Blog Entenda qual a mudança que o certificado ssl causa nas classificações de busca no Google

Entenda qual a mudança que o certificado ssl causa nas classificações de busca no Google

Entenda qual a mudança que o certificado ssl causa nas classificações de busca no Google

O universo do Search Engine Optimization (SEO) é vasto e complexo, com inúmeras variáveis ??que os algoritmos de busca, como o do Google, levam em consideração ao classificar os sites.

Uma dessas variáveis ??é a segurança do site, particularmente a implementação de um Certificado de Segurança de Camada de Transporte Seguro (SSL).

Neste texto, vamos explorar em profundidade como o Certificado SSL afeta as classificações de pesquisa do Google.

O que é um Certificado SSL?

O Certificado SSL é uma tecnologia de segurança global padrão que habilita a criptografia de dados transmitidos entre o navegador web do usuário e o site que ele está acessando. Essa criptografia garante que todas as informações transmitidas sejam privadas e integrais, protegendo-as de possíveis interceptações maliciosas.

Ao implementar um certificado SSL, o protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol) do seu site muda para HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure), indicando aos usuários que o site é seguro para navegação e transações.

SSL e o Google

Em 2014, o Google fez um anúncio significativo, informando que a segurança do site se tornaria um fator de classificação em seu algoritmo de busca. Especificamente, ele começou a dar preferência aos sites que usam HTTPS em vez de HTTP, encorajando assim a adoção de certificados SSL por parte dos webmasters.

A justificativa do Google é clara: eles querem tornar a internet mais segura. Ao favorecer sites que utilizam HTTPS, ele está incentivando os proprietários de sites a adotar práticas de segurança melhores, o que, por sua vez, beneficia os usuários da internet como um todo.

Como o SSL afeta as classificações de busca do Google?

A presença de um certificado SSL é um dos muitos fatores que o algoritmo do Google considera ao classificar um site. Embora o Google nunca tenha revelado a extensão exata do impacto do SSL nas classificações de pesquisa, está claro que ter um site seguro pode melhorar a visibilidade do seu site nos resultados de pesquisa.

A ausência desse certificado pode realmente prejudicar a classificação de um site. Quando um usuário tenta acessar um site sem HTTPS, muitos navegadores exibirão uma mensagem de aviso, o que pode levar o usuário a abandonar o site. Isso pode aumentar a taxa de rejeição do site, o que, por sua vez, pode prejudicar a classificação do site nos resultados de pesquisa do Google.

Adoção de SSL e experiência do usuário

A adoção de SSL também pode melhorar a experiência do usuário, o que pode ter um impacto indireto nas classificações de pesquisa. Sites que utilizam HTTPS geralmente carregam mais rápido, podendo reduzir a taxa de rejeição e aumentar o tempo que os usuários passam no site.

Além de que, muitos usuários estão cientes da importância da segurança online e podem preferir sites que utilizam HTTPS.

O Google também exibe o status de segurança de um site nos resultados da pesquisa e na barra de endereços do navegador. Um site que utiliza HTTPS pode exibir um cadeado verde ou uma mensagem "seguro", o que pode melhorar a confiança do usuário e aumentar a probabilidade de eles clicarem e permanecerem no site.

Novamente, esses fatores podem melhorar as métricas do site, como taxa de cliques e tempo no site, que o algoritmo do Google considera ao classificar os sites.

A Importância da Velocidade do Site para o SEO

É crucial entender o papel fundamental que a velocidade do site desempenha no SEO.

Os motores de busca, especialmente o Google, estão cada vez mais focados na experiência do usuário. E um dos elementos mais críticos dessa experiência é o tempo que leva para um site carregar.

Sites lentos podem frustrar os usuários, levando-os a abandonar a página. Esses comportamentos do usuário são monitorados pelo Google, que os interpreta como sinais de uma má experiência do usuário, o que pode resultar em uma classificação mais baixa nos resultados de pesquisa.

Como Medir a Velocidade do Site

A medição da velocidade do site é um passo fundamental para melhorar o desempenho do seu site.

Existem várias ferramentas disponíveis para essa finalidade. O Google PageSpeed Insights é uma delas, oferecendo uma análise detalhada da velocidade do site em dispositivos móveis e desktops.

Outra ferramenta popular é o GTmetrix, que fornece uma visão completa de como o seu site carrega e dá recomendações de otimização específicas.

