Blog Redes Sociais: conheça as mais usadas no Brasil e no mundo

Redes Sociais: conheça as mais usadas no Brasil e no mundo

Aplicativos de mídia Social

A ideia por trás das redes sociais não é nada nova. Na verdade, desde que nós, humanos, existimos, procuramos maneiras de nos conectar com quem está a nossa volta. No entanto, com o surgimento da internet, essa conexão assumiu um sentido completamente diferente. 


Se anteriormente costumávamos conversar pessoalmente, marcar um encontro ou reunião com antecedência, ou (como fazíamos há décadas) enviarmos cartas para quem está em outra cidade, estado e país, hoje bastam alguns cliques em uma tela...e pronto! 


Você utiliza essas plataformas para se entreter, fazer negócios ou simplesmente falar com seus amigos? Quer saber mais sobre o assunto? Então, fique conosco e descubra neste artigo especial quais as Redes Sociais mais usadas no Brasil e no mundo.  


 

O que são Redes Sociais? 


De forma bastante direta, podemos dizer que as Redes sociais são comunidades que reúnem pessoas com interesses em comum, com o objetivo de compartilharem conteúdos e trocarem informações entre si. 


Vale lembrar que uma das premissas destas plataformas é que não é necessário conhecer quem está do outro lado da tela para interagir. Ou seja, basta uma simples mensagem e você estará conectado com pessoas de lugares e realidades diferentes da sua.  


Em qualquer uma das Redes Sociais mais usadas atualmente, o usuário precisa apenas criar um perfil, definir sua senha e colocar informações sobre si (em certos casos, isso nem é obrigatório). Em segundos, ele estará apto para postar fotos, vídeos, pensamentos e até mesmo procurar por uma vaga de emprego.  


 

Para que servem as Redes Socias?


Bem, como vimos acima, as Redes Sociais são usadas, principalmente, para conectar pessoas, independentemente da localização das mesmas. Entretanto, com o surgimento de uma quantidade enorme dessas plataformas, seus objetivos foram se diversificando. 


Logo, é possível encontrar redes que servem para aproximar indivíduos, como parentes e amigos, compartilhando com eles fotos, vídeos e acontecimentos do dia a dia. Também existem as voltadas para a troca de mensagens de maneira rápida, não podemos nos esquecer.  


Há ainda as criadas para oferecer, unicamente, entretenimento. Nelas, o usuário pode assistir conteúdos de terceiros, visualizar imagens e colocar sua opinião sobre ambas (caso queira).  


Claro que o mundo dos negócios não ficaria de fora quando o assunto é interatividade e tecnologia. Muitas das Redes Sociais mais usadas do mundo visam estabelecer uma ligação sólida entre marca e consumidor, atraindo novos clientes e servindo como campo de pesquisa para o desenvolvimento de produtos e serviços.  


Ou seja, há um pouco de tudo nessa grande comunidade chamada “internet”.  


 

História das Redes Sociais


Embora muitas pessoas acreditem que as Redes Sociais se deram início apenas em meados da década de 90, existe uma criação pouco conhecida que pode ser considerada a precursora de tais plataformas online. Seu nome? Sistema PLATO (traduzindo, Lógica Programada para Operações de Ensino Automáticas). 


O PLATO surgiu em 1973 na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Seu objetivo principal era ajudar os alunos a conversar e compartilhar notas e imagens (gráficos, etc.) entre si. Aliás, muitos dos conceitos fundamentais das Redes Sociais modernas já estavam presentes nesta invenção, como: 


  • Fóruns;
  • Painéis de mensagens;
  • Testes online;
  • Salas de bate-papo;
  • Compartilhamento de tela.

Infelizmente, o PLATO não se popularizou, principalmente porque seus criadores tinham em mente, após os testes iniciais, cobrar pelo uso da ferramenta, o que fez com que ela desaparecesse gradativamente.  


Sendo assim, podemos afirmar que a primeira Rede Social consolidada foi a SixDegrees (do inglês, seis graus), criada em 1997. Seu conceito (e nome) baseava-se na ideia antiga de que “todas as pessoas no mundo estão conectadas a qualquer outro ser humano por até seis graus de separação”. 


Inspirações à parte, o SixDegrees foi o primeiro site que permitiu que seus usuários criassem um perfil, ou seja, uma identidade online. Sediada em Nova York, a empresa responsável pela rede, fundada por Andrew Weinreich, chegou a manter cerca de 100 funcionários, contando com mais de 3,5 milhões de membros ativos.  


Mas, como boa parte do que há na internet, a falta de inovação atingiu em cheio a SixDegrees, que fechou um ano depois de ser vendida para outra companhia, já em meados de 2000.  


Após esse início tortuoso, a internet contou com o surgimento de algumas das Redes Sociais mais usadas no mundo todo até hoje. Sua linha do tempo pode ser descrita mais ou menos da seguinte maneira: 


  • 1997: surge o AOL (América Online), com foco na troca de mensagens instantâneas; 
  • 1999: é criado o Yahoo!, também com o objetivo de permitir a troca de mensagens. Seu maior concorrente também surge nesse período, o famoso MSN, da Microsoft;
  • 2003: Reid Hoffman, junto com um grupo de amigos, trazem a ideia de uma rede social voltada para o mundo dos negócios, ou seja, o LinkedIn;
  • 2004: dá-se início a uma das maiores redes de todos os tempos, o Facebook. Também é nesse ano que surge o Orkut, amplamente utilizado, na época, em países como Índia e Brasil; 
  • 2005: é lançado o Reddit, com foco em agregar notícias e gerar debates; 
  • 2006: ano da fundação do Twitter;
  • 2010: neste ano, há o lançamento de duas grandes plataformas, o Instagram e o Pinterest; 
  • 2011: o mundo passa a conhecer o famoso Snapchat e a Twitch, uma plataforma de transmissão ao vivo de jogos online; 
  • 2017: a maior febre dos próximos anos aparece pela primeira vez. Seu nome? TikTok.


