O SEO nas lojas virtuais

Comodidade, rapidez e segurança. Esses são apenas alguns dos muitos motivos que fazem do comércio eletrônico uma tendência mundial no mercado consumidor, atraindo cada vez mais investidores e empresários.

O Brasil desponta no cenário internacional como uma das maiores potências do e-commerce: em 2018, mesmo com o fraco desempenho econômico, as lojas virtuais faturaram R$ 52,3 bilhões, uma alta de 12% em relação ao ano anterior. Para 2019, é esperado um faturamento 15% maior que o de 2018.

No entanto, bom desempenho econômico significa maior concorrência. Por isso, assim como em negócios físicos, é necessário que os empresários da web invistam em divulgação para que suas lojas virtuais possam atrair visitantes qualificados, com maiores chances de se tornarem clientes de fato. Uma das melhores maneiras de fazer isso é através do SEO, conhecido em português como otimização para mecanismos de buscas.


Vantagens do SEO em lojas virtuais

Existem diversas razões para que os empresários de e-commerce invistam em SEO para a divulgação de seus negócios. 

O primeiro motivo diz respeito ao investimento. Diferente de anúncios pagos realizados em redes sociais e buscadores como o Google, o SEO é totalmente gratuito. Isso significa que seu negócio é divulgado para uma ampla audiência de potenciais clientes sem nenhum custo.

O segundo motivo reside na segmentação adequada da audiência. A otimização para mecanismos de buscas funciona por meio de palavras-chave. Assim, seu negócio é exibido para usuários qualificados, que possuem reais chances de comprar seu produto ou serviço.

O terceiro motivo se encontra no ganho de autoridade que o SEO promove diante da concorrência. Para que uma loja virtual seja exibida entre os primeiros resultados de buscas realizadas pelo usuário, é necessário que cumpra uma série de exigências fixadas pelo Google e demais mecanismos de buscas.

Na prática, estar entre os primeiros resultados indica que a loja virtual é reconhecida por seus esforços em experiência do usuário, oferecendo conteúdo relevante e de qualidade e uma experiência de navegação agradável, fatores que são vistos como diferenciais competitivos, permitindo que a empresa ganhe autoridade.


Melhores práticas de SEO para e-commerce

Apesar de todos os fatores de ranqueamento serem importantes para permitir que os sites apareçam entre os primeiros resultados de buscas, em lojas virtuais existem aqueles que devem receber maior atenção por proporcionarem resultados mais significativos.

Alguns desses fatores mencionados acima são descritos com mais detalhes abaixo. O importante é ter em mente que todo o trabalho em SEO deve ter foco na experiência do usuário real. Fazer SEO apenas para o algoritmo de ranqueamento não só é uma perda de tempo como também pode fazer com que o ranqueamento atual do site seja prejudicado. 


Palavras-chaves

Como o SEO é baseado nesse elemento, trata-se do primeiro fator que deve ser focado em qualquer estratégia de SEO.

No entanto, tão importante quanto definir quais são as palavras-chave que tornarão seu site encontrável pelos usuários é considerar em qual estágio do funil de vendas tais palavras se encaixam.

Para um usuário no topo do funil de vendas, o ideal é escolher palavras head tail, mais genéricas, como “tênis esportivo”, enquanto as palavras long tail são mais adequadas aos usuários que estão no meio e fundo do funil, como “tênis para treino de crossfit”.


Arquitetura do site

Como o foco do SEO é a experiência do usuário, a arquitetura da loja virtual é um fator crucial, pois influencia diretamente na navegação. É necessário que siga uma estrutura lógica e simples, de modo que o usuário consiga encontrar conteúdos facilmente.

Continuando com o exemplo de um e-commerce de calçados, é necessário que os produtos estejam organizados em categorias e subcategorias. Assim, “tênis casuais” e “tênis esportivos” seriam duas macrocategorias, e dentro dessa última existiriam subcategorias de acordo com o esporte, como “tênis para corrida”, “tênis para crossfit” e “tênis para basquete”.


Meta description

Apesar do nome pouco comum, essas descrições consistem em um pequeno texto que aparece abaixo dos links resultantes de buscas no Google. 

Apesar de nem sempre receberem a atenção que merecem, é um fator de grande peso em SEO, já que indicam para os usuários o conteúdo presente na página e destacam em negrito a palavra-chave utilizada, encorajando o clique.


Descrição dos produtos e/ou serviços

No contexto da experiência do usuário, a descrição dos produtos e/ou serviços ofertados pela loja virtual possui extrema importância por diversos motivos.

O ideal é fugir das descrições prontas oferecidas pelos fabricantes e investir em textos personalizados, já que neles é possível inserir as palavras-chave definidas, adequar o tom do texto ao perfil do público e utilizar uma linguagem mais persuasiva, capaz tanto de apontar as principais características do item quanto de seduzir o usuário.


Imagens

Um dos grandes problemas no e-commerce reside no fato de o consumidor não poder sentir os produtos como feito em uma loja física. Para superar essa dificuldade, as imagens devem ser muito bem-feitas, tendo ótima qualidade, mostrando todos os ângulos dos produtos e destacando seus pontos positivos.

Além disso, as imagens também podem ser utilizadas para atrair tráfego, já que muitos usuários fazem pesquisas por imagens. Para que isso ocorra, é necessário inserir as tags <scr>, que indica o nome do arquivo, e <alt>, que mostra um texto alternativo caso a imagens não sejam carregadas corretamente, além de uma descrição textual clara a respeito do conteúdo da imagem para que o algoritmo de ranqueamento possa interpretá-la.


Links internos

A quantidade de links na página é um dos fatores de relevância mais importantes do Google, especialmente em lojas virtuais, que possuem diversos produtos relacionados entre si.

Além disso, uma página relevante, com número de acessos expressivos, transmite sua autoridade para as páginas linkadas, otimizando o trabalho em SEO. 


Versão mobile

O número de acessos à web por dispositivos móveis cresce a cada ano e, por isso, possuir uma versão mobile do site da loja virtual, que se adapta aos mais diferentes tamanhos de tela, é uma obrigação para os negócios que desejam ser bem-sucedidos.

Além disso, o Google e outros buscadores priorizam a indexação e ranqueamento de sites que possuem versões mobile, o que faz com que este seja um dos mais importantes fatores no momento de realizar SEO em lojas virtuais ou qualquer outro tipo de site.

Diante do exposto, não há dúvidas que o SEO é de grande ajuda para que as lojas virtuais possam atrair mais interessados e aumentar as vendas, mesmo naquelas que fazem uso de anúncios pagos, já que é capaz de aumentar a autoridade da marca diante da concorrência.

Caso você deseje saber mais sobre o assunto ou assinar um plano de produção de conteúdo estratégico e com foco em SEO para sua loja virtual, entre em contato com a RedaWeb pelo site ou pelo telefone 0800 750 5564. O investimento certamente lhe trará ótimos resultados!