Pensa em investir nos digital influencers? Conheça alguns fatores a considerar antes disso

O Marketing de Influência é uma super tendência do mundo do Marketing e pode, sim, oferecer muitas vantagens à sua empresa. Mas, você já sabe o que levar em conta antes de contratar um digital influencer para sua campanha? Confira nossas dicas para facilitar essa empreitada!

Antes de mais nada: qual é o objetivo da sua ação?

Como acontece em qualquer ação de Marketing, o primeiro passo deve ser, é claro, definir qual é o seu objetivo ao decidir apostar nos influenciadores. Essa etapa pode ser particularmente delicada quando o tema é Marketing de Influência. Isso porque muitas pessoas ainda pensam que os perfis com grande número de seguidores e largo alcance são vitrines voltadas exclusivamente para o aumento de vendas. Na prática, não é bem assim.

Entender isso é fundamental na trajetória para escolher o influencer mais adequado para sua estratégia. Falaremos mais sobre isso daqui a pouco.

Por ora, confira alguns possíveis objetivos que podem ser alcançados por meio do Marketing de Influência, a seguir:

Aumentar as vendas

Sim, é verdade. Embora não seja a única finalidade de uma ação com influencers, o crescimento nas suas vendas também é um dos múltiplos resultados que podem ser alcançados. 

Para que a tática seja bem-sucedida, uma dica é delimitar uma meta bem específica na hora de contratar um influenciador para realizar sua publicidade. Escolha uma linha específica de produtos da sua marca, ou trace um número de unidades de determinado item que deseja vender a partir da ação, por exemplo.

Gerar visibilidade para sua empresa

Nessa modalidade, o objetivo não é necessariamente gerar conversões imediatas, mas sim, tornar seu empreendimento mais conhecido pelo grande público. É um bom caminho para empresas recentes, ou que estejam apostando numa estratégia de marketing voltada ao crescimento no engajamento, número de seguidores nas redes sociais e/ou captura de leads, apenas para citar algumas possibilidades.

Investir em comunicação de nicho

É um caminho importante para empresas que oferecem produtos e serviços para múltiplos públicos. Tem uma agência de viagens que passou a oferecer novos pacotes para formandos no Ensino Médio? Ou uma imobiliária que está engajada na comercialização de unidades menores para jovens que estejam comprando o primeiro imóvel?

Caso você possua qualquer linha ou frente específica do gênero, essa pode ser a estratégia correta para você. 

Não sei como definir os objetivos corretos para o Marketing da minha empresa. E agora?

Não se preocupe, isso é completamente normal. O melhor caminho para definir as estratégias de conteúdo mais eficazes para o perfil da sua empresa é, sempre, contar com o apoio de um consultor qualificado. Na RedaWeb você encontrar uma equipe especializada nisso!

Escolhendo um influencer a partir dos seus objetivos

Uma vez que seus objetivos estiverem claros e estruturados, é hora de fazer uma curadoria entre os influenciadores que podem servir aos propósitos da sua marca. 

Essa tarefa pode ser árdua, por um motivo um tanto quanto complexo: nem sempre, o número de seguidores se traduz em bons resultados. Isso porque existe uma boa parcela de perfis no mercado que usa subterfúgios e pequenos atalhos para inflar a quantidade de fãs. 

Essa tática brilha aos olhos de potenciais anunciantes como você, mas nem sempre se traduz em engajamento. Por isso, é muito importante estar atento aos resultados que o influencer está obtendo. 

Para metrificar isso, se possível, durante a negociação, solicite o mídia kit do influenciador. Mídia kit nada mais é do que uma apresentação que detalha números muito além dos seguidores e justifica o valor de mercado que o dono do perfil está cobrando. 

Além disso, também é essencial saber identificar cada tipo de influenciador, pois diferentes perfis atendem a diferentes necessidades. Conheça alguns na lista a seguir:

Celebridades

São aqueles influencers que ostentam números gigantescos de seguidores e interações, e são conhecidos por todo mundo. 

Geralmente, costumam ser boas escolhas para gerar visibilidade ao seu produto. Contudo, é preciso ficar atento. Os algoritmos das redes sociais costumam diminuir o alcance de publicações de usuários que têm uma base de seguidores muito extensa. Além disso, o público variado desse tipo de influenciador também pode fazer com que o anúncio da sua marca chegue a muita gente que não é compatível com o seu público-alvo.

Outra desvantagem em potencial é que os valores cobrados por esse tipo de criador de conteúdo também costumam ser mais elevados.

Autoridades

São aqueles influenciadores que possuem uma presença digital muito forte em um nicho específico, como educação, culinária, ou mundo fitness, por exemplo. 

Por conta da especificidade no conteúdo criado por eles, é comum que possuam uma base de seguidores menor que a das celebridades. Contudo, apostar nessa categoria pode ter grande peso para sua marca.

Isso porque, por terem uma influência grande entre a comunidade que irá usufruir do seu produto, têm grande potencial de aumentar significativamente seu número de clientes fiéis, que também poderão replicar a dica para outras pessoas de seu círculo.

Microinfluenciadores

São pessoas que possuem uma base significativamente menor de seguidores em relação aos grupos anteriores. Geralmente, contam com uma base que varia de 5 a 20 mil seguidores. 

São essenciais para quando seu desejo é que o nome da sua marca esteja no centro das conversas em determinada rede social, aumentando seu fluxo de visitantes de maneira mais orgânica e fazendo um trabalho mais personalizado, próximo ao Marketing de Relacionamento.

Isso porque os microinfluenciadores costumam ter uma relação mais próxima com os fãs, mantendo um diálogo mais natural e genuíno, cativando uma confiança forte entre quem os segue. Seguidores valorizam suas dicas de uma maneira muito particular. 

Outra vantagem é o preço dos anúncios, já que os posts patrocinados desse tipo de influencer costumam ter os valores mais acessíveis do mercado.

Trace as semelhanças entre o influencer e seu público-alvo

Já fez sua primeira triagem com base nos objetivos da sua marca? Ótimo! Agora, é hora de fazer uma segunda curadoria, relacionando o perfil do influencer com o do seu público-alvo. Para isso, leve em consideração fatores como:

  • Linguagem. O influenciador é mais divertido? Aposta no humor como ferramenta de comunicação? Ou adota um discurso mais sério? E como isso se relaciona com seus clientes?
  • Faixa etária do influenciador e do seu público-alvo;
  • Lifestyle. Com que faixa de renda, escolaridade e perfil de consumo o influenciador se comunica.Alinhamentos sociais. Esse influenciador esteve envolvido em polêmicas recentes? Com quem e por quê? Se posiciona sobre alguma questão sociopolítica e/ou econômica? Se sim, como isso pode afetar a percepção do seu público?
  • Localização;
  • Mídias mais utilizadas. Qual é o ponto forte esse influenciador? Vídeos? Fotos? Textos? Como essa mídia será recebida pelo seu público?

Como entender melhor o meu público-alvo?

Caso você ainda não conheça bem seu público-alvo, é bom pensar nisso antes de articular sua ação com influenciadores. 

Quer saber mais sobre esse assunto? Não deixe de conhecer o site da RedaWeb, pois somos uma agência especializada em Marketing de Conteúdo e podemos te ajudar! Se preferir, entre em contato através do 0800 750 5564, para falar com um de nossos consultores!