Blog Saiba como o LinkedIn pode te ajudar a conquistar mais clientes

Saiba como o LinkedIn pode te ajudar a conquistar mais clientes

Saiba como o LinkedIn pode te ajudar a conquistar mais clientes

Em 2021 o LinkedIn atingiu a marca de 54 milhões de usuários no Brasil. Esse número representa mais do que um quarto de toda a população do país. Dessa forma, é preciso compreender a rede social como uma oportunidade de gerar negócios significativos.

Diferente de outras mídias, como Twitter, Instagram e Facebook, o LinkedIn foi criado especificamente para atender as demandas do mercado, funcionando praticamente como um histórico e um currículo online de cada pessoa que possui um perfil na plataforma.

Com isso, é evidente se tratar de um meio para conquistar mais clientes e promover vendas, assim como maior reconhecimento de marca pelo mercado.

Venha conferir como tirar o máximo proveito. Boa leitura!

O que é e para que serve o LinkedIn?

Essa rede social é diferente das outras que possuem um número maior de usuários no mundo. Afinal, ela é focada no mundo dos negócios. Grande parte dos perfis são de empresas ou de profissionais que buscam se posicionar de alguma maneira no mercado.

Dessa forma, todo o seu ecossistema é desenhado para atender essas demandas específicas, possuindo um campo que concentra todo o currículo de uma pessoa ou histórico de uma empresa.

Como a própria empresa define, cada um dos perfis que envia uma solicitação para entrar na sua rede se torna uma conexão, e não um amigo ou seguidor necessariamente.

E ponto. O que o consumidor moderno busca é justamente criar uma conexão honesta e direta com as empresas que fornecem os produtos que ele consome.

No entanto, existe outro tipo de cliente que precisamos definir e que, nesse contexto, é tão importante quanto a pessoa física. É o cliente business-to-business, no qual empresas compram de outras empresas.

Como começar no LinkedIn?

O primeiro passo para entrar nessa rede social é criar um cadastro. Nela, ainda mais importante do que nas concorrentes, é preencher todas as informações de maneira correta e atualizada.

Isso significa ter uma foto, uma headline, além do detalhamento de todas as experiências no mercado e transformações pelas quais a marca passou.

Pense que no Instagram você precisa que o cliente dê dois toques na tela, no Facebook, escolha uma das reações. Agora, no linkedin, estamos falando do elogio mais sincero e mais custoso para ser conquistado: O dinheiro.

O seu objetivo é gerar resultados de maneira direta. Portanto, é fundamental garantir que está entregando ao usuário todas as informações sobre o seu negócio que são necessárias para que ele tome uma decisão consciente.

Isso também significa fazer uma curadoria na sua rede, mantendo as conexões que efetivamente geram algum valor para a sua marca. Caso contrário, o seu nome pode ser associado ao de outro negócio mesmo que de maneira inconsciente.

O LinkedIn divide essa rede de conexões em três grupos:

  • De 1º grau, que estão diretamente associadas ao seu perfil;
  • De 2º grau, que estão conectadas com alguém do nível anterior, mas não com você;
  • De 3º grau, que estão ligadas a um contato de 2º grau.

Quanto maior for a sua rede de conexões, e mais estratégicas forem as suas decisões, mais assertiva será a sua comunicação.

Interaja com as suas conexões

O LinkedIn possui um layout e funcionalidades diferentes de outras redes sociais. Dessa forma, o engajamento também se dá de maneira diversa. Conforme afirma o marqueteiro Neil Patel, essa taxa chega a ser cerca de 78% maior quando o conteúdo publicado é escrito pelo próprio perfil em relação a um material meramente compartilhado.

Isso significa que o seu perfil não deve estar parado esperando. Ele deve ser movimentado na mesma regularidade que outras redes, observando as demandas que o nicho de público do LinkedIn exige.

Por exemplo, no Instagram é fundamental postar mais do que um story todos os dias, porém, esse número pode ser excessivo no LinkedIn. Tudo depende do seu público-alvo e da mensagem que deseja transmitir.

Foque em conteúdo de qualidade

Os conteúdos postados em blogs e páginas de negócios só são acessados por pessoas que desempenham a ação de acessá-los diretamente.

Ou seja, elas digitam um termo no buscador, clicam na sua página e consomem o conteúdo.

Nas redes sociais, a lógica é diferente. O material chega até ela. Portanto, deve ser cativante do começo ao fim.

Os títulos devem prender a atenção do leitor e, em poucas palavras, informar tudo o que será discutido. Além de ter um tamanho menor, considerando que a maior parte dos acessos é via celular.

Um conteúdo de qualidade é aquele capaz de gerar valor ao cliente, entregar um conceito completo e, quem sabe, converter o leitor. Se você precisa de mais tempo para isso, é interessante deixar um link para a sua página.

Invista no LinkedIn Premium

Diferente de outras redes, você não consegue conversar com quem não faz parte da sua rede de contatos. Assim, o LinkedIn Premium é um investimento que pode fazer sentido para a sua marca.

Com ele você possui acesso ao recurso mais interessante, que é InMail. Por meio dele é possível enviar mensagens para qualquer pessoa de modo que ela receba como se fosse alguém com quem já possui conexão.

Isso aumenta as suas chances de entrar em contato com prospects que possuem algum nível de demanda relacionada aos problemas que a sua empresa resolve.

A função InMail, de fato, está disponível de modo gratuito, porém restrita a contatos de 2º grau. Avalie a necessidade do seu negócio antes de tomar uma decisão.

Aborde os leads de modo ativo

Saiba que no LinkedIn os usuários já estão esperando receber algum tipo de comunicado do mundo empresarial.

Portanto, é um dever da sua empresa desenvolver um discurso de venda que converse diretamente com essas pessoas. Mas e como identificar se um usuário tem algum interesse no seu contato?

Pode ser aquele que sempre curte as suas postagens, ou até mesmo que está fora da sua rede mas publica conteúdos que dão a entender que possuem uma demanda que você atende.

Tome como exemplo a própria RedaWeb.

Imagine que nos deparamos com dois perfis. Um deles é totalmente focado no marketing tradicional de panfletagem e outdoors. O outro é disruptivo e foca na comunicação digital. Qual desses dois deveria ser o nosso foco?

É evidente que o segundo possui maiores chances de ser convertido caso os nossos produtos atendam às suas demandas.

Compreenda que, como as pessoas estão publicando conteúdos de negócios, fica mais fácil entender o que elas precisam.

Nós podemos ajudá-lo com o conteúdo da sua rede, de modo a gerar materiais exclusivos que engajam a sua base e convertem leads em clientes de modo estratégico.

Entre em contato pelo 0800 750 5564 para conhecer nossos planos exclusivos e tirar todas as suas dúvidas!

Artigos relacionados.

Ver mais artigos
dicas-para-identificar-a-melhor-plataforma-para-e-commerce design-thinking-entenda-como-funciona dicas-incriveis-para-o-planejamento-de-gastos-no-marketing
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564