Melhore o desempenho do marketing de conteúdo utilizando big data

O Big Data e o Marketing de Conteúdo são dois conceitos muito em alta no mundo moderno. E, o mais importante, ambos podem trabalhar em conjunto para aumentar o potencial dos resultados dentro da sua empresa. Portanto, entenda como o Big Data pode ser usado para melhorar o marketing de conteúdo do seu negócio.


O que é análise do Big Data?

Você provavelmente já ouviu falar no Big Data. É um termo extremamente popular e algo que as empresas estão procurando muito ativamente. Mas, você sabe exatamente o que significa?

Big Data é um termo que envolve o altíssimo volume de dados produzidos pelos usuários. Alguns deles podem ser voluntários, como as postagens nas redes sociais ou na internet como um todo, enquanto outros nem tanto, como o histórico de pesquisas na rede ou de compras.

Para as empresas, o maior desafio é lidar com um volume de dados tão grande. Mas, ao mesmo tempo, toda essa informação está disponível, pronta para ser usada. As empresas precisam encontrar uma forma de aproveitá-la. 

Portanto, o Analytics é uma forma de facilitar o uso destes dados. É impensável que as empresas precisem analisar esses dados manualmente. Por isso, são implementadas soluções de Inteligência Artificial para tornar estes dados mais legíveis.

O objetivo é aumentar a capacidade das empresas de interpretar os dados produzidos pelos usuários e transformar isso em informação importante. Assim, podem encontrar um norte que permita que as empresas tomem melhores decisões.

Isso já é feito há muito tempo. As decisões das empresas sempre são pautadas no desejo do consumidor. Mas, com a tecnologia, este processo tende a ser mais preciso e rápido.

Algumas das principais fontes de informação são:

  • Pesquisas sobre o consumidor, tanto de satisfação como de comportamento;
  • Postagens nas mídias sociais;
  • Interações com a empresa, através de e-mail ou fanpages;
  • Indicadores micro e macro econômicos;
  • Arquivos de pesquisa e navegação;
  • Relatórios internos;
  • Informações dos celulares.

Soma-se a isso o crescimento da Internet das Coisas e o volume de dados se torna ainda maior. Portanto, é um grande desafio extrair, analisar e tornar “legíveis” todas estas informações.


Big Data e marketing de conteúdo

Isso tudo é muito legal, mas onde entra o marketing de conteúdo? As empresas já são criadoras de conteúdo, por conta desta estratégia de marketing que grande parte emprega. O Big Data tem uma peça fundamental em garantir a sua evolução.

Por exemplo, como surgiu o marketing de conteúdo? Ele é uma resposta ao comportamento do usuário, assim como praticamente qualquer ação de marketing. O Big Data é essencial para este modelo evoluir de forma contínua. Afinal, ele irá trazer novos insights sobre o consumidor e quais são as suas preferências.

Por exemplo, atualmente é sabida a importância do mobile que já é o tipo de device mais usado para navegar na internet. Isso significa que o conteúdo e o site devem estar completamente otimizados para esta demanda do público. Por isso, a união entre estes temas é natural e fundamental.


Como fazer conteúdo baseado em dados?

A união entre dados e conteúdo começa muito antes do processo de escrita. Praticamente toda estratégia de conteúdo é baseada em dados. Este plano parte de um objetivo maior, e os dados trazem a resposta de como o conteúdo ajuda a atingir esta meta.

Então, se o objetivo é aumentar o brand awareness na marca, ou seja, garantir que o maior número de pessoas possíveis conheça a sua empresa, seu conteúdo precisa ser de divulgação. Textos com um escopo bem amplo, que tragam um volume muito grande de usuários, sem se preocupar tanto com a conversão.

Os dados vão ajudar você a otimizar esta comunicação. Seu público usa Facebook? Em que horário ele navega na rede? Ele lê no celular ou no desktop? Quais são as suas principais dúvidas sobre o assunto? O Big Data para marketing de conteúdo ajuda a trazer estas respostas.

A última pergunta é a mais importante. Todo conteúdo bom é feito para alguém, portanto, você precisa construir o conteúdo que o público tem interesse em ler. O Big Data é uma forma de ajudar a responder essa pergunta.

Você pode fazer uma análise de tendências para saber quais são os comportamentos importantes para o público. Por exemplo, a sustentabilidade é um assunto que já deixou de ser tendência e chegou ao mainstream. Com o Big Data, você pode descobrir qual é o próximo assunto do momento e se conectar com o público ainda mais cedo.


O Big Data como ferramenta de análise

Mas, o Big Data não age apenas na produção do conteúdo. Analisando os dados após o mesmo ser publicado, ele pode trazer uma fonte de informações sobre o seu desempenho. Isso também já é sabido atualmente, com as ferramentas de medição que existem no meio digital, mas o big data permite uma análise mais profunda.

Você pode conhecer o percurso dos usuários dentro do blog, por exemplo. Assim, pode saber qual o volume médio de artigos que ele lê, e quais, antes de tomar uma decisão de compra ou de ir embora. Também pode conhecer os CTAs que mais convertem.

A maior graça é que isso permite a realização de testes. Ou seja, você pode testar diversas hipóteses do que irá funcionar melhor, e usar os dados para comprovar se isso dá certo ou não. Afinal, sem os dados sobre o desempenho das ações é impossível testar. Como no meio digital tudo tende a ser mais rápido, é preciso testar de forma constante.


Uma visão do cenário externo

Enquanto é verdade que o Big Data ajuda a melhorar a relação da empresa com o cliente, existe um componente desta equação que ainda não foi mencionado: a concorrência. É claro que também é essencial analisar o que o mercado faz, criando benchmarks, e identificando o que dá certo ou errado para a concorrência.

É um processo importante, pois, enquanto você não irá copiar o que eles fazem, pode aprender valiosas lições dos líderes do mercado de como interagir com o público de forma mais eficaz.

Ou seja, o Big Data ajuda o marketing de conteúdo em todos os processos da sua estratégia. Desde a sua criação até a análise dos resultados obtidos nele. É um tema novo, ambos são na verdade, e as empresas ainda não estão totalmente preparadas para lidar com eles. Mas, é inegável que o potencial de ambos é imenso e quem dominá-los primeiro, sai muito na frente da competição.

Ao combiná-los, as estratégias de marketing de conteúdo da sua empresa podem ser ainda melhores. Então, quer conhecer mais? Acesse o site da RedaWeb e entenda como melhorar a performance da sua estratégia de marketing de conteúdo. Entre em contato pelo telefone no número 0800 750 5564 para contratar um plano de produção!