Saiba como planejar o seu marketing de conteúdo

Uma boa estratégia de marketing de conteúdo pode alavancar vendas e revolucionar a imagem de sua marca, tornando-a referência no mercado. Mas, por trás de toda estratégia de marketing de conteúdo bem-sucedida, há um grande planejamento: não basta sair produzindo conteúdo em massa.

Em uma boa estratégia de marketing de conteúdo, há um estreitamento da relação cliente-empresa. Para isso, é preciso gerar confiança, com conteúdo consistente, relevante e de valor para seus clientes e leitores. Dessa forma, sua marca ganhará credibilidade e se tornará verdadeiramente indispensável na vida dos seus clientes e consumidores. 

Segundo a Content Marketing Institute (CMI), em 2018, apenas 11% das empresas americanas menos bem-sucedidas apresentavam altos níveis de sofisticação e maturidade em sua estratégia de marketing de conteúdo. Já dentre as empresas bem-sucedidas, esse número sobe para 82%. 

Esses dados ilustram o quanto uma estratégia de marketing de conteúdo bem planejada é essencial para garantir o sucesso de uma empresa.  

Para te ajudar a obter melhores resultados, listamos os 5 principais passos para fazer o melhor planejamento da sua estratégia de marketing de conteúdo. 

1. Conheça a sua marca

Antes de qualquer coisa, para que a sua estratégia de marketing de conteúdo seja bem-sucedida, você precisa conhecer bem a sua marca. 

Saiba quais são seus valores, seu propósito e sua missão. Dessa forma, você vai conseguir produzir conteúdos que realmente representem a sua marca, criar uma identidade sólida e conquistar o público certo. 

Além disso, você sabe quais são os diferenciais da sua empresa em relação às outras do mercado? Sabe de que maneira a sua empresa vai resolver as dores do cliente e o que ela tem para oferecer de diferente? Ter essas questões bem definidas vai te ajudar a trabalhar na imagem que deseja construir para os seus clientes. Para ter sucesso, procure ser visto como o melhor naquilo que você se propuser a fazer.

Dica: para ajudar nessa questão, é interessante fazer um Benchmark e conferir o que as outras empresas do seu nicho estão fazendo. Analise como elas estão se posicionando e veja como você pode se diferenciar ao oferecer a sua solução para o cliente.

2. Conheça o seu público-alvo

Você sabe quem é o seu público? Sabe o que ele quer? Sabe quais as dores que o seu produto ou serviço pretende sanar? Sabe quais dúvidas seu público tem em relação às soluções que a sua empresa oferece?

As questões acima (e outras mais) vão te ajudar a construir um cliente ideal: a persona. Basicamente, a persona é uma ferramenta do marketing que auxilia, e muito, nas estratégias de conteúdo, por permitir a criação de conteúdos mais personalizados, com base nas necessidades e vontades específicas dos seus clientes. 

Baseado em sua persona, você consegue saber quais são os assuntos de interesse dos seus clientes, suas necessidades, suas preferências tecnológicas, a linguagem mais adequada para criar conexão. etc. 

Por exemplo, sua persona pode ser uma mulher de 45 anos, que não tem muita familiaridade com tecnologia e tem uma postura mais séria e conservadora. Nesse caso, o ideal seria evitar uma linguagem jovem demais ou muito técnica. 

Tenha em mente o que o seu público deseja e, assim, ele será muito mais receptivo ao material que você produzir. E isso é exatamente o que queremos, não é?

3. Estabeleça objetivos e metas (e monitore seus resultados)

Você sabe o que deseja obter com a sua estratégia de marketing de conteúdo? A resposta a essa pergunta provavelmente não será uma só. Você pode desejar aumentar seu número de leads, aumentar suas vendas, ganhar autoridade no mercado, conseguir um maior ranqueamento nos sistemas de buscas... enfim, há inúmeros resultados que se pode conseguir com uma boa estratégia de conteúdo.

É importante, porém, saber quais são as suas prioridades para a partir de então estabelecer metas. Isso irá te ajudar a organizar um calendário de ações. 

É importante que cada ação tenha objetivos bem definidos. Dessa forma, você vai conseguir mensurar os seus resultados, avaliar o uso dos seus recursos e verificar o que deu certo e o que não deu.

O funil de vendas

Outra ferramenta do marketing que é muito útil no planejamento de conteúdo é o funil de vendas. De forma geral, o funil é uma metáfora que representa o caminho que se espera que uma pessoa percorra desde o momento de conhecer a sua marca (início do funil) até o momento de realizar a compra (fim do funil).

O que você deseja que seus leitores façam em cada parte do funil? Ter isso em mente irá ajudar a direcionar seu público para o tipo certo de conteúdo e a estruturar melhor seus materiais. Por exemplo, se o seu objetivo com um post de meio de funil é conseguir o e-mail do seu cliente em potencial, então é preciso ter estratégia para que esta ação seja bem-sucedida. 

4. Determine os formatos e as plataformas para cada pauta

Conhecendo o seu público e com os seus objetivos em mente, você será capaz de decidir o melhor formato para cada pauta e para cada ação. 

Atualmente, existe uma grande variedade de formatos possíveis:

  • Infográficos;
  • Vídeos;
  • Webinars (seminários ou palestras online);
  • Posts e artigos em blogs;
  • Guias;
  • E-books;

Escolha aqueles que melhor se adequarem às suas necessidades e propósitos, mas lembre-se de variar entre eles para manter seu conteúdo dinâmico e interessante.

Além disso, é importante definir o meio que você irá escolher para veicular cada um desses materiais. Para decidir isso, tenha em mente as redes sociais e ferramentas online mais utilizadas pelo seu público-alvo e saiba para qual fase do funil de vendas o material é direcionado. 

Por fim, também é importante definir os dias e horários mais propícios para fazer as postagens nas redes sociais e os disparos de e-mail. 

Dica: existem ferramentas (gratuitas e pagas) que mostram os dias e horários em que há maior número de pessoas online e que também permitem que você faça a programação e agendamento desses disparos e postagens.

5. Crie um cronograma de publicações (e procure se ater a ele)

Criar um cronograma de publicações vai facilitar muito a gestão da sua produção de conteúdo. O cronograma é essencial para garantir que você se faça sempre presente para o seu público, além de permitir um controle maior das suas ações de comunicação. 

Para que a estratégia dê certo, procure se ater ao que foi planejado. Isso não significa que você não possa aproveitar um gancho de uma notícia do momento. Porém, ter consistência no que é publicado é o que vai te ajudar a fortalecer a imagem da sua marca e estreitar o seu relacionamento com seu público. 

Por fim, o último passo é: repita incansavelmente, sempre monitorando seus resultados, ajustando a rota e traçando novas metas e objetivos. 

E você? Quer saber como a RedaWeb pode te ajudar na sua estratégia de marketing de conteúdo e alavancar de vez seus resultados? Então visite nosso site ou ligue para 0800 750 5564 e conheça nossos planos de produção de conteúdo.