Blog Redator Web - Como se tornar e como contratar um Redator Online

Redator Web - Como se tornar e como contratar um Redator Online

pessoa digitando texto no computador

Com a democratização da internet, o mercado se tornou muito mais competitivo. Dessa forma, empresas precisam pensar em estratégias para se destacar diante da concorrência, e a mais importante delas é fornecer algo de valor ao consumidor.


Apesar de ser conhecido com uma infinidade de nomes, o redator web é o profissional que cria material de alto valor agregado para que empresas conquistem os seus clientes por meio da autoridade e da relevância online.


Esse profissional do marketing pode criar textos para blogs,  copys para vendas, mensagens de e-mail marketing ou até mesmo chamadas para redes sociais capazes de prender a atenção do leitor.


É um mercado super aquecido e que está em alta. Com isso em mente, criamos um conteúdo exclusivo para que você compreenda:


  • Qual é o papel de um redator web;
  • O que esse profissional precisa;
  • Como se destacar em um mercado tão competitivo;
  • Quando vale a pena contratar um;
  • Onde encontrar bons profissionais.


Acompanhe!


O que é preciso para ser um redator?

Em primeiro lugar, é preciso compreender o que significa ser um redator ou redatora e quais serão as suas atribuições. Como tudo no mundo digital, trata-se de uma maneira mais flexível de trabalhar e gerar valor.


A diferença entre redator (a) e copywriter é algo muito mais brasileiro. Para nós, o redator é o profissional que cria textos para a web com foco em evidenciar um produto, seja os seus benefícios ou até mesmo uma antecipação dos problemas enfrentados pela audiência.


O copywriter está mais próximo do final do funil de vendas, fazendo uma ligação direta entre o texto e o produto a ser vendido. Podemos dizer que, um copywriter é um redator focado em vendas, porém, todo redator é um copywriter em certa medida.


Esse é o profissional responsável por criar conteúdos que ajudam o cliente a definir o problema a ser solucionado, dar algumas sugestões, e, por fim, apresentar a marca e uma solução definitiva.


O bom redator web é aquele que compreende o momento certo de apresentar um produto, afinal, tentar vender antes de o cliente estar pronto para comprar, pode ser um tiro no pé para qualquer empresa.


Da mesma maneira, é um profissional que possui um vasto domínio da norma culta da língua portuguesa. Ele sabe variar os estilos e linguagens para atender os públicos mais nichados e segmentados.


Enquanto o copywriter fala apenas o que o cliente quer ouvir, o redator web fala aquilo que a marca precisa para ser reconhecida e se tornar uma referência em determinado assunto.


Entenda como trabalhar como redator online

Para trabalhar na internet é preciso que o profissional tenha um certo nível de empreendedorismo na veia. Afinal, é um mercado altamente competitivo e que exige o máximo de diferenciação para gerar resultados consistentes.


Existem inúmeras formas de entrar nesse mercado e conquistar clientes, que iremos abordar mais adiante, porém, o caminho para todos eles é muito parecido.


Primeiro, uma empresa identifica a necessidade de contratar um redator online para cumprir o seu cronograma de postagens. Esse profissional precisa ter a sensibilidade de ouvir o que a marca precisa contar e como ela deseja que essa história seja escrita.


Para isso, existe o briefing. Esse documento responde questões como o objetivo daqueles conteúdos, o público-alvo a ser atingido e quais pontos da marca ou de determinados produtos devem ser evidenciados.


Por fim, e não menos importante, o orçamento para a produção desse material. Tenha em mente que o redator é um profissional altamente qualificado, que passou anos no mercado de criação de conteúdo, portanto, a sua hora possui valor.


O redator, por sua vez, deve fazer esse dinheiro valer a pena para o cliente, de modo a fidelizá-lo. Isso significa criar um conteúdo que realmente ajuda o leitor a resolver um problema de forma prática, ao mesmo tempo que constrói uma imagem de autoridade em torno da marca que o contratou.


Finalizando a escrita, o material é enviado ao cliente que, antes de postar, verifica se as expectativas foram atendidas. O bom redator é aquele que revisa o material quantas vezes forem necessárias, desde que as críticas façam sentido. Se não fizerem, é preciso mostrar com provas reais e cases de que a escrita da forma em que está, de fato, agrega mais valor.


Tipos de redator web ou redatora web 


É preciso ter em mente que, assim como os clientes possuem os seus nichos de atuação, cada redator ou redatora é especializado em um determinado tipo de conteúdo. É claro que o bom profissional é multifunções, porém, uma área deve ser o seu ponto forte e o seu diferencial competitivo.


