Dicas para alinhar suas métricas para o marketing de conteúdo

Muitas empresas acreditam que ter um bom conteúdo é o suficiente para obter bons resultados. Mas, a verdade é que nada disso é realmente eficaz sem as métricas corretas.

No entanto, vale ressaltar que toda estratégia de conteúdo é única, sendo assim, cada abordagem também precisa ser exclusiva. Portanto, você precisa definir suas principais metas de negócio e medir como o conteúdo se relaciona com cada um desses objetivos. 

Para te auxiliar nesse processo, separamos 7 dicas para alinhar suas métricas para o marketing de conteúdo

1. Leads de qualidade

Quando sua empresa opta por investir em um conteúdo de qualidade é possível rastrear os leads como resultados dos seus esforços de conteúdo. Os leads podem ser obtidos de várias formas, como por exemplo, formulários de contato, downloads de e-book e até interações pelas mídias sociais, como Facebook, blog, etc. 

Vale ressaltar que a chave de um bom conteúdo é garantir que você receba leads de qualidade, porque estes se convertem em clientes. Mas se o seu conteúdo não for satisfatório, os leads podem não alcançar as métricas estipuladas. Inclusive, há diversos fatores que podem ocasionar este cenário.

Por exemplo: você sabia que a falta de frequência em um blog pode diminuir drasticamente o seu engajamento? 

De acordo com uma pesquisa feita pela HubSpot, empresas que publicam mais de 16 postagens no blog por mês, geram 4x mais leads do que aquelas que publicam nenhum conteúdo ou apenas 4 postagens mensais.

A mensagem é clara: quanto mais postagens, mais leads gerados. Mas, se destacar dos seus concorrentes no ambiente digital pode ser um grande desafio. Por isso, muitas empresas optam por agências de conteúdo, que fornecem uma auditoria de conteúdo consistente e relevante. 

2. Reconhecimento da marca

Boa parte das empresas almeja aumentar o reconhecimento da marca, o que faz essa dica para alinhar suas métricas para o marketing de conteúdo especialmente valiosa. O marketing de conteúdo é um grande aliado nesse processo. Por isso, você pode considerar os seguintes indicativos:

  • Visualizações: é importante desenvolver relatórios de quantos usuários visualizaram seu conteúdo. Claro, esse não é um único indicativo, mas já é um bom começo. 
  • Compartilhamento: é importante avaliar os compartilhamentos médios dos seus seguidores por artigo. Dessa forma, você pode elencar, por exemplo, quais os tipos de conteúdo, formatos e horas do dia mais eficazes para o seu público-alvo. 

3. Dados de vendas

As vendas são uma das métricas mais utilizadas pelas empresas. Essa abordagem também serve para o marketing de conteúdo – e, acredite, você pode se surpreender com o resultado positivo dessa estratégia.

Vale lembrar que o marketing de conteúdo pode lhe auxiliar a rastrear qual conteúdo desempenha um papel fundamental na influência das vendas. Dessa forma, você pode otimizar o artigo ou produzir mais do mesmo.

Para tal, é importante se questionar: os usuários estão sendo convertidos? Existe um processo para nutrir suas necessidades? É necessário desenvolver novas abordagens que auxiliem o cliente potencial a se tornar cliente?

4. Envolvimento com o público

Muitos profissionais de marketing vêm se dedicando a construir um engajamento com interação genuína. Por sorte, o marketing de conteúdo é uma ótima ferramenta para tal. Se o seu objetivo for o envolvimento com o público, monitore as seguintes métricas:

  • Compartilhamentos: neste caso, vá além dos números, examine atentamente quem compartilha seu conteúdo. Afinal, não adianta ter um conteúdo viral que não influencia seu público-alvo.
  • Comentários: identifique pessoas que estão contribuindo positivamente com seu conteúdo. Dessa forma, você pode elencar quais os tipos de conteúdos que mais engajam e pode até contatá-los via direct para abordar uma dúvida ou iniciar uma conversa.
  • Taxas de cliques: observar a quantidade de cliques que o seu conteúdo gera é uma ótima forma de rastrear quais tipos de conteúdo seu público clica para ver. Desse modo, você pode aprender ainda mais sobre os gostos do seu público-alvo e como envolvê-los de maneira eficiente. 

Mas, para que esses métodos funcionem, é preciso dispor de profissionais qualificados que saibam utilizar as ferramentas necessárias para extrair os dados e analisá-los com eficiência. 

Saber interpretar essas informações é essencial para implementar as soluções adequadas.

5. Inscrição por e-mail

Quando um usuário assina com o e-mail para receber seu conteúdo, isso demonstra que ele está interessado e deseja ver mais. Portanto, assinantes por e-mail são um ótimo indicador de que sua estratégia de marketing de conteúdo está funcionando.

Mas, se você não estiver vendo um crescimento significativo nesta área, considere outras abordagens, como por exemplo, um e-book ou qualquer outro método relevante que ofereça a troca de e-mail dos usuários. 

6. Autoridade

A autoridade é uma das métricas mais desejadas pelas empresas, mas, certamente não é a mais fácil de medir. No entanto, essa é uma ótima métrica para ter como aliada do marketing de conteúdo.

A autoridade aprimora seu SEO, o que, na prática, significa aumento de tráfego para seu site. Além disso, ela auxilia no fortalecimento da marca e na sua taxa de conversão. 

7. Tipos de métricas de conteúdo

Ao longo do artigo, nós citamos diversas formas de você alinhar suas métricas com o marketing de conteúdo. 

Agora, vamos apresentar os indicadores mais utilizados em estratégias de marketing de conteúdo. Dessa forma, você pode implementar o que julgar necessário, são eles:

Métricas de consumo

As métricas de consumo se resumem a:

  • Visualizações da página;
  • Visitantes;
  • Tempo médio na página;
  • Fluxo de comportamento.

Métricas do site

Podemos resumir as métricas de um site aos seguintes indicadores:

  • Links de entrada;
  • Taxas de rejeição;
  • Taxas de retorno;
  • Tempo médio na página.

Métricas sociais

As métricas sociais envolvem diversos fatores, mas podemos estabelecer os seguintes indicadores:

  • Volume e crescimento de seguidores;
  • Compartilhamentos nas mídias sociais;
  • Comentários.

Métricas de e-mail

Outra análise interessante são as métricas de e-mail, veja as principais:

  • E-mails abertos;
  • Downloads de ativos;
  • Taxa de rotatividade de assinantes de e-mail.

Equilíbrio é a chave

Compreender o comportamento e as necessidades dos usuários não é uma tarefa simples. Por isso, é essencial absorver essas dicas para alinhar suas métricas para o marketing de conteúdo. Porém, a adição contínua de métricas é necessária para que a empresa sobreviva em um cenário cada vez mais competitivo. Dito isso, lembre-se de não se concentrar em apenas uma única métrica.

Tenha em mente que a experiência do usuário é crucial para aumentar o valor da sua marca. Portanto, procure equilibrar a importância de todas as métricas. Mas, se você sentir dificuldade nesse caminho, saiba que nós estamos preparados para te auxiliar da melhor forma.

Portanto, se você deseja garantir o melhor conteúdo para seu público, entre em contato com a RedaWeb pelo site ou pelo telefone 0800 750 5564 e assine um dos planos de produção de conteúdo disponíveis.