Analista de redes sociais: formas de construir uma carreira

Para quem está iniciando no marketing digital, uma boa opção de carreira é a de Analista de Redes Sociais. Esse profissional trabalha diretamente com as redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, entre outras mídias sociais. E hoje o mercado trabalho vem apresentando uma grande quantidade de vagas de emprego para analistas, até mesmo como freelancers. 

Tudo mundo que possui um perfil em uma rede social sabe fazer publicações, compartilhamentos e dar curtidas, mas sem conhecimento técnico para causar um engajamento positivo. E é o analista de redes sociais o responsável por realizar a comunicação certa para seu público-alvo, pois conhece amplamente as ferramentas a serem utilizadas até chegar ao resultado final desejado. 


Quais os conhecimentos necessários para um analista de redes sociais 

Antes de entender quais as principais características para ser um analista de rede social, é preciso saber quais são necessárias para o marketing digital. Uma carreira em ascensão e com boas vagas no mercado, o marketing digital surgiu junto à propagação da internet na vida das pessoas. Antes, utilizava-se técnicas do marketing tradicional aliadas às ferramentas que eram fornecidas pelas plataformas, mas logo estabeleceu-se como um caminho próprio de comunicação vital entre a empresa e seu cliente.

O marketing digital ampliou suas ações e abriu espaço para profissionais com várias habilidades diferenciadas. Se antes sua base principal era a área de humanas como o próprio Marketing, Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Administração, hoje, ela requisita profissionais de TI e Estatística para trabalhar com análise de dados e métricas. 

Com tantas possibilidades, quem deseja fazer uma carreira com o marketing digital deve buscar com quais áreas tem maior compatibilidade. O analista de redes sociais, por sua vez, é a especialidade mais requisitada e cobiçada do momento, mas muitas pessoas apresentam dúvidas sobre suas características e atribuições.

Seu foco é lidar com as redes sociais que serão trabalhadas pela marca, promovendo-a. Desse modo, também deve gerenciar os leads e os negócios, relacionar-se com o público e é o responsável em entregar o resultado para a marca. Para isso, ele coloca em prática o planejamento de marketing e todas as estratégias e ferramentas possíveis para a satisfação do cliente. 

Uma característica do analista de mídia social é uma boa escrita, com uso do português correto e linguagem apropriada ao seu público. Com o faro jornalístico para encontrar uma boa pauta para o conteúdo, é essencial utilizar as técnicas do webwriting. Além disso ele deve gostar de lidar com pessoas, ter boas noções de cálculos e análises de planilhas, ter proatividade para resolver os problemas que surgem e bastante equilíbrio para não se desesperar com eles. 

Há um entusiasmo sobre o analista de redes sociais, com a falsa impressão de que é um trabalho fácil de ser realizado por envolver o uso frequente das redes sociais. É um grande engano, já que é preciso muita técnica, prática e atualização contínua para realizar o trabalho. O analista de redes sociais sabe do papel que exerce dentro das estratégias do macromarketing e que faz parte do seu conjunto. Todas as especialidades do marketing se conectam e dependem umas das outras para chegarem no resultado final. Dessa forma, o analista de redes sociais não deve focar apenas em uma estratégia unilateral.

Assim como ele deve saber todos os caminhos que serão seguidos pelo seu grupo, é essencial ter conhecimento profundo dos canais de mídias sociais. Parece óbvio que um analista de redes sociais saiba tudo sobre elas, mas esse é um dos maiores enganos da carreira. Não basta ter um perfil, e sim saber tudo sobre as ferramentas de postagens, métricas, comunicação e conversão. 

São muitas opções estratégicas a serem utilizadas, mas cabe a ele saber qual é a melhor a ser feita, no momento mais adequado e também tomar decisões rápidas e assertivas quando as métricas apontam para falhas. Dessa forma, não basta apenas informar ao cliente quantos likes foram feitos e se o número de seguidores aumentou, é preciso resultado prático e número de conversões. 

Cabe ao analista de mídias sociais a decisão sobre a publicação de um conteúdo, assim como o seu formato. Ainda, executar a ação mais elaborada e complexa, como optar pelo remarketing ou geração de leads em anúncios específicos que só são possíveis se estiver no conceito do macro. E essas decisões estão longe do gerenciamento de um perfil pessoal. 

Além de todo conhecimento específico do analista de rede social e das estratégias do marketing macro, o profissional deve ter como base a criação de um relacionamento com o público-alvo e a marca, por meio das estratégias de Inbound marketing.


As subdivisões de um analista de mídias sociais

Um analista de mídias sociais não se forma um instantaneamente, mas com muito estudo aliado a prática. Afinal, o mercado exige um profissional multidisciplinar, com conhecimento sobre todos os processos que envolvem o marketing, que se conquistam com um tempo de maturação. 

Com o crescimento do marketing digital e, especificamente das mídias sociais, torna-se inviável para um só profissional cuidar de uma campanha grande ou de várias ao mesmo tempo. O volume de atribuições é grande demais e requer subdivisões como o do gestor de conteúdo, planner digital, gestor de social media, analista de métricas e atendimento. E é um ótimo caminho para quem deseja chegar à liderança dessa área, com a oportunidade de trabalhar em cada especialização e vivenciar cada detalhe dos seus processos. 

O planner digital é o que realiza pesquisas, define a persona e os tipos de postagens que devem ser publicadas, com uma visão mais crítica sobre a concorrência e com uma boa dose de ousadia para fazer algo diferente. Em seguida, há o gestor de conteúdo, responsável pela produção de textos definidos pelo planners, inclusive sugerindo complementos de imagens e vídeos.   

O analista de métricas faz a mensuração das ações realizadas, criando gráficos e dados para a avaliação do desempenho. Requer habilidades em cálculos. Já o atendimento é a conexão com o cliente, que responde às demandas e estabelecendo uma relação de confiança e informação. 

O gestor de social media é o líder da equipe, aquele realiza o planejamento das mídias sociais, atuando na criação de estratégias, na avaliação e nas respostas dos resultados e sendo o centralizador da comunicação entre os especialistas. Seu trabalho também é vinculado com o macro do marketing digital e o que toma as decisões nos momentos de crise. 

O analista de redes sociais é a carreira mais próspera do marketing digital e a que apresenta um maior número de possibilidades. Mas requer uma complexidade de conhecimentos que pode surpreender quem acredita que basta ser usuário das redes sociais para realizar o trabalho. E, claro, vale investir também no conteúdo. A RedaWeb é especialista em marketing de conteúdo e pode te ajudar a alavancar suas vendas! Entre em contato pelo site ou ligue para 0800 750 5564 para fechar um plano!