Marketing de conteúdo na startup – como funciona?

Ter uma identidade é essencial para qualquer empresa no mercado, especialmente ao utilizar o marketing digital. Ter um posicionamento permite criar uma imagem ao consumidor e marcar espaço diante da concorrência, em um ambiente ilimitado de possibilidades, mas com uma acirrada competição pela atenção. 

Para as startups, o marketing é essencial devido ao fato de estarem iniciando sua trajetória no mercado, em um mundo onde as grandes empresas ocupam os mesmos canais de comunicação. Para o marketing de conteúdo fortalecer seu posicionamento, estar presente no texto e na linguagem, o tratamento com o leitor pode ser relevante para alavancar o negócio. 


As startups e o marketing de conteúdo

As startups são empreendimentos bastante peculiares, compostas por um grupo de pessoas com uma ideia diferente, que pode dar certo e estourar ou se dispersar. Há quem defina uma startup como qualquer empresa pequena que está iniciando, mas o mais comum é identificá-la como um empreendimento de baixo custo e manutenção, que gera lucros rapidamente.

A definição mais plausível é ser uma reunião de pessoas em busca de um modelo de negócios eficiente, criado sob um cenário de incertezas. Rapidamente é testada a sua capacidade de ser repetível, ou seja, fazer um produto em escala ilimitada e com a mesma qualidade, e ser escalável, capaz de projetar seu crescimento sem prejudicar o modelo de negócios. 

É necessário um investimento inicial para que uma startup comece a existir e saia do papel, e outro quando começarem a crescer o número de pedidos e a empresa precisar mostrar sua capacidade de autossustentação. Tudo isso até se tornar escalável e se transformar em uma empresa tradicional no rumo da lucratividade. 

As startups são muito conhecidas como empresas digitais, mas hoje há os mais variados perfis e estão presentes em áreas diversas. Sem dúvida, é muito mais barato montar uma empresa ligada ao ambiente digital do que outras que precisam de loja física e mobiliário para funcionarem. 

Mas, para crescerem de verdade, é preciso que sejam conhecidas pelo seu público-alvo e o método que mais se encaixa com o perfil desse tipo de empresa é o marketing de conteúdo. Considerado a forma mais eficaz de se comunicar com o consumidor atualmente e atrair leads de qualidade, o marketing de conteúdo pode ser até 62% mais econômico do que o tradicional e ainda gerar três vezes mais leads.

Para uma startup, o marketing de conteúdo é a solução mais completa e acessível para seu crescimento, cujo orçamento se ajusta à sua capacidade inicial, gera leads e amplia as conversões. A plenitude do marketing de conteúdo é comprovada pelos resultados que vêm estimulando as empresas a aumentarem o orçamento anualmente. 

Esse aumento de investimentos também significa artilharia pesada na web, com um planejamento de marketing mais estruturado e vigoroso para conquistar o seu público-alvo. Dessa forma, ser preciso e eficaz é fundamental para quem não tem tanto investimento disponível, mas quer obter seu espaço na web. 


Dicas para aproveitar ao máximo o marketing de conteúdo

É muito comum encontrar conteúdos repetitivos e rasos para temas específicos, sendo uma ótima oportunidade de educar o mercado com um produto de qualidade, completo de informações e exclusivo para um blog corporativo. Além disso, é necessário que ele esteja alinhado com a proposta da startup e seus objetivos, assim como os anseios da persona. 

Antes de entender o funcionamento do marketing de conteúdo para startups, é interessante conhecer seus benefícios. O primeiro deles é a geração de demanda antes mesmo da startup ser lançada, dando espaço para causar curiosidade e interesse sobre o produto. O público quer consumir conteúdos e é isso que ele, de fato, procura na web, o que torna o marketing de conteúdo muito mais tangível. 

Após a definição do modelo de negócios, a startup pode educar seu cliente, formando pessoas que sejam capazes de consumir o seu conteúdo por meio de segmentação. O consumidor pode tirar dúvidas e conhecer melhor o seu diferencial, por meio da criação de um relacionamento entre a startup e o cliente. 

O marketing de conteúdo pode ser realizado em blogs corporativos, redes sociais e e-mail marketing. Os blogs corporativos são os mais indicados para desenvolver a reputação da startup, além de ser uma oportunidade de gerar leads. Ele age como a base dos canais de comunicação e onde os outros direcionam os visitantes para colher informações e soluções para suas demandas. 

As redes sociais costumam ser o canal mais utilizado pelas empresas, especialmente o Facebook e sua gigantesca base de clientes. As oportunidades para o marketing de conteúdo são elevadas para as redes sociais, mas, em geral, elas servem de atrativo para levar os visitantes aos blogs. É importante também ir além do Facebook e encontrar outros modelos de redes sociais que podem ser mais adequadas ao seu negócio. 

Já o e-mail marketing é uma evolução da antiga mala direta e é proposto em uma estratégia após a startup estar mais estabilizada no mercado. Com a coleta de e-mails de leads por meio do blog e redes sociais, é possível fazer uma estratégia mais elaborada e segmentada, que requer criatividade para chamar atenção do usuário antes que ele ignore o e-mail. Esse canal ajuda a colher mais dados do contato e levar a conversão. 

Na hora de construir um conteúdo, é preciso ter atenção a detalhes como o tamanho do texto. Para redes sociais, os textos nunca devem ser longos, já que não conseguem prender a atenção do usuário por muito tempo e o dispersam rapidamente da página. Já para blogs é necessário artigos mais consistentes, que facilitam o ranqueamento do Google e oferecem ao usuário uma informação mais plena e profunda sobre o assunto. Textos claros, com português impecável e objetivos são a chave de um conteúdo de qualidade. 

Os vídeos e imagens são bem-vindos para conteúdos e podem ser publicados como adicionais ou únicos, de acordo com sua qualidade. Há boas oportunidades para a criação de vídeos em séries e tutoriais, que reforçam a geração de tráfego orgânico qualificado. 

Mas, de nada adianta a seleção dos canais de comunicação e os tipos de conteúdos a serem publicados se a persona não for definida. É ela quem vai nortear essas e outras decisões importantes, já que é um personagem criado para representar o cliente perfeito, cujo perfil deve ser alcançado. Cases de sucesso são unânimes em apontar os benefícios das estratégias do marketing de conteúdo na elaboração de leads e na transformação de clientes qualificados. 

As startups estão se proliferando no mercado e muitas estão crescendo rapidamente e transformando-se em empresas prósperas e inspiradoras. O segredo dessa expansão, segundo os cases de sucesso, está na utilização plena do marketing de conteúdo. E você, quer investir em marketing de conteúdo? Então não deixe de entrar em contato com a RedaWeb, agência especializada em produção de conteúdo! Acesse nosso site ou ligue para 0800 750 5564 para saber mais!