SEO ou Links Patrocinados: qual apresenta o melhor resultado?

É quase impossível encontrar alguém que não utiliza a internet e acessa o site de pesquisas do Google. A base de sites, blogs e páginas que estão presentes no Google cresce tanto quanto a quantidade de pesquisas mensais e a inserção da internet na rotina da população mundial. Os números são gigantescos e sedutores, capazes de convencer até a mais incrédula empresa sobre a importância de fazer parte daquele ambiente.

O Google provocou um grande impacto na decisão de compra do usuário, que tem informações sobre produtos, serviços, marcas e empresas à sua disposição. A autonomia do consumidor mexeu com o mercado, que precisa se destacar no site para chegar antes da concorrência e oferecer seu negócio. E no ambiente do Google, encontrou um novo dilema: investir no SEO ou em links patrocinados?


Vantagens e desvantagens do SEO e  links patrocinados

O Google é indispensável para empresas de todos os portes e áreas, e ter um bom ranqueamento é uma regra para o marketing de conteúdo. Sem as melhores posições nas buscas, todas as estratégias se tornam desnecessárias, já que seus fundamentos são a atração do público-alvo, sua conversão e a fundação da marca como uma autoridade entre a concorrência.

Há duas formas de conquistar destaques na primeira página da plataforma: através do trabalho de SEO ou com anúncios pagos chamados de links patrocinados. O SEO é uma ferramenta do marketing digital, que otimiza o site para os algoritmos do Google, enquanto os Links patrocinados são anúncios pagos, semelhantes aos produzidos de forma orgânica, que posicionam o site nas primeiras colocações.

Saiba mais sobre essas duas vertentes e entenda as vantagens e desvantagens de cada uma:

SEO

O investimento feito para o SEO é humano, já que é preciso de um ou mais especialistas para realizar a otimização, mas a conquista do posicionamento no Google é gratuita. Seu objetivo é aumentar o tráfego através de técnicas dentro e fora do site, em um trabalho completo em todas as vertentes do marketing digital.

É preciso ter paciência para atingir os objetivos seguindo o SEO. Os resultados só aparecem em médio e longo prazo, e quando as primeiras posições são conquistadas, o trabalho principal será manter sua qualidade para se manter bem ranqueado. Aparecer em uma busca orgânica é muito mais complexo do que parece. A concorrência também está presente na web e focada para conquistar o mesmo público-alvo, sem medir esforços para isso.

Essa disputa por um espaço torna os algoritmos do Google bastante rigorosos em atribuir pontuações sobre inúmeros aspectos, fazendo com que o SEO foque em aspectos como a relevância do conteúdo, um ótimo pagerank, links internos e externos adequados, backlinks, navegabilidade, design limpo e bem feito, palavra-chave e todos os detalhes que envolvem um site. Pequenos detalhes que podem passar despercebidos pelas outras especialidades são cruciais para o SEO, em um trabalho que não tem previsão de término.

A busca orgânica é a pesquisa do usuário do Google, que entra no site com a intenção de coletar informações sobre um assunto específico. Ao digitar a palavra-chave, o Google oferece uma lista com inúmeras opções de links para que o usuário possa encontrar o que deseja. Como o foco do Google é deixar o seu cliente satisfeito, ele não mede esforços em buscar um alto padrão das ofertas, melhor posicionando aqueles que apresentam um conjunto mais completo.

É fato que os usuários valorizam muito os resultados orgânicos, pela confiança que o Google proporciona em seus critérios de ranqueamento. Essa confiança faz com que ele se sinta mais seguro com as informações encontradas nos sites escolhidos e também com os produtos oferecidos. E esse é o principal estímulo para a realização de um SEO “novo”, que inclui o marketing de conteúdo e uma visão mais ampla de estratégias.

Essa confiança não é à toa. O Google utiliza mais de 200 variáveis, com pontuação muito peculiar, o que torna o trabalho do SEO muito mais complexo. Os seus principais critérios estão On Page, que é a estrutura do site, link building, os links externos referenciados por outros sites relevantes, e a experiência do usuário, que indica satisfação, engajamento e retorno do usuário sobre o site.

As principais vantagens do SEO são o aumento do tráfego ao site, a autoridade e o reconhecimento da marca e seu fortalecimento no mercado. A desvantagem é a demora para começar a apresentar resultados.


Links Patrocinados

Os links patrocinados são anúncios criados no Google Ads, que eleva as chances de ranqueamento do site nas primeiras colocações do Google. Porém, esse tipo de anúncio não obedece aos formatos tradicionais e passa por critérios muito semelhantes de análise para justificar seu posicionamento. Ou seja, não basta um investimento alto nessa estratégia – é preciso manter uma alta qualidade da página para chegar ao topo.

Os seus resultados chegam pela soma de custo por clique, índice de qualidade e URL com destino de qualidade, que leva até as melhores posições. A forma de pagamento desses anúncios é o pagamento de um valor determinado de acordo com a disponibilidade financeira, em que é adequado o tempo e limite de cliques. Sempre que um usuário clicar no link e entrar na página através do Google, é descontado um valor dessa verba alocada. Esse método facilita que empresas de todos os portes possam usufruir do link patrocinado.

Em geral, os links patrocinados estão posicionados nos primeiros lugares da pesquisa, com uma etiqueta que informa serem anúncios. Quando há muita concorrência direcionada pela palavra-chave, os anúncios passam por lances para conseguir maior destaque.

Esse tipo de ação é considerada altamente lucrativa e democrática, e apresenta um retorno bem rápido sobre os investimentos. Mas, para apresentar os melhores resultados, é preciso fazer uma monitoração contínua para avaliar a recepção do usuário, assim como criar uma regularidade de anúncios para manter um bom tráfego.

As principais vantagens do link patrocinado são a flexibilidade do orçamento a ser investido, a possibilidade de mensurar os resultados, o retorno de clientes e investimentos em curto prazo, a possibilidade de criar anúncios em outras plataformas do grupo Google, as conversões consideradas maiores que do SEO e a boa segmentação de público. A desvantagem é a diminuição do reconhecimento da qualidade da página e a necessidade de manter uma disponibilidade financeira para sua realização.

Os links patrocinados não substituem o SEO e o mais adequado a uma boa estratégia de marketing digital é unir as duas forças em uma campanha. O trabalho do SEO é fundamental, até mesmo para manter o alto padrão de qualidade do site e do seu conteúdo, levando reconhecimento e credibilidade à marca. Mas o link patrocinado pode ajudar a difundir o nome da marca e suas qualidades, para um público que ainda não a conhece. O ideal é que ambos trabalhem em conjunto, levando suas melhores qualidades em benefício da marca.

Diante da potência do Google, investir em SEO ou link patrocinado vem deixando as empresas com muitas dúvidas sobre as vantagens e desvantagens da ação. A equipe da RedaWeb pode ajudar a colocar seu site nas primeiras posições de forma orgânica. Acesse nosso site ou ligue para nós no 0800 750 5564 caso queira assinar um plano de produção de conteúdo.