O mais disputado atualmente é o redatora ou redator com SEO. Esse tipo de profissional escreve artigos que atendem à demanda dos clientes, solucionam as dores do público, ao mesmo tempo que atende os milhares de critérios dos algoritmos de busca, gerando um ranqueamento orgânico para o site que posta esse material.


Outro nicho que está em alta atualmente são os redatores para e-books. Com a onda crescente de infoprodutos para marcas que comercializam produtos digitais, a criação de ebooks significa uma fonte de renda adicional às empresas, ao mesmo tempo que um material mais completo e aprofundado para os clientes. 


O bom redator, nesse nicho, é capaz de construir uma marca sólida enquanto transmite os valores da empresa por meio de um produto muito bem construído.


Nesse seleto hall dos profissionais mais bem pagos do mundo da escrita, estão os criadores de redes sociais. É preciso ter em mente que a dinâmica das mídias sociais é muito diferente dos blogs e páginas.  A linguagem é mais rápida, os conceitos são mais sucintos, e o público espera uma dose de entretenimento enquanto se educa sobre algum tema.


Porém, é claro, existem redatores web que não costumam estar no mainstream quanto os três anteriores, mas que possuem uma função nobre no mercado editorial. São os redatores de jornais online.


Esses profissionais recebem o desafio de conversar com um público muito mais amplo, traduzindo conceitos complexos e democratizando o acesso ao conhecimento. Porém, ele é considerado um universo à parte.


Nas faculdades de comunicação existe um ditado, você precisa optar por jornalismo ou marketing, uma vez que essas duas coisas jamais devem se misturar. O redator jornalístico é aquele que entrega conceitos e fatos, e não produtos ou benefícios. 


Por fim, mas não menos importante, são os redatores roteiristas. Com a crescente importância dos vídeos em todas as mídias, surgiram os profissionais que escrevem roteiros para vídeos e peças publicitárias. Eles são muito mais especializados e nichados, uma vez que precisam entender sobre os recursos audiovisuais durante a sua produção.


Como ser redator freelancer online?

Para se tornar um redator freelancer online é fundamental investir em qualificação profissional no mercado digital. Hoje em dia as faculdades estão dando os primeiros passos para entrar nessa nova realidade, porém, o mercado é muito mais rápido e precisa de pessoas especializadas para ontem.


Assim, o bom redator é aquele que compreende os seus pontos fracos e se aprimora a cada dia. Ao receber pedidos de revisão, observa atentamente cada detalhe do que foi solicitado, sempre pondo em dúvida tanto a sua própria habilidade, quanto às exigências do cliente. Aqui, impera o bom senso, portanto, a inteligência emocional também é um pré-requisito.


Muitos acreditam que o redator não precisará trabalhar com pessoas, quando na verdade, ele ouve o que as pessoas querem contar para outras pessoas o tempo todo.


Outra questão muito importante para ser analisada é a segurança financeira. Existem empresas que contratam redatores, porém, costumam ser as maiores do mercado com grandes orçamentos.


O freelancer, por essência, compreende a importância de se planejar financeiramente e ter todos os gastos na ponta do lápis, afinal, não tem como criar um conteúdo de alto valor estando preocupado com o dia de amanhã.


Por fim, é preciso criar uma rotina de trabalho e segui-la à risca. Com isso, o redator compreende quantos conteúdos consegue produzir por hora. Um dos maiores riscos de profissionais autônomos é trabalhar demais. Sem ter horas de descanso muito bem definidas, o indivíduo pode pegar desgosto e abandonar a profissão antes mesmo de colher seus excelentes frutos.


Dicas para o redator web iniciante


Como toda profissão, existem muitas dúvidas na cabeça do redator ou redatora web iniciante, mas prometemos que responderemos as mais importantes e mais comuns. Aqui, listamos algumas dicas.


Comece investindo em conhecimento que agrega valor à sua área de atuação. Criar um blog post de 500 palavras é completamente diferente de escrever um e-book com 10 mil. O que você precisa aprender primeiro são as melhores técnicas de escrita e formas de estudo.


Nessa profissão, na maior parte das vezes, o redator web se depara com conteúdos que não domina ou até mesmo que não concorda. Porém, o seu papel é encontrar a história que deve ser contada e dar o seu melhor em cima dela, e não em cima das suas próprias crenças. Porém, é claro, é preciso sempre ter ética e comprometimento, portanto, se não concordar e não puder atuar naquele tema, converse com seu cliente. 


Uma dica fundamental para superar esse desafio que pega todos os escritores, é vivenciar culturas diferentes e tentar compreender como as pessoas pensam. Isso ajuda a entender com profundidade as exigências dos seus clientes e a linguagem exigida pelos clientes deles.


