empresária negra

Iniciar uma empresa é uma decisão bastante séria e que demanda responsabilidade do futuro gestor. Portanto, é preciso estar atento a vários processos, sobretudo no que se refere aos aspectos mais técnicos de uma companhia.


No princípio, serão muitas novidades e as dúvidas tendem a surgir com bastante frequência. Para que você não desista de empreender, a informação será uma grande aliada.


A seguir, explicaremos quais são os principais cuidados que você deve ter antes de criar o seu próprio negócio. Ficou interessado pelo tema? Então continue com a leitura!


O que você precisa saber antes de empreender 


• Planejamento do negócio


Um dos erros mais recorrentes nos novos empreendimentos é a falta de um plano sólido de atuação. Essa impulsividade por vezes ignora a necessidade de se conhecer o público-alvo e a melhor tributação, por exemplo. Sendo assim, antes de qualquer coisa, você deve refletir sobre os seus objetivos e melhores estratégias para alcançá-los.


Nossa dica é que você invista em capacitação na área de gerenciamento e se mantenha atualizado sobre o mercado. em que deseja atuar. A partir dessas informações, será menos desafiador se destacar no seu nicho de interesse.


Esse é o momento perfeito para você ler sobre empreendedorismo e se familiarizar com mercado. Afinal, é sempre melhor aprender com os erros alheios do que se arriscar desnecessariamente. Desse modo, a  atualização constante é uma das chaves do bom gerenciamento, então busque cursos e livros sobre o tema.


• Avaliação de custos


Seja realista acerca dos custos envolvidos na hora de se criar um negócio. Para começar, haverá taxa emissão de alvará e de junta comercial, além dos gastos do dia a dia. O valor de tais tributos variam conforme o modelo e da localização do seu empreendimento, então leve isso em conta quando procurar um ponto comercial. Dependendo do ramo de atuação, a aquisição de alguns equipamentos específicos será indispensável, portanto, acrescente esses valores nos seus cálculos.

 

A vontade de abrir o seu negócio é a origem de tudo, porém também será indispensável dispor de algum dinheiro para realizar esse sonho. Esse valor é conhecido como capital inicial e garante que você esteja preparado para lidar com qualquer imprevisto. 


Dada a instabilidade dos primeiros passos, ter uma reserva também se faz primordial. Muitas taxas inesperadas podem surgir e a nossa tendência é subestimar os custos de abertura da empresa.  Se o cenário permitir, é interessante começar pequeno, com uma operação concisa, para reduzir os gastos e simplificar a gestão.


• Regime de tributação


Quando for iniciar uma empresa, você deve conhecer os três regimes tributários existentes no Brasil: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.


No princípio as atividades, a tendência é selecionar o lucro presumido ou simples. O sistema simples compensa por reunir diferentes impostos. No entanto, uma das suas restrições é o faturamento, que não pode superar R$ 4,8 milhões ao ano.


Salientamos que o simples é um tipo de alíquota crescente, sempre baseado no faturamento dos últimos 12 meses. Por conseguinte, a tributação aumenta conforme o seu faturamento progride. À medida que esse percentual cresce, torna-se fundamental reavaliar se é melhor permanecer no simples ou trocar por outra categoria tributária, como o lucro real ou presumido.


• Escolha de sócios


Caso você decida apostar em uma sociedade, selecione os seus afiliados com cautela para evitar dores de cabeça no futuro. Amigos e familiares podem parecer a escolha certa, porém boas relações pessoais nem sempre se traduzem em boas dinâmicas profissionais.


Antes de assinar qualquer contrato, as partes devem estabelecer qual será o papel de cada signatário e como a empresa será dividida. Dê preferência a indivíduos que competências complementares, pois isso facilita na distribuição de funções.


• Divulgação da marca


Não aguarde o público encontrar a sua empresa. Nem sempre bons serviços e produtos bastam para atrair os clientes. Por isso, a dica da RedaWeb é: comunique-se com inteligência.


Invista em um marketing direcionado ao seu público-alvo para que seu nome chegue às pessoas certas. Quando você conhece os gostos e desejos da audiência, toda essa etapa se torna bem mais simples, então não pule as etapas mencionadas anteriormente.


O ideal é ter um site que seja de agradável navegação e cujo layout seja intuitivo para o visitante. Cada vez mais, os brasileiros estão fazendo compras nas lojas virtuais, por isso é importante viabilizar essa possiblidade.


Hoje, as empresas com os retornos mais positivos são aquelas que sabem se comunicar de modo eficiente com as pessoas e oferecem um serviço excelente em todas as etapas da transação.


Um cliente satisfeito com o seu produto pode compartilhar a experiência com amigos e seguidores, gerando publicidade espontânea.


• Definição de seu diferencial


Como iniciar um negócio sem delinear um diferencial? O gestor tem de oferecer algo único para o consumidor em todos os estágios da negociação. Se a experiência for positiva, você consegue construir uma reputação e fidelizar as pessoas.


Aqui, cabe estudar a personalização do atendimento, a navegabilidade do site e a apresentação dos objetos ou serviços disponíveis, entre outros recursos.


Não é o suficiente saber que seu produto é especial, você precisa de uma mensagem dele atraía os visitantes para a loja, seja ela física ou virtual.


Ou seja, vale a pena pensar na presença em redes sociais para interagir de modo mais direto com os seguidores. Sem dúvida, um especialista na área saberá como criar o conteúdo apropriado para informar e entreter a audiência.


• É possível ser um bom empresário e chefe


Orientar os funcionários, tomar decisões e ser empático não são missões excludentes. Pelo contrário, elas se complementam para que todas as áreas tenham desempenhos positivos.


Lembre-se que o êxito em qualquer iniciativa não acontece da noite para o dia, então tenha paciência e esteja preparado para os percalços iniciais.


Tenha em mente que a sua rotina irá mudar consideravelmente ao iniciar um negócio. Acreditar que você vai trabalhar menos por ser o patrão é um engano bem frequente entre os principiantes. A realidade é que todos os dias você terá de lidar com várias atividades administrativas e burocráticas.


Em especial nas pequenas empresas, o gestor passa a ser o rosto da marca e regularmente está em contato direto com os compradores. Como consequência, a sua responsabilidade aumenta e o seu trabalho também.


Quando os colaboradores estão motivados e cientes das suas funções, a vida do gestor fica bem mais fácil. Sendo assim, conheça os pontos fortes, bem como as limitações de cada funcionário para delegar corretamente as tarefas.


Esperamos que nossas recomendações tenham motivado você a iniciar a sua empresa e alcançar o sucesso profissional. Para finalizar, convidamos você a acessar o site da RedaWeb ou a ligar para nós no 0800 750 5564, caso queira assinar um plano de produção de conteúdo