Como trabalhar o marketing B2B no LinkedIn

O Linkedln é a maior rede social profissional do mundo e já sabemos que ela não se restringe apenas a pessoas que estão procurando uma nova colocação no mercado. O seu grande diferencial é a possibilidade de criar conexões profissionais. Mais do que uma biblioteca de currículos, a rede social é um ótimo espaço para o Business to Business, conhecido também como B2B. 

Pelas suas características, o Linkedln não é uma rede social de grandes massas, nem tem como foco o entretenimento. Ela possui um dos mais interessantes nichos de usuários, com um público qualificado, profissionais de alta hierarquia e renda, pessoas capazes de tomar decisões para a empresa e até para a família. 


Descobrindo o B2B

Para as empresas que estão planejando investir no B2B, incluir o Linkedln é investir em um ambiente bastante propício para o marketing empresarial. O primeiro pensamento é sempre programar o foco em redes ultra populares, como o Facebook, mas até mesmo por sua vastidão de possibilidades, essa nem sempre é a melhor opção. 

O Facebook é uma rede social excelente para as empresas e apresenta ótimas ferramentas que auxiliam ainda mais a potencializar as vendas e a mensuração das ações. Mas, ela não pode nem deve ser considerada a única opção para os negócios digitais, principalmente quando se considera o segmento da empresa que deseja investir em marketing digital

A rede mais popular do mundo é perfeita para o marketing B2C (Business to Consumer), com um conteúdo direcionado para as massas. Ele atende ao consumidor final, com uma estratégia totalmente voltada ao relacionamento com os clientes e a conversão de leads. Embora o B2C possa utilizar as mesmas mídias sociais que o B2B, suas estratégias são bem diferentes. 

Já no B2B (Business to Business), o marketing é voltado para outras empresas, nas quais se estabelecem conexões que podem gerar novos negócios ou a expansão dos que já existem. É a empresa se conectando com outras, como fornecedores e clientes. Essas relações já existiam antes e passaram a ganhar uma nova roupagem com a vinda da internet, no dia a dia dos negócios. 

Tanto no método tradicional quanto no digital, o investimento em canais de nicho é fundamental para a estratégia ser bem-sucedida. Como os ciclos tendem a ser maiores que os B2C, os leads precisam ser nutridos continuamente após sua segmentação e geração, até que em longo prazo se convertam em vendas. 

O B2B não é apenas uma sigla, mas um modelo de negócios muito rentável e que possui suas próprias métricas e gestões. O que pode ser ainda mais surpreendente é que as estratégias de marketing B2B podem ser ainda mais agressivas que as que atingem o consumidor final. 

A principal diferença entre o Linkedln e o Facebook na utilização do B2B são os usuários. O Facebook tem uma faixa etária mais jovem com média de 16 a 30 anos, com nível escolar médio. Já no Linkedln, o público gira em torno de 18 a 45 anos, com dois ou três diplomas universitários. Essas diferenças configuram que o perfil do usuário do Linkedln é de formadores de opinião, de pessoas que decidem o que deve ou não ser consumido. 


Como usar o Linkedln a seu favor

O Linkedln já havia identificado que sua rede é bastante adequada ao B2B e vem criando ferramentas muito úteis para esse tipo de marketing, como o Company Pages e os Showcase Pages, perfeitos para gerar leads. Neles, pode ser dado o direcionamento de apresentar a expertise da empresa e sua cultura, para que os possíveis clientes possam identificar neles a possibilidade de negócio. É uma estratégia semelhante à usada para a criação de fan page. 

Outra ferramenta que pode ser utilizada para a estratégia de B2B é o Linkedln Ads. Os anúncios patrocinados são veiculados na rede e alocados em vários locais de fácil visualização como a página principal, a do perfil, a caixa de mensagens, entre outros. 

O Linkedln Ads tem funções semelhantes a outras redes sociais e pode ser usado para qualquer tipo de estratégia de marketing, inclusive o Google Ads. Mas, para o B2B ele oferece um alto poder de segmentação, que leva o anúncio pago somente para as empresas que possuem o perfil definido no Persona de Marketing. 

Os anúncios podem ser produzidos em formato de mensagens, posts em páginas de terceiros e até em resultados de pesquisas. O showcase pode apresentar os detalhes do que a empresa tem a oferecer ao cliente e, para os que possuem a conta Premium, há vantagens exclusivas como a comunicação entre perfis ainda não conectados pela open profile, entre outros. 

O slideshare, por exemplo, ajuda a apresentar o negócio para o cliente com criatividade, o que pode causar um efeito bastante positivo. Se o branding é trabalhado da maneira correta, a partir de um conteúdo de relevância bem estudado, os fornecedores se sentem confiantes em conhecer e fazer negócios com a empresa. É fundamental conquistar autoridade no segmento de que faz parte, por meio do comportamento digital, do cuidado com o seu perfil e ao lidar com os clientes. 

Os conteúdos são sempre o foco do marketing B2B e no Linkedln eles podem ser apreciados por um público mais qualificado e exigente. O que impede que erros de português, textos copiados ou com informações simplórias tenham espaço nessa rede social. É preciso pesquisar o que o cliente deseja saber, suas necessidades e se voltar a um conteúdo abrangente, com referências e construtivo. Neles, há uma excelente oportunidade de ganhar posicionamento para o negócio.  

É sempre importante lembrar que o Linkedln não é uma rede de entretenimento, e sim de negócios, atraindo conteúdos técnicos, sociais, econômicos, políticos, marketing pessoal entre outros. As promoções são bem-vindas, mas precisam ser oferecidas em momentos-chave e não de forma aleatória, para não causar uma má impressão ao cliente. 

A qualidade das conexões também deve ser um investimento importante no Linkedln. Isso porque o networking nessa rede é bastante interessante. Tanto nas marcações de perfil, quanto nos grupos profissionais, é possível identificar clientes positivos para o B2B, ou seja, influenciadores, formadores de opiniões e profissionais qualificados como donos das empresas, SEOs, diretores, presidentes, gerentes, doutores, mestres, etc. É importante que eles identifiquem com a linguagem, a apresentação e o conteúdo oferecido, para criar de forma ampla um laço estreito entre as empresas. 

O Linkedln não é uma rede social profissional voltada somente para exposição de currículos, mas é perfeita para estabelecer relações positivas entre empresas por meio do marketing digital. Quer alavancar seu conteúdo nesta rede social? Então entre em contato com a RedaWeb. Conheça nossos planos no site ou ligue para 0800 750 5564.