Marketing de conteúdo para instituições de ensino: conheça quatro dicas simples

Você é dono ou trabalha em uma instituição de ensino, e já ouviu falar de marketing de conteúdo, mas não sabe como aplicar? Nós vamos te dar quatro dicas simples que vão te ajudar a tirar essas dúvidas. Acompanhe! 


1. Conheça o que é o marketing de conteúdo antes de investir nisso

Vamos tentar explicar de maneira simples o que é o marketing de conteúdo e como ele pode ser aplicado na sua instituição de ensino. Mas, antes disso, vale reforçar o que significa esse conceito que é considerado abstrato por muitas pessoas. 

Resultados comprovados: quanto aos resultados comprovados e positivos da aplicação de marketing de conteúdo em empresas de diversos segmentos, não restam dúvidas. Atualmente, é possível testar diferentes linguagens, formatos, medir os resultados e aprimorar cada vez mais a criação de marketing de conteúdo, graças aos avanços das técnicas e o aprimoramento do marketing digital em si.

As empresas estão, aos poucos, entendendo que devem estar onde o público-alvo está: navegando na web. Com a popularização do uso da internet, o modo de consumir das pessoas também passou por uma revolução. Além de atrair o público-alvo que consequentemente vai efetuar compras, o marketing de conteúdo ajuda a fidelizar o cliente, dá visibilidade e torna a empresa que o utiliza especialista no assunto, por meio da divulgação de conteúdos como e-books, postagens nas redes sociais e artigos. 

Quando pensamos em comprar determinado produto ou contratar determinado serviço, queremos ao máximo ter a confiança de que aquilo que estamos comprando é de qualidade e é vendido por quem realmente entende do assunto, não é mesmo?

O marketing de conteúdo, quando bem aplicado, consegue atrair o cliente com os conteúdos relevantes que aborda, sem necessariamente utilizar uma linguagem rebuscada e muito comercial. Ele também é eficaz porque consegue atingir o público de maneira despretensiosa e, justamente, no momento certo. Muitas vezes o público nem sabe que precisa daquilo que está lendo, mas a maneira como o conteúdo chegou até ele vai fazer com que tenha interesse. 

Agora que você já entendeu o que significa marketing de conteúdo, vamos às dicas práticas de como aplicá-lo: 

Depois dessa breve explicação sobre o que é marketing de conteúdo, como utilizá-lo e alguns dos seus benefícios, vamos falar sobre as instituições de ensino, que é o mercado em que você atua. Como diversos outros modelos de negócio, escolas e faculdades têm bastante concorrência. Utilizar métodos de ensino inovadores, ter ótimos professores no corpo docente e uma boa estrutura não são mais a garantia que ter mais alunos matriculados todo o início do ano. Os pais, futuros graduandos ou pós-graduandos, utilizam (e muito!) a internet para pesquisar, se informar e só depois de muita leitura sobre as diversas opções é que fazem a sua escolha. 

O investimento no meio digital faz com que a sua instituição apareça nessas pesquisas. Como já dissemos anteriormente, os resultados da aplicação de marketing de conteúdo são evidentes, desde que sejam feitos da maneira correta. 


2. Defina o perfil do aluno que você quer matriculado na sua instituição

Você precisa, antes de querer que o aluno estude na sua instituição, conhecê-lo. Definir esse perfil é criar uma persona. Persona significa uma representação daquele cliente perfeito para o seu negócio, independente de qual seja ele. A persona é definida por meio de muito estudo e dados sobre suas características, hábitos de comportamentos, idade, seus maiores objetivos, suas dúvidas, etc. Só depois da criação da persona é que o conteúdo vai ficar mais direcionado e, dessa forma, mais efetivo e atrativo. 

