Saiba como utilizar o marketing sensorial para otimizar o conteúdo

Neste momento, seus clientes estão lidando com milhares de anúncios dentro das plataformas digitais. Não é à toa que boa parte das pessoas pulam ou bloqueiam as propagandas.

À medida que o marketing tradicional perde força, o marketing sensorial entra em cena, investindo em conexões mais significativas, por meio de uma resposta mais simples: os cincos sentidos.

Portanto, neste artigo, vamos abordar como o marketing sensorial pode otimizar o conteúdo e virar o jogo.

Afinal, o que é o marketing sensorial?

Antes de saber como utilizar o marketing sensorial para otimizar o conteúdo, devemos pontuar alguns aspectos importantes. Do que se trata essa estratégia? Bem, podemos dizer que estamos falando com os sentidos. 

Vamos a um exemplo prático: apesar de estar sem fome, basta adentrar na praça de alimentação de um shopping para que você fique tentado a beliscar uma guloseima. 

Ou, quando você entra em uma loja e já se sente bem apenas pelo cheiro. Ou quando você se sente confortável apenas tocando a textura da embalagem de um produto. 

Se você se identificou com algumas dessas sensações, é provável que você tenha caído nas técnicas do marketing sensorial. Sendo assim, o marketing sensorial é sobre utilizar e envolver os cinco sentidos do consumidor. 

E muitas marcas já utilizam essa técnica, especialmente no meio digital. Inclusive, a Starbucks é um grande exemplo disso – ao longo do artigo, vamos citar exemplos de marcas reais. 

Dessa forma, é possível influenciar na decisão de compra e proporcionar uma experiência completa ao consumidor.

Como utilizar o marketing sensorial para otimizar o conteúdo?

A essa altura, você deve estar se perguntando: onde o marketing de conteúdo se encaixa nessa história? A boa notícia é que existem várias formas de otimizar o conteúdo com o marketing sensorial, mas, há algumas limitações. 

No entanto, a mensagem é clara: a escrita é capaz de aguçar os sentidos.

É aí que entram as técnicas de SEO, por meio de ilustrações, textos atrativos, palavras-chave, enfim, uma porção de técnicas que melhoram a classificação nos mecanismos de busca, como o Google, por exemplo. 

Por isso, muitas organizações buscam agências que produzem conteúdo. Dessa forma, é possível traçar uma abordagem única e explorar áreas e sentidos que seus concorrentes ainda não abordaram. 

Além disso, para construir uma estratégia de marketing sensorial é preciso ir a fundo e descobrir qual a sua proposta de valor e como você pode exprimir isso ao público. 

Mas, esse é só o começo de uma série de questionamentos. Portanto, é fundamental garantir que a sua marca esteja fazendo as perguntas certas. 

Para te auxiliar nesse caminho, elencamos algumas formas de utilizar o marketing sensorial a seu favor. 

Visão

Já ouviu falar que a primeira impressão é a que fica? Pois bem, ela se aplica no marketing de conteúdo, em especial, no cenário digital. 

Sendo assim, a primeira coisa que o cliente repara na marca é o site. Portanto, seu site pode (e deve) aplicar técnicas de SEO, utilizando imagens de qualidade, conteúdo de qualidade, investindo em uma comunicação atraente.

Aqui estão algumas formas de aguçar o sentido visual:

  • Utilizar cores e contrastes que destacam seu site da concorrência;
  • Utilizar botões de ação com frases atrativas, que auxiliam na conversão;
  • Utilizar imagens de alta qualidade, valorizando o produto físico e seus atributos;
  • Utilizar conteúdo de qualidade para envolver o leitor na experiência, fornecendo dados relevante sobre determinado assunto.

Gosto

A princípio, você pode estar confuso. Afinal, como aplicar o gosto em uma campanha de marketing digital? Bem, o segredo está na descrição.  

Neste caso, é preciso adotar uma linguagem que faça o cliente associar o sabor do produto a um sabor que ele tenha experimentado antes. A boa notícia? A imaginação humana é infinita e criativa. 

Portanto, é necessário utilizar a imaginação a seu favor por meio das seguintes estratégias:

  • Conteúdo de qualidade, bem descrito, que evoque a sensação de urgência;
  • Complementar esse conteúdo com imagens que sigam o mesmo apelo;
  • Elencar estratégias que associam o sabor do produto ao sabor descrito.

Audição

Se você deseja criar uma estratégia memorável, o sentido da audição é fundamental. É uma forma de conectar seus clientes a um som único. Por meio da reprodução repetitiva, o cliente passa a associar o som à marca.

Um bom exemplo disso são os jingles publicitários. Faça um exercício: recorde alguns jingles famosos da sua infância – certamente, eles estão frescos na memória. 

Inclusive, há diversos benefícios nessa estratégia:

  • É fácil de lembrar e grudar na memória;
  • Associar o som é um ato subconsciente;
  • Quando a som é cativante, a experiência se torna divertida e as pessoas tendem a compartilhá-lo; 
  • Há um forte apelo emocional, uma vez que o som pode ser um marco de uma boa época. 

Exemplos reais de marketing sensorial

Construir uma estratégia que englobe os cinco sentidos não é uma tarefa simples. No entanto, com um pouco de criatividade e inovação, você pode se conectar emocionalmente com seu público-alvo e gerar mais vendas.

E, quando o assunto é saber como utilizar o marketing sensorial para otimizar o conteúdo, essas empresas criam exemplos memoráveis.

The Sweet Bakery

Imagine o seguinte cenário: você solicita alguns doces na Sweet Bakery, na loja online ou presencial. Eis que você recebe um cartão comestível da loja. 

Essa é uma abordagem única, que permite que os clientes degustem dos seus produtos e vejam as informações necessárias.

Apple

Não há como negar que a Apple utiliza os sentidos a seu favor. A gigante da tecnologia cria uma experiência sensorial única e icônica, que comunica os valores e a qualidade da marca. 

As lojas, os comerciais, enfim, a comunicação é voltada para estimular os clientes a experimentar os produtos. Com a Apple, nada é por acaso. Inclusive, a cor branca utilizada nas lojas possui um efeito calmante.  

Starbucks

A Starbucks é um ótimo exemplo de marketing sensorial. Eles são rígidos quanto aos padrões de identidade da marca, por isso, conseguem oferecer uma experiência única em qualquer local do mundo.

Só para você ter uma ideia, as músicas tocadas nas lojas são enviadas diretamente para cada local pelo escritório principal da organização. Até a arte e o papel de parede são similares, onde quer que você vá.

Além disso, a estratégia adotada é multissensorial. Podemos dizer, portanto, que a Starbucks instiga os cinco sentidos dos seus clientes. 

E isso vai desde os sabores icônicos até o cheirinho de café flutuando pelo ar, que logo remete ao sabor tentador do café moído. Enfim, toda a estética é hipnotizante. 

É possível se beneficiar dos cincos sentidos, mas, o sucesso dessa abordagem depende apenas de você e da sua estratégia de marketing digital. Portanto, a escolha está em suas mãos. 

Deseja trilhar o mesmo caminho? Então acesse o site da RedaWeb ou entre em contato conosco por meio de telefone 0800 750 5564 para assinar um plano de produção de conteúdo e escalar seu site rumo ao topo das pesquisas.