Faça sua empresa crescer com o marketing no Instagram

Lançado em 2010 com o propósito de ser uma rede social voltada para a publicação de fotos, imediatamente o Instagram teve uma excelente receptividade. O aplicativo entrou para a história por ter sido o mais baixado em um dia pela Apple Store e em poucos meses já tinha mais de um milhão de usuários. Hoje o Instagram é a rede social que mais cresce anualmente e vem se tornando ainda mais atraente para as empresas. 

Os números são bastante estimulantes, mas a verdade é que por um bom tempo o marketing digital e as empresas se mantiveram reticentes em investir na rede social de imagens. Com a sua compra pelo Facebook e a criação de ferramentas mais dinâmicas para a criação de anúncios, em pouco tempo o Instagram superou até mesmo o Facebook em investimentos publicitários de grandes marcas e não para de crescer. 


O potencial do Instagram

O Instagram foi lançado exclusivamente na versão Apple e só depois de dois anos chegou ao Android, mantendo crescente o sucesso desde o seu lançamento. Prevendo o potencial da rede social, o Facebook a comprou por 1 bilhão de dólares e hoje seu valor estimado no mercado é de 100 bilhões. 

Com mais de 1 bilhão de usuários ativos no início de 2019, o Instagram foi a rede social que mais cresceu e tem média de 15 vezes mais interações que outras redes, inclusive o Facebook. Ela representa 16% da receita do conglomerado do Facebook e não faltam projetos para que ela continue a crescer. 

Estar entre as maiores e mais populares redes sociais do mundo é para se comemorar. Sua proposta simples de envio de fotos cuja aparência pode ser editada, vem conquistando definitivamente os usuários da web. Para manter esse estímulo, a rede vem ampliando suas possibilidades como a adição de vídeos, a criação dos stories e a inclusão de ferramentas mais hábeis para a criação de perfis empresariais. 

Recentemente foi lançada a IGTV, uma televisão do Instagram que permite a publicação de vídeos maiores que 1 minuto. Ainda está em desenvolvimento, mas a ideia é ampliar as possibilidades da rede até mesmo para fora da plataforma. 

O primeiro atrativo do Instagram foram os famosos filtros, criados com inspiração nas máquinas fotográficas Polaroid. Em seguida foram implantadas novas opções de edição de imagens, mudando detalhes da foto como direcionamento, cortes, ajuste de tamanho, efeitos de luz e contraste. 

As simpáticas curtidas do Instagram, em formato de coração, também foram bem aceitas pelos usuários. Até pouco tempo elas eram a principal medida de popularidade da publicação, chamadas de métricas de vaidade, mas foram retiradas da visualização geral e visíveis apenas para quem fez a publicação. O objetivo é valorizar a publicação em si e não a quantidade de curtidas que ela gerou. Voltou-se o foco à prevenção da saúde mental dos usuários, uma vez que para muitos se tornou uma obsessão conseguir grande quantidade de curtidas. 

A medida causou receio nos usuários, especialmente para as empresas, já que ter explícito o número de curtidas que a publicação recebeu pode ser bastante estimulante e atraente. No entanto o foco passou a ser o usuário, e não mais os números superlativos, diminuindo a tendência de se robotizar os status. 

Mais do que as empresas, os principais prejudicados no fim da exposição de curtidas foi o influencer. Criados pelo Instagram, a publicação de fotos e conteúdos relevantes de pessoas comuns ou outras já famosas em outras mídias as transformou em celebridades digitais, atraindo um grande número de seguidores e de marcas que desejam estar atreladas a esses sucessos. 


Como fazer um marketing digital bem-sucedido no Instagram

O fim da visualização de curtidas está longe de desestimular o investimento em marketing digital no Instagram. Em amplo crescimento de popularidade e com um espaço cada vez mais cuidadoso aos anúncios, a rede vem fazendo parte das principais estratégias de grandes marcas pelo mundo. 

Se no Facebook a maior parte dos usuários são homens, no Instagram é a vez das mulheres, com média de idade entre 18 e 34 anos. E 95% de quem tem conta ativa na rede também tem uma outra no Facebook. Em média são 95 milhões de fotos e vídeos publicados diariamente, com 4,2 bilhões de curtidas. 

Mas não são só as grandes marcas estão aproveitando o espaço, as pequenas também. Elas identificam no Instagram um espaço amplo e qualificado de personas, além da possibilidade de se atrelarem aos digitais influencers que, muitas vezes, têm muito mais seguidores do que as marcas mais famosas do mercado. 

Dentro da jornada de compras de um consumidor, a interação com as empresas pode proporcionar uma maior qualidade na aquisição do produto. É uma compra não impulsiva, consciente e interessada em se manter fiel à marca pela experiência proporcionada pelas redes sociais. 

Mas uma coisa é utilizar eventualmente o Instagram, outra é fazer um planejamento de marketing digital. A taxa de engajamento é de 4,21% por seguidor, um número muito elevado quando comparado com outra rede social. A fim de pensar de forma estratégica no Instagram, listamos abaixo algumas práticas para atingir resultados surpreendentes.

1 – Ter um perfil comercial

Optar por uma conta comercial permite o acesso a ferramentas e configurações diferenciadas. Há a opção da criação de anúncios, acesso a mensurações de desempenho e estatísticas, dados demográficos de seguidores, entre outros. Capriche na criação do perfil, com informações completas e um texto que resuma a empresa de forma criativa. 

2 – Conheça seu público

Não basta criar um perfil e postar, é preciso saber para quem ele está destinado. Crie uma persona, um tipo de personagem que é criado a partir de informações colhidas por pesquisa sobre seu cliente ideal. Ela tem gênero, idade, localização, hobbies e adjetivos que ajudam a identificar melhor a quem a marca se destina. 

3 –Estabeleça um calendário de postagens

Sem dúvida é preciso manter uma rotina de publicações, para que o usuário possa acompanhar seu perfil para consumir a informação desejada. Ser regular ajuda no crescimento da marca, por meio de um novo conteúdo. A demora em publicar leva a sua audiência a se dispersar. 

4 – Humanize seu conteúdo

Cuidado em publicar somente anúncios publicitários. As publicações são direcionadas às pessoas, que buscam ali algo que as emocione e impacte, não apenas clichês e mensagens copiadas. 

5 – Use hashtags

O uso de hashtags ajuda a engajar as publicações, até mesmo para quem não segue o perfil. É preciso escolher bem as palavras que serão usadas e jamais exagerar na quantidade, que pode fazer a página perder sua credibilidade diante do usuário.

6 – Faça promoções e concursos

O Instagram tem uma ótima resposta para promoções, sorteios e concursos. Os usuários interagem e convidam seus amigos para fazer parte da página. Mas como tudo que é exagerado surte o efeito contrário ao desejado, use esse artifício eventualmente, para estimular a entrada de novos usuários.  

7 – Use o stories

O stories uma criação do Instagram que causou um impacto positivo forte, fazendo os usuários publicarem imagens e vídeos por apenas um dia. Apesar de ficarem disponíveis por apenas 24 horas, tornou-se o meio ideal para divulgar momentos que só são interessantes por um curto período. 

Para as empresas, o uso de stories ajuda a fortalecer laços e a direcionar o público a outro conteúdo por meio de um link vinculado a ela. O Instagram é a rede social que mais apresenta crescimento no mundo e hoje possui uma boa quantidade de ferramentas, que estimulam o uso do marketing digital. 

Acesse o site da RedaWeb ou ligue para nós no 0800 750 5564 caso queira assinar um plano de produção de conteúdo e impulsionar sua estratégia de marketing digital!