importante que o nicho seja definido. 

Portanto, ao aplicar Marketing de Conteúdo e investir em blog, deve-se buscar um segmento que seja especialista e condizente com a empresa.


3. Não considerar o funil de vendas

Não sabe o que está acontecendo com o seu conteúdo? Seu negócio pode estar pecando no funil de vendas.

Um erro muito comum entre as empresas quando se trata de Marketing de Conteúdo é pular as etapas do funil de vendas, que consistem em topo, meio e fundo; e oferecer de cara para os internautas seus produtos/serviços, quando estes ainda não estão preparados para a aquisição. 


4. Seus conteúdos só falam sobre a empresa

Ainda que nos dias atuais o consumidor busque ter um relacionamento melhor e mais próximo com as empresas, produzir conteúdos que enalteçam suas conquistas e qualidades não atrai ninguém. 

Evite a produção de artigos que abordem exclusivamente o seu negócio e produto/serviço. O público busca por materiais relevantes que esclareçam suas dúvidas e sanem suas necessidades.


5. Não atualizar seu blog com frequência

A partir do momento que você cria um blog para a sua empresa, é fundamental que ele seja constantemente atualizado.

As razões para um blog não estar recebendo publicações periódicas são variantes, incluindo desde a falta de tempo do responsável pela criação de conteúdos até pura negligência. 

Acontece que quando um negócio não publica conteúdos em seu blog com certa frequência, ele tem sua credibilidade afetada. Lembre-se: um dos principais objetivos em investir em Marketing de Conteúdo é justamente fortalecer a marca no mercado e fazer com que ela seja vista pelo público como uma referência em sua área. 

Quando a atualização do blog ocorre em períodos de tempo mais demorados, o negócio corre o risco de perder a confiança do seu público, refletindo a impressão oposta: sua empresa não é uma especialista da área – ainda que não seja verdade. 

Vale destacar que não existe uma periodicidade exata. Ou seja, a frequência com que determinado blog publica pode não ser eficaz para outro. Esta variante está diretamente relacionada ao segmento e ao público-alvo que consome o conteúdo. Tenha em mente que o importante é publicar de forma regular, mas não várias vezes ao dia.

Além de saturarem os usuários, várias publicações diárias acabam prejudicando umas às outras, já que, de certa forma, os posts mais recentes “cortam” o alcance do anterior, que ainda poderia ser visto por mais gente.

Portanto, para evitar este erro na sua estratégia de Marketing de Conteúdo, é importante contar com profissionais especializados em conteúdos para a internet. Além da produção de textos de qualidade garantida, estes profissionais estão sempre escrevendo, o que significa que sempre haverá material para publicar.


6. Não seguir as técnicas de otimização SEO

Esse é um dos principais erros relacionados à produção de conteúdos para blog e que está diretamente ligado ao tópico anterior.

Além de não se atentarem à atualização frequente, muitos empreendedores não aplicam as técnicas SEO em seus conteúdos, descuido que afeta (e muito) o ranqueamento do blog nos sites buscadores como o Google. 

O SEO nada mais é do que um conjunto de técnicas que visa melhorar o posicionamento da página nestes mecanismos de busca, aumentando sua visibilidade e o número de acessos. O uso de palavras-chave relacionadas ao negócio é uma das principais ferramentas do SEO. 

É a partir delas que as pessoas conseguem encontrar seus posts. Quando não utilizadas nas suas publicações, as chances de seu blog aparecer na primeira página do Google para os usuários são mínimas. E lembre-se: em tempos onde as pessoas buscam por soluções mais rápidas, dificilmente elas irão conferir a segunda página de resultados do Google. 

Se seu blog não está otimizado com as regras SEO, é preciso rever seus conteúdos. Contudo, é importante saber desde já que os resultados não surgem da noite para o dia. É necessário ter paciência e dedicação. 

Ainda que este esforço leve um tempo para surtir efeito, saiba que, quando eles acontecem, são a longo prazo. 



7. Não ter paciência

Como acabamos de citar no tópico anterior, os resultados da otimização SEO e da produção de conteúdo de modo geral levam um tempo para acontecer. E é aí que muitos erram. 

Muitos empreendedores esperam que as mudanças ocorram de forma imediata e que, logo no início da aplicação da estratégia, novos clientes apareçam. Ao perceberem que isso não acontece da forma esperada, acabam desistindo, culpando a estratégia, julgando-a como um esforço desnecessário. 

O Marketing de Conteúdo oferece resultados a longo prazo, mas para desfrutá-lo deve-se ter paciência. Ele requer alguns meses. Pense na estratégia como uma plantação. Para poder colher os frutos, é preciso cuidar antes. Isso também se aplica após a manifestação dos primeiros resultados. O objetivo é crescer cada vez mais. 


8. Não investir em agências de conteúdo

Chegamos ao último erro da nossa lista, mas não menos importante. Muitas empresas, especialmente as de pequeno porte, não investem em agências especializadas na produção de conteúdo, conferindo a tarefa a algum funcionário ou ao próprio dono do negócio.  

Ainda que as pessoas que trabalham na empresa tenham conhecimento da área, elas não  sabem qual a linguagem correta de se escrever para a web, além de desconhecerem as técnicas de otimização SEO, fundamentais para o ranqueamento do site/blog nos buscadores como o Google. 

As agências de conteúdo contam com profissionais como jornalistas, editores e revisores de texto, garantindo a qualidade dos materiais e o bom engajamento da marca.


A RedaWeb é uma agência especializada em Marketing de Conteúdo. Visite nosso site e conheça nossos planos. Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco através do telefone 0800 750 5564.