De maneira prática, vamos pensar na seguinte situação: você é dono de uma escola que fica no centro da sua cidade. Depois de alguns estudos, você definiu que a sua persona é o filho de pais que trabalham no centro da cidade. Na hora do planejamento e da criação do marketing de conteúdo, você pode abordar temas como os benefícios de ter o filho matriculado numa escola perto de onde os pais trabalham e numa região mais segura. Lembre que, em caso de emergências, é mais prático ter o filho estudando numa escola perto do trabalho dos pais. Vale ressaltar também a facilidade de acesso ao centro da cidade, isso mostra que mesmo que o aluno more longe, chegar até a escola é fácil. 


3. Dê evidência e visibilidade para sua instituição

O marketing de conteúdo deve conter aquilo de diferente e inovador que a sua instituição oferece. Valorize os pontos positivos e pense em conteúdos atrativos. Criar conteúdos acerca do universo da educação, dos cursos que a sua instituição oferece reforçam a qualidade e o engajamento da instituição, mostra ainda que a sua instituição se preocupa com o público leitor, oferecendo conteúdos bem pensados e estratégicos. 

Se a sua instituição de ensino for uma faculdade, elabore conteúdos que são a preocupação para quem está iniciando a graduação, por exemplo. Posts e e-books sobre o mercado de trabalho, as diferentes possibilidades de atuação de determinado curso, assim como mensalidades acessíveis, são chamativos e atraem o público. Esses conceitos também criam autoridade, já que conteúdos relevantes comprovam que a sua instituição é seria, comprometida e expert no assunto.  


4. Planejamento é fundamental 

É necessário planejamento, uma execução muito bem elaborada e mensurar essas interações com o público. Mensurar é importante, pois só depois de perceber o comportamento do seu público é que vai ficar mais fácil saber onde tiveram acertos e onde aconteceram erros. Não tenha medo de pensar, repensar e avaliar toda a estratégia desde o início. É muito melhor refazer algo que não está dando certo do que insistir no erro, não é mesmo? 

Você deve definir também os canais que irá veicular conteúdos e pensar cada um deles de maneira específica. E-books e artigos, por exemplo, podem ser mais extensos e abordar diferentes perspectivas diferentes, o que abre um leque gigantesco de possibilidades. 

As redes sociais são caracterizadas por oferecerem conteúdos mais curtos, mas isso não quer dizer que sejam rasos e superficiais. A escolha de boas imagens, nesses casos, também é importante. Muitos usuários da web passam os olhos pela timeline do Facebook, Twitter ou Instagram de maneira rápida. Por esse motivo, criar chamadas atrativas pode prender a atenção. 

Criar um calendário com as publicações também mantém uma frequência e mostra compromisso com o público, uma dica é estipular dias para cada tipo de postagem. Utilizar uma linguagem de conversa e parecida com a que seu público-alvo utiliza aproxima também e causa engajamento. Posts que divulguem eventos, palestras e outros acontecimentos dentro da sua instituição são importantes porque, além de chamarem o público, essas postagens despertam interesse daquele aluno já matriculado. 

Pense também em diferentes formatos desses conteúdos. Aposte em vídeos curtos, utilize os stories e até o Youtube para isso. Os stories também são interessantes pois oferecem ferramentas de interação rápida como as perguntas e as enquetes. Mas é claro, tudo isso deve ser feito na quantidade certa. Muitos posts ou stories por dia podem ao invés de atrair o público, afastá-lo. Há quem goste, mas muita gente acaba parando de seguir páginas que postam muito. 

Depois de todas essas informações, se você chegou até aqui, é porque entendeu a importância de investir em marketing de conteúdo para a sua instituição de ensino. Se você não pode investir num setor de marketing da sua empresa, não se preocupe. 


A RedaWeb oferece pacotes de criação de diversos conteúdos que vão suprir as suas necessidades e alcançar os objetivos que você almeja, além de fortalecer a sua marca e conquistar o seu público-alvo. A nossa equipe de redatores é especialista em Marketing de Conteúdo e todas as suas técnicas.  

Acesse nosso site www.redaweb.com.br ou ligue para o 0800 750 5564 para conhecer os nossos serviços.