A crise nas redes sociais: saiba as formas de gerenciamento

Gerenciar uma rede social muitas vezes parece algo fácil, mas não é. Ocorre que as redes sociais são um laboratório digital que permite testar diversas estratégias e até recursos de relacionamento para com os clientes. Este laboratório realizado é uma forma de testar como a nossa mensagem chegará ao outro lado - o lado do consumidor. 

Muitos diriam que, para que a rede social tenha sucesso, basta que a empresa tenha qualidade em seu produto ou serviço. E isto não é verdade. Outros acreditam que, mesmo que a empresa esteja passando por qualquer crise, a rede social é o suficiente para ajudar a atingir maior sucesso. Outro engano. 


O que são e para que servem as redes sociais?

Uma rede social, bem como o próprio nome já diz, é uma "teia" de amigos e contatos que são formados em torno de um objetivo em comum: amizade ou negócios. A rede social, portanto, tem o poder de aglutinar o público-alvo em torno de um mesmo interesse e facilitar as relações empresa/cliente dentro do ambiente digital.  Ou seja, ela aproxima o cliente do negócio, da empresa ou do produto desejado. 

No início, as redes sociais eram voltadas apenas para estudantes e amigos, principalmente nos Estados Unidos. Posteriormente, passaram a aceitar cadastros de diversas pessoas interessadas em fazer parte de círculos de convivência, com interesses em relacionamentos e mais adiante. Os interesses se multiplicaram em dezenas de grupos e curiosidades que dividiam e subdividiam este público em mais e mais grupos.


Pequenas redes sociais se formaram em torno de um interesse em comum 

Foi o que ocorreu quando surgiram páginas de fãs variados e grupos sobre os mais diversos temas e outros. Cidades, estados, países, religião, gostos musicais, bandas, duplas, estudos, faculdades, times de futebol, esportes e modalidades, comidas típicas, receitas, hábitos, costumes, etc. Uma infinidade de grupos voltados a um mesmo interesse começou a ganhar força e, com ela, novos conteúdos disseminados pela rede a fora.


Comércio e Publicidade encontram seu espaço nas redes sociais

Muitos empreendedores, no começo, olhavam com receio para as redes sociais, por acreditarem que tratava-se de uma "brincadeira de criança". Contudo, a rede social se transformou em uma ferramenta indispensável para atrair público em torno de uma marca, serviço ou produto. Principalmente quando encontra o seu grupo certo, para exposição e vendas. 

Empresas conseguiram alavancar seus negócios graças a uma interação forte nas redes sociais. Hoje, o governo começa a entender a força que o Facebook, por exemplo, possui dentre a população, tanto que se elegeu graças às campanhas feitas pela própria rede social e ainda a utiliza para informar anúncios urgentes – em detrimento da própria televisão e outros canais convencionais de mídia.  


Onde começa a crise das redes sociais: como cuidar desta gestão?

Se a internet democratizou a informação, tornando-a acessível a qualquer pessoa, também abriu espaço para que qualquer um, sem o menor conhecimento sobre um assunto em específico, viesse a tornar público seu pensamento e com isso espalhar qualquer informação ou conteúdo equivocado.


O mesmo vale para o Facebook

O Facebook deu voz a milhares de pessoas que, hoje, sentem-se mais à vontade, na frente das telas do monitor e longe do "olho no olho", para apontar, criticar e às vezes até exagerar em algumas observações. O mesmo quanto a compartilhar e disseminar informações falsas, como as "Fake News" ou, ainda, desorientar qualquer consumidor ou público-alvo quanto a um produto ou serviço. Este seria o primeiro ponto desta crise.

O segundo ponto forte desta crise é que, hoje, todos podem criar, desenvolver e gerar conteúdos atraentes para conseguir atingir inúmeros objetivos. Assim, não basta simplesmente "postar na rede social", é preciso, assim, primeiramente, pensar estratégias que engajem verdadeiramente o público-alvo em torno de uma meta e uma intenção aplicada na rede, além de elaborar os melhores materiais possíveis de campanha. 

Afinal, estamos em um ambiente onde não há espaço para amadores, e todos querem fazer o seu melhor.

As campanhas não estão convencendo e, por isso, deixam de converter leads. Toda e qualquer ação de marketing que seja aplicada nas redes sociais, voltada a um público, necessita de interação. É preciso ativar o público-alvo de alguma forma, seja por meio de uma pergunta, um gatilho mental, uma proposta de compra ou aquisição que lhe motive a clicar no botão, acessar, e pelo menos, compartilhar.

E aí, o problema é que sem a qualidade no que se publica, em termos de veracidade, propriedade no assunto e garantia de qualidade, fica difícil convencer e converter qualquer lead. A preocupação em gerar conteúdos apenas para "preencher" um espaço na rede social faz com que se percam oportunidades ótimas de atrair atenção de mais e mais grupos, que podem acessar ao site, conhecer a marca, compartilhar informação e consumir o que se vende, seja um produto ou serviço.


Como gerenciar esta crise nas redes sociais? Quando tudo dá errado?

Gerenciar a crise nas redes sociais é compreender o lado de quem acessa, questiona, argumenta, critica e até mesmo xinga – muitas vezes com razão. Quando todo esse processo listado acima falha em algum ponto, não raramente surgem os "haters", aqueles que atacam prontamente a marca na rede social, atraindo outros milhares de consumidores por alguma razão também desiludidos. 

Fato é que não adianta tentar esconder que algo saiu errado. A melhor estratégia para gerenciar a crise na rede social é, primeiramente, aceitar que algo saiu errado, depois identificar o erro e corrigi-lo, seja ele na produção de conteúdo, na qualidade das informações prestadas ou na forma de abordagem do público-alvo.   

Agir prontamente quando se está com um problema e abrir o espaço para entender o cliente e mostrar aí, o verdadeiro valor de uma marca, aquele que se coloca no lugar de cada consumidor de seu produto ou serviço. Apresente resultados, mostre o valor da empresa e aplique em cada postagem, muito mais do que conteúdo, mas a vontade de ver e reconhecer em cada acesso uma pessoa satisfeita na outra ponta da rede.

Para tanto, não há mistério. A chave de um conteúdo matador na rede é contratar a RedaWeb. Só a RedaWeb é capaz de produzir os melhores conteúdos em texto para sua empresa, site e rede social. Com a RedaWeb não tem crise, mas sim, solução!

Acesse www.redaweb.com.br ou ligue para 0800 750 5564 para fechar um de nossos pacotes. Se quiser conversar primeiro, adicione o nosso WhatsApp: 11 97192 0944. Está pronto para fortalecer a sua marca e acabar com qualquer crise na rede social? Então, contrate a RedaWeb!