O mito do SEO básico

O SEO é uma das áreas mais importantes do marketing digital. Por ser extremamente técnico, exige do profissional habilidades bem específicas para a realização de um trabalho de qualidade. Quem está começando a entrar no ambiente web acredita que a partir de boas pesquisas pode aprender o SEO básico. Será que é possível?

Esse é o maior mito do SEO: o de que ele pode ser básico. O que existe são técnicas iniciais, que podem ajudar ações simples e imediatas de marketing. No entanto, em m[edi prazo, será necessária uma expansão das ferramentas para atingir os objetivos. 


A importância do SEO

Para as campanhas de marketing digital, um dos principais objetivos das estratégias é alcançar as primeiras posições em sites de buscas. Parece um desejo primário diante da meta de resultados, mas estar entre as primeiras colocações de sugestão do Google após uma pesquisa é adquirir leads qualificados, com alta disponibilidade de comprar o produto ou serviço.

O Google é o site mais visitado do mundo e atinge a casa dos trilhões de visitantes anualmente. É uma plataforma importantíssima, mas a oportunidade de se destacar é mínima diante da grande quantidade de outros sites similares que também estão ali presentes. Com mais de 2 milhões de textos publicados por dia, o Google criou mecanismos de ranqueamento para dar valor a cada uma dessas páginas, a partir de mais de 300 critérios de seleção. 

São os algoritmos os responsáveis por essas pontuações. Eles identificam o que é relevante como pesquisa. Esses algoritmos estão sempre sendo atualizados e aprimorados, para que sejam ainda mais minuciosos e inteligentes em sua identificação, além de mais seguros contra fraudes. 

Para entender a importância de configurar entre as primeiras posições de forma orgânica, basta fazer uma pesquisa simples no Google, usando uma palavra-chave para receber uma lista sequencial de  páginas oferecidas. A grande maioria dos internautas vai até a décima indicação, em geral já satisfazendo sua curiosidade na primeira posição. 

O tráfego de um mecanismo de busca é segmentado e o Google se empenha para apresentar a melhor experiência para o usuário. Essa pontuação dada pelos algoritmos visa identificar um conteúdo relevante, links fáceis e uma boa reputação do site, que é bastante significativa diante das inúmeras fraudes na internet. 

O trabalho do SEO é otimizar esse mecanismo de busca, através de técnicas que identificam erros, preparam conteúdos relevantes e criam caminhos para que os algoritmos possam pontuar a página positivamente. O resultado de um trabalho de SEO não é imediato e é preciso foco, paciência e tempo para que ele consiga os resultados desejados. 

Embora seja bastante elaborado e com muitas técnicas, não é um trabalho impossível de ser aprendido e pode ser iniciado até mesmo por quem nunca trabalhou com a especialização antes. O uso de técnicas simples para começar pode provocar uma ilusão de que existe um SEO básico. 


Erros comuns no SEO

Quem trabalha com marketing sabe que o resultado de uma conversão de tráfego em site de busca é muito melhor do que o tráfego das mídias sociais. Inclusive, o próprio trabalho de SEO é eficaz para trazer audiência para a página de uma rede social. Mas há quem diga que essa estratégia não é tão bem sucedida assim. 

A visão de quem atua com estratégias específicas de redes sociais não é a mesma do SEO como um todo. Estimular o engajamento de uma publicação, com cliques de visualização, compartilhamentos e comentários é ótimo para que uma página de Facebook possa atrair mais curtidas, mas não pode ser a base de mensuração de conversão de vendas. 

Há erros muito comuns no SEO que confundem muito os iniciantes no marketing digital e até quem já tem alguma experiência. E ajudam a engrossar o fato de que SEO básico é uma grande mentira, que leva a erros e pode até mesmo prejudicar um planejamento. 

Outro caso bastante comum é a garantia ao cliente das primeiras posições em site de busca. Por mais eficiente que sejam as técnicas de SEO, há uma série de fatores avaliados pelo Google que pontuam a página e pode demorar um tempo para torná-la um produto com a qualidade exigida pela plataforma. 

Mesmo que o SEO requisite muitas técnicas para sua realização, se fossem apenas elas suficientes para ranquear um site, o profissional mais adequado seria especializado em TI. É preciso um amplo conhecimento de todo o marketing digital para criar um planejamento eficiente, que atinja os objetivos definidos. Cabe a ele também estabelecer os conteúdos a serem desenvolvidos, que proporcionem referência à página. Sem ele, todas as técnicas não bastam. 

A análise da produção de conteúdos deve ser sempre bem rigorosa e feita de acordo com o interesse do público-alvo. Ele é o motivo que faz um usuário chegar até aquele site, blog ou página, através da pesquisa de palavra-chave no Google. Se ele for uma cópia, com informações erradas e sem profundidade, não será possível chegar a um bom ranqueamento. 

Os conteúdos são fundamentais, mas é preciso também focar nos links. Sua construção deve ser bastante atenta, para que o visitante possa chegar às páginas mais relevantes de forma fácil.  É importante compreender que os links devem motivar para o consumo da página, não necessariamente representando engajamento. 

Quem acredita que o SEO básico seja possível tende a também pensar que uma otimização já é suficiente para otimizar a página. A internet  é um meio dinâmico e o mesmo deve ser para o trabalho de SEO, já que o Google está sempre criando novas ferramentas, aprimorando as já existentes e criando novidades que possam dinamizar as ações.  As meta descrições também são ignoradas pelos iniciantes, já que não são consideradas no ranqueamento, mas são importantes para o SEO, por demonstrarem uma página bem feita e preocupada com os detalhes. 

Há um equivocado conceito de que ter muitos redirecionamentos é positivo para o SEO, enquanto o mais importante é a qualidade deles. A maior parte pode até mesmo atrapalhar no trabalho e até entender como repetição de sites. O melhor é manter uma boa reputação virtual entre sites relevantes, para que eles possam utilizar o seu link. 

A forma de entender a complexidade de um SEO é de que um usuário já começa a comprar o produto ou serviço quando entra no site da empresa.  Mas, para que isso aconteça é preciso que a página seja visível e acessível ao interessado, que proporcione uma boa experiência a ele para que volte outras vezes e finalmente adquira o que é ofertado. Esse funil de vendas é complexo e requer habilidades de um profissional para ser realizada com eficiência. 

O SEO possui muitos mitos que podem tendenciar muitos profissionais de marketing, especialmente os com pouca experiência. Mas, talvez o mais contundente seja o que de existe SEO básico. É possível começar a praticar o SEO até mesmo para iniciantes, mas para obter os resultados esperados é preciso uma maior profundidade, técnica e experiência. 

A RedaWeb é uma agência de marketing especializada em conteúdo! Podemos, juntos, alavancar seu site ou blog e, consequentemente, aumentar suas vendas. Entre em contato pelo site ou ligue para 0800 750 5564 para mais informações! Temos certeza que encontrará o plano ideal para sua marca!