Ainda, é preciso aprender técnicas de SEO. Mesmo que o seu foco não seja esse, essa é a maior busca no mercado digital. Entenda, fazer um artigo que atende os requisitos dos algoritmos ou um que não atende, dá o mesmo trabalho, a diferença está na técnica usada e na forma de pensar e estruturar esse material.


Um ponto crítico, que precisamos frisar, é que as críticas que podem surgir sempre serão em relação ao seu material, e não em relação à sua pessoa. Principalmente no mercado digital, os clientes não têm muitas informações sobre a vida pessoal de quem contrata, portanto, tudo o que buscam é a máxima qualidade, competência e profissionalismo nos serviços prestados.


Para quem está em dúvida de como começar, a RedaWeb é uma plataforma que ajuda quem está iniciando nesse mercado a entender melhor a área e pegar os melhores truques para criar conteúdos de alto poder de conversão. Acesse a nossa página!


Se tornando um redator web freelancer em 4 passos

Em primeiro lugar, invista em capacitação para o mercado digital. Para ser um bom redator web, não basta saber escrever bem. É preciso saber transitar entre os espaços e compreender a história que precisa ser contada e como transmiti-la.


A área de estudo mais importante, sem dúvidas, é o inbound marketing, mas não se restrinja a isso. Ele é fundamental para que você compreenda termos que são primordiais, como CTA, Persona e Leads


O segundo passo é praticar a escrita persuasiva. Ninguém irá entregar conteúdos de bandeja para que você pratique. Essa é uma atividade que somente você pode realizar se deseja conquistar resultados relevantes e consistentes.


A prática da escrita é primordial para que você compreenda os seus desafios em relação à língua, ao mesmo tempo que desenvolve um processo criativo próprio para gerar conteúdos únicos. 


Um exercício que recomendamos é escolher um título da sua área de maior afinidade e produzir o máximo de materiais sem repetir conceitos e sem ficar maçante ou vazio de significado. Isso te ajuda a entender até mesmo quando não é possível aceitar um novo cliente.


Esses conteúdos podem até se tornar o seu portfólio se atingirem a qualidade que você deseja.


A terceira dica é  divulgar o seu trabalho. Antes mesmo de procurar clientes, é fundamental expor as suas qualidades como redator ao mercado. Por exemplo, otimizando as suas redes sociais se você quer ser um redator para essas mídias. Afinal, se você não consegue criar uma imagem forte para si mesmo, dificilmente uma marca investirá o seu limitado orçamento.


Para concluir, o quarto passo é se inscrever em plataformas que reúnem redatores freelancer. Apesar de as redes sociais serem uma ferramenta incrível, é melhor procurar clientes onde eles estão procurando pelos seus serviços.


Habilidades que um redator precisa ter

A habilidade mais importante que um redator precisa ter é ser multitarefas. Conforme mencionamos acima, são poucos os passos necessários para ser um bom profissional, mas o mercado digital exige padrões acima da média.


Não basta saber escrever, é preciso saber identificar um público-alvo, compreender como essas pessoas consomem os conteúdos, qual é a linguagem usual para esse nicho, dentre outros pontos.


Ainda, não espere que o seu cliente apareça com as palavras-chave que devem ser usadas. Alguns podem até estar mais avançados nesse quesito, porém, a maioria espera que o redator crie uma história para a marca, com as devidas características exigidas pela web.


Outra habilidade fundamental, negligenciada por grande parte dos profissionais, é saber fazer pesquisa. Convenhamos, o problema da internet não é o excesso de informação, isso é ótimo, o desafio real, é a falta de filtros por quem escreve.


Se o seu cliente pede que você crie um material defendendo uma ideia da qual não concorda, ou que não há respaldo científico, existem outras maneiras de validá-la que não recorrer a mentiras. Toda história pode ser contada de vários ângulos, e o bom redator ou redatora é aquele que encontra a melhor versão e dá respaldo a ela.


Antes que nos esqueçamos, a criatividade é a maior habilidade que um redator precisa ter. A rede já está cheia de materiais duplicados, plagiados, desatualizados e sem sentido. Ao se tornar um profissional dessa área, assine um compromisso de melhorar essa desordem para se destacar. Use conteúdos já produzidos para se inspirar, mas não para fazer cópias ou plágio.


É vantajoso contratar um redator web?


Todas as empresas que estão inseridas em um contexto digital compreendem a necessidade de ter os profissionais mais especializados na área. Porém, muitas ainda criam conteúdos de maneira amadora e não compreendem as razões para não conseguirem se destacar em meio a tanto conteúdo.


