Blog Marketing de conteúdo: 8 dicas essenciais para criar sua estratégia

Marketing de conteúdo: 8 dicas essenciais para criar sua estratégia

Grupo de jovens mulheres trabalhando juntas com marketing de conteúdo

Quando falamos no mercado atual, engajamento é a palavra-chave. É preciso que a sua audiência ou base de clientes se engaje com o seu negócio para gerar resultados relevantes e sustentáveis.


O marketing de conteúdo é uma forma de entregar ao leitor algumas informações que podem ajudá-lo a solucionar problemas e desafios cotidianos, ao mesmo tempo que ajuda a construir uma imagem de longo prazo para a empresa.


No entanto, é muito mais do que criar um cronograma de postagens e publicar de maneira desordenada. É preciso ter uma estratégia consistente e que faça sentido em relação aos seus objetivos.


Com isso, separamos 8 dicas essenciais para criar sua estratégia própria, sem precisar recorrer a fórmulas prontas. Confira!


1. Compreenda o seu objetivo

O marketing de conteúdo serve para atender diversos objetivos, como:


  • Engajar o seu público;
  • Gerar reconhecimento de autoridade;
  • Atingir mais pessoas;
  • Entregar informações exclusivas, dentre outros.


No entanto, nem sempre todas essas atribuições acontecem ao mesmo tempo. Na verdade, conteúdos profundos dificilmente viralizam e vice-versa.


É preciso compreender que para cada objetivo será necessário adotar uma trajetória diferente. Se a sua empresa é completamente desconhecida no mercado, um conteúdo viral é fundamental, porém, sem nunca esquecer de materiais que contribuem para a construção do seu <em>branding</em>.


Muitos marqueteiros são totalmente avessos a esse tipo de conteúdo, porém, se esse é o seu objetivo e uma decisão tomada de maneira consciente, com noção dos potenciais riscos, então pode ser seguida.


2. Conheça o seu público-alvo

Os conceitos de público-alvo e persona são fundamentais para estruturar qualquer estratégia de marketing, seja ele digital ou não.


Afinal, com o avanço da internet, as pessoas buscam soluções cada vez mais personalizadas e direcionadas às suas necessidades específicas.


Porém, quando falamos do ponto de vista comunicacional, existem algumas pegadinhas. É preciso compreender que mesmo duas pessoas quase idênticas nessa classificação, continuam sendo diferentes.


Assim, os assuntos polêmicos devem ser evitados, exceto se fizer muito sentido para o seu negócio.


Conhecer o público-alvo tem muito mais a ver com a adequação da linguagem para que o conteúdo seja compreensível pelas pessoas que realmente fazem diferença para a sua marca, os seus possíveis clientes.


3. Crie um cronograma de postagens

O cronograma de postagens pode ser tanto uma ferramenta poderosa quanto uma arma contra sua estratégia.


Com esse esquema você compreende a quantidade de materiais necessários para garantir o engajamento da sua base, assim como o ritmo mais adequado de publicação.


Por outro lado, isso não significa publicar por publicar. É preciso que cada conteúdo possua a qualidade necessária e o profissionalismo que a sua marca pretende transmitir.


O que prejudica qualquer campanha são materiais que não ajudam a audiência a fazer alguma coisa, dando a impressão de que elas passaram horas do seu dia apenas perdendo tempo.


4. Registre um domínio

Com o avanço da internet, as redes sociais tomaram um protagonismo que precisa ser reconhecido no mundo dos negócios. Afinal, com elas os microempreendedores conseguem competir de frente com os grandes players do mercado.


No entanto, é preciso ter em mente que apenas um domínio registrado é um espaço realmente seu na internet.


E se a rede social bloquear o seu perfil? E se o servidor cair por alguns dias? E se a justiça determinar a suspensão do serviço?


Note como empresas que estão 100% nas redes sociais, também estão expostas aos erros e desafios de terceiros.


Com uma página própria e um blog só seu, você tem a liberdade de publicar o que achar mais conveniente para a sua audiência, sem o medo de ser penalizado por algoritmos.


Assim como, sendo o seu espaço exclusivo na internet, você responde apenas por falhas próprias, e não de outras pessoas ou empresas.


5. Defina como avisará sobre as publicações

Para que a sua estratégia de marketing de conteúdo efetivamente gere tráfego, é preciso pensar nela como um dos componentes de algo muito maior, no nosso caso, a construção de uma marca que sobrevive ao tempo.


De nada adianta publicar conteúdos todas as semanas no seu blog e não divulgar em nenhum outro meio, confiando totalmente no poder do SEO.


Saiba que uma página pode levar semanas para ser indexada pelos buscadores, portanto, cabe a você fazer essa divulgação.


Nesse sentido, as redes sociais e o e-mail marketing são as metodologias mais recomendadas e praticadas por profissionais da área.


6. Delimite a sua otimização

Quando falamos em otimização, sempre é possível melhorar um conteúdo ou uma página um pouco mais. No entanto, é preciso tomar cuidado para não se tornar refém da busca por uma perfeição que dificilmente será atingida.


O marketing de conteúdo pode ser utilizado para criar outras estratégias, como o SEO. Utilizando as palavras-chave corretas, a sua página ou blog post pode atingir o primeiro lugar no ranking de resultados dos buscadores.


Este ranking leva em conta uma série de fatores, como:


  • Tempo de carregamento;
  • Formato das imagens;
  • Linkagem;
  • Taxa de conversão, dentre outros.


Se a sua equipe de marketing não é robusta para cobrir todos esses campos, vale a pena investir para otimizar os principais.


Pense na otimização como uma toalha molhada. Sempre é possível extrair mais uma gota, mas ela nunca estará perfeitamente seca se você não deixá-la paradinha tomando um ar sob o sol.


7. Defina os conteúdos que serão produzidos

A lógica é a mesma do ponto anterior. O ideal seria que toda empresa postasse dez stories por dia, duas postagens no Facebook, dois vídeos no YouTube por semana e ainda estivesse disponível no Twitter.


Mas sabemos: Não é assim que funciona!


De nada adianta criar conteúdo de maneira desordenada achando que está dominando em todas as áreas.


Antes de começar, defina quais materiais serão criados, e isso envolve definir o quanto o seu negócio está disposto a investir.


É claro que, vez ou outra, a sua empresa sairá do roteiro. Isso é fundamental para trazer um certo dinamismo que o mundo digital exige, porém, cada vez que fizer isso, saiba que estará abrindo mão do planejamento, portanto, deverá mudar a rota como um todo.


8. Busque especialistas

No final das contas, a produção de conteúdo pode ser terceirizada pela maioria das empresas. Afinal, como você deve ter percebido, é preciso ter em mente as necessidades dos seus clientes e as melhores práticas do setor.


Nós da RedaWeb somos especializados em marketing de conteúdo para empresas que desejam crescer e se posicionar com relevância no mercado.


Buscamos atender as demandas específicas de cada negócio, com base nas necessidades dos seus clientes.


Para compreender como podemos ajudá-lo, acesse a nossa página e entre em contato. Nosso time está esperando para tirar todas as suas dúvidas!

Artigos relacionados.

Ver mais artigos
as-palavras-chave-sao-a-solucao-do-marketing-de-conteudo-descubra-aqui analise-da-concorrencia-ferramentas-que-podem-ajudar -banco-de-imagens-gratuitos-e-pagos-que-voce-precisa-conhecer
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564