Essas ferramentas analisam vários aspectos, como tempo de carregamento total, tamanho da página, número de solicitações e muito mais. Ao usar essas ferramentas, é importante lembrar que o objetivo é oferecer a melhor experiência possível para o usuário, e não necessariamente obter uma pontuação perfeita.

Estratégias para Melhorar a Velocidade do Site

Agora que entendemos a importância da velocidade do site e como medi-la, vamos olhar para algumas estratégias eficazes para melhorar a velocidade do site:

  • Otimização de Imagens: Imagens grandes podem diminuir significativamente a velocidade do site. Utilizar formatos de imagem eficientes, comprimir imagens e usar o carregamento lento podem ajudar a acelerar o tempo de carregamento.
  • Minimizar CSS e JavaScript: Arquivos CSS e JavaScript podem aumentar o tempo de carregamento do site. Minimizar esses arquivos, ou seja, remover espaços em branco, comentários e outros elementos desnecessários, pode ajudar a reduzir seu tamanho e melhorar a velocidade do site.
  • Usar um CDN (Content Delivery Network): Um CDN pode ajudar a reduzir o tempo de carregamento do site distribuindo o conteúdo do site por vários servidores geograficamente distribuídos, permitindo que os usuários carreguem o conteúdo do servidor mais próximo.
  • Escolher um bom serviço de hospedagem: A qualidade do serviço de hospedagem pode ter um grande impacto na velocidade do site. É importante escolher um serviço de hospedagem confiável e de alta qualidade que possa garantir tempos de carregamento rápidos.

Implementando SSL

Embora seja evidente que a adoção de SSL pode melhorar as classificações de pesquisa, é importante implementar corretamente o SSL para obter os benefícios completos.

A implementação de SSL envolve a obtenção de um certificado SSL de uma autoridade de certificação confiável, instalando o certificado em seu servidor web e configurando seu site para usar HTTPS.

Além disso, você deve garantir que todo o conteúdo do seu site seja servido via HTTPS, incluindo imagens, folhas de estilo CSS e scripts JavaScript. Isso pode envolver a atualização de links internos e a configuração de redirecionamentos HTTP para HTTPS.

É também importante configurar um redirecionamento 301 permanente de todas as páginas HTTP para suas contrapartes HTTPS. Isso garante que os usuários e os motores de busca sejam direcionados para a versão segura do seu site.

Tipos de Certificados SSL

Existem diferentes tipos de Certificados SSL, cada um oferecendo diferentes níveis de segurança. Dentre eles estão:

  • Certificado de Validação de Domínio (DV - Domain Validation): É o tipo mais básico de certificado SSL. Ele verifica apenas a propriedade do domínio, sem validar a identidade do proprietário do site. É adequado para sites de pequenas empresas, blogs e outros sites de baixo risco.
  • Certificado de Validação da Organização (OV - Organization Validation): Além de verificar a propriedade do domínio, os
  • certificados OV
  • Certificado de Validação Estendida (EV - Extended Validation): Os certificados EV fornecem o mais alto nível de validação e segurança. Além de verificar a propriedade do domínio e a identidade da organização, eles realizam uma validação mais abrangente, incluindo a verificação legal e física da empresa. Os certificados EV ativam a barra de endereço verde nos navegadores, que exibe o nome da empresa. É usado por sites de e-commerce de alto nível e instituições financeiras, pois oferece o máximo de confiança e segurança aos visitantes.
  • Certificado curinga (Wildcard): O certificado curinga permite proteger vários subdomínios sob um único certificado SSL. Isso é útil quando um site possui vários subdomínios, como loja.exemplo.com, blog.exemplo.com, suporte.exemplo.com, etc. Em vez de adquirir um certificado separado para cada subdomínio, um certificado curinga pode ser usado para proteger todos eles.
  • Certificado de Múltiplos Domínios (MDC - Multi-Domain Certificate): Também conhecido como certificado SAN (Subject Alternative Names), esse tipo de certificado possibilita proteger vários domínios diferentes com um único certificado. É útil para empresas que possuem vários sites ou domínios relacionados.

Cada tipo tem requisitos diferentes e oferece diferentes níveis de confiança ao usuário.

Leia também sobre as vantagens do marketing de conteúdo para empresa física em nosso blog.

Artigos relacionados.

Ver mais artigos
-dicas-para-conseguir-mais-comentarios-no-seu-blog-em-dias -dicas-para-conseguir-mais-comentarios-no-seu-blog-em-dias conteudo-de-sucesso-saiba-como-superar-a-concorrencia
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564