Se a sua empresa é de grande porte, que exige um equipe publicitária completa para peças na televisão, rádio, outdoors, redes sociais e sites, então, contratar um redator fixo pode ser uma vantagem competitiva, afinal, se uma única pessoa cria esses materiais, existe maior sensação de unidade nas publicações.


Porém, para a maioria das empresas, contratar um redator web freelancer é a melhor alternativa. Mesmo que tome tempo produzir um conteúdo, esse profissional, se contratado em regime de CLT, terá horas ociosas na qual ele não consegue encontrar uma vaga mais atrativa, e que a sua empresa precisa pagar.


Aqui na RedaWeb nós contamos com uma equipe que cria o briefing de cada projeto, direcionando para os redatores mais qualificados em cada área. Assim, a sua empresa tem o compromisso de qualidade e coerência em cada peça produzida.


Redator e o mercado de trabalho

O mercado digital é o novo alvo do clichê mercado saturado, afinal, temos uma visão baseada na economia real, em que muitos profissionais acabam reduzindo os preços de uma determinada área.


Porém, é preciso ter em mente que o mundo digital possui outra lógica. Apesar do crescimento que a pandemia de coronavírus proporcionou, milhares de empresas ainda não se digitalizaram e estão começando a entender a necessidade de fazer essa transição.


Da mesma forma, quanto mais empresas surgem online, mais exigente o mercado se torna, e mais nichados os redatores precisam ser. Atualmente, o copywriter, o redator de blogs e o criador de conteúdo para redes sociais são muito confundidos, porém, no futuro, podem ser coisas completamente diferentes entre si.


O mercado da redação para a web ainda não está consolidado. Um profissional de qualidade certamente se destacar muito mais facilmente em um mercado em crescimento, quando comparado a um que já estagnou.


Redator 5 passos para ter sucesso em 2022

Como toda profissão, não existe uma fórmula mágica para se tornar um sucesso. Porém, com a nossa experiência de mercado, conversando com centenas de redatores diariamente, podemos perceber alguns padrões que se repetem entre os profissionais mais requisitados.


O primeiro passo é nunca parar de estudar. Quando falamos isso, não estamos repetindo o que dissemos anteriormente, mas deixando claro que a atualização e a reciclagem são fundamentais para profissionais de qualquer nicho. Além disso, praticar a escrita também é fundamental para não se estagnar.


Um redator ou redatora é um profissional de alto capital cultural, isso significa conhecer várias fontes, ler vários autores, e ter acesso a diferentes visões de mundo para oferecer os melhores conteúdos aos clientes dos seus clientes.


Outro passo imprescindível, é criar um portfólio de alto valor. Muitos profissionais ignoram esse conjunto de obras, porém, ela é a sua carteira de identidade no mercado. O mesmo vale para ilustradores, fotógrafos e até mesmo confeiteiros. O redator deve ter textos dos nichos mais quentes da rede, além de outros materiais para área de menor volume, mas que podem gerar excelentes oportunidades de negócio.


Nessa mesma linha, estar em uma plataforma de criadores de conteúdo é uma maneira de otimizar o processo de prospecção de clientes, porém, tendo em mente que eles são clientes da plataforma, e não da sua pessoa física.


Para quem está começando, certamente, é a melhor alternativa. Afinal, você pode focar naquilo que sabe fazer de melhor, escrever conteúdo de alto impacto. A busca por negócios fica à cargo da plataforma.


Ainda, não esqueça de aprender com os erros. Nós sabemos como é difícil ouvir uma palavra negativa de um cliente importante. Porém, ele está preocupado com a qualidade e com a imagem da marca que pode ser transmitida de maneira equivocada por meio de um conteúdo.


Aprender com erros significa ler o feedback com atenção, mesmo que esse seja positivo, e reler o próprio conteúdo encontrando os pontos que foram evidenciados pelo contratante. Assim, você aprende o que sabe fazer de melhor, e o que precisa ser otimizado.


Por fim, aprenda a contar histórias. Mesmo que o texto seja para uma venda pura, é fundamental conhecer os princípios do storytelling para criar narrativas envolventes. Os leitores esquecem facilmente dos benefícios do produto, mas se você mostrar como eles irão se sentir com aquele item, certamente ficarão com a marca na mente.


Aqui na RedaWeb nós reunimos um time de redatores especializados no mercado editorial, e que fizeram uma migração para uma carreira digital e mais flexível.


Acesse a nossa página para conferir os planos que oferecemos, e entre em contato pelo 0800 750 5564 para mais informações.


Artigos relacionados.

Ver mais artigos
entenda-as-diferencas-entre-blog-e-site como-adicionar-um-site-no-google-analytics-descubra-aqui passo-a-passo-para-criar-o-blog-da-sua-empresa
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564