Diferença entre Redes Sociais e mídias sociais


Acredite, por mais que os termos “redes sociais” e “mídias sociais” sejam frequentemente associados, eles não são intercambiáveis, ou seja, não devem ser tidos como iguais.  


No entanto, fique tranquilo. Entender a diferença entre eles pode ser mais fácil do que você imagina! 


De forma simples, as Redes Sociais são qualquer tipo de estrutura social existente entre duas ou mais pessoas. Ela não precisa, necessariamente, ser virtual. Seu grupo de amigos ou seus colegas de trabalho, aliás, são considerados uma espécie de rede social, você sabia? 


Por outro lado, as mídias sociais são ferramentas e programas gerenciados pelo computador, que permitem que as pessoas compartilhem suas ideias em imagem, vídeo ou texto, tudo através de uma rede. Alguns bons exemplos de mídia social são o LinkedIn, o Pinterest, o Facebook e o Twitter.  


Resumidamente, as Redes Sociais são as interações entre as pessoas e as mídias sociais são as estruturas online voltadas para isso.  



Vantagens e desvantagens das Redes Sociais 


As Redes Sociais são amplamente usadas em todo o globo por um motivo principal: elas conectam pessoas. E nada melhor do que trocarmos ideias e experiências com quem está tão distante, mas de forma rápida e certeira.  


No entanto, como boa parte das coisas usadas no nosso dia a dia, elas apresentam seus lados positivos e negativos. Vamos conhecer alguns deles? 


Vantagens do uso das Redes Sociais


Na lista dos principais motivos para utilizar as Redes Sociais estão: 


  • Elas permitem a aproximação entre pessoas e culturas;
  • Você pode fazer amizades e contatos com gostos parecidos com os seus;
  • Elas ajudam a atualizar seus amigos e familiares sobre o que anda acontecendo na sua vida, sem a necessidade de um encontro presencial ou uma ligação para cada pessoa; 
  • As Redes Sociais aproximam pessoas famosas de indivíduos comuns, humanizando essa relação, o que pode ser excelente, inclusive, para um gerenciamento de imagem;
  • É possível promover produtos, negócios e empresas como um todo de modo muito abrangente;
  • As Redes Sociais também são capazes de transmitirem informações e notícias em tempo real, promovendo debates entre os usuários;
  • Procurando um emprego? Isso também é alcançável com a utilização das Redes Sociais. Inclusive, é possível entrar em contato diretamente com o perfil das empresas, o que torna o processo de contratação muito mais simples e humano;

Principais desvantagens de utilizar Redes Sociais


Por outro lado, nem tudo é perfeito na internet. Logo, as Redes Sociais também apresentam algumas desvantagens, como: 


  • Perde-se a privacidade quando há muitas informações pessoais expostas nas redes sociais, o que pode ser um perigo principalmente para jovens e adolescentes;
  • A exposição também abre portas para o cibercrime, ou seja, a captação de informações para serem utilizadas de forma indevida, gerando prejuízos para os usuários;
  • Se não forem bem administradas, as redes sociais podem se tornar um vício, privando a pessoa, inclusive, do convívio social;
  • Nem toda a opinião é bem aceita nas redes sociais e devemos saber lidar com isso. Por vezes, ideias divergentes ou mal colocadas podem acabar em problemas sérios e, até mesmo, processos judiciais;
  • As redes sociais podem modificar sua visão sobre si mesmo, fazendo com que você dependa da atenção de outros indivíduos para que se sinta bem e aceito;
  • Se você produz conteúdo, independentemente do tipo, descobrirá que, nas redes sociais, tudo se copia, mas nem tudo se atribui. Logo, é muito fácil ter seu trabalho replicado sem os devidos créditos;
  • No caso das empresas e marcas, uma simples resposta “atravessada” ou mal calculada para um consumidor, pode ser o suficiente para acabar com uma reputação de anos.”


 

Saiba qual é a rede social do momento


Antes de mais nada é preciso ter em mente que número de usuários não significa, necessariamente, que uma rede social está em alta ou fazendo um sucesso estrondoso naquele momento. 


Um bom exemplo disso é o Facebook. Segundo pesquisa realizada pela Statusbrew, uma das maiores ferramentas globais para gerenciamento de mídias sociais, em dezembro de 2021 (e intitulada “100 Social Media Statistics You Must Know In 2022”), a plataforma permanece com o maior número de usuários ativos, mas não é a que mais cresce.  


Mas, quem tomou esse posto da rede gerenciada por Mark Zuckerberg? O TikTok. Lançado em 2016 com o nome de Douyin (na Ásia) e Musical.ly (no Ocidente), esse aplicativo de compartilhamento de vídeos curtos não fez o sucesso esperado instantaneamente. 


Entretanto, com a venda da marca no ano seguinte de seu surgimento, o TikTok foi traduzido para mais de 75 idiomas, conquistando o mercado global, principalmente os Estados Unidos, Indonésia e Brasil.  


No final de setembro de 2021, a plataforma atingiu seu ápice: a incrível marca de mais de 1 bilhão de usuários ativos mensais. O que isso significa? Que 15% de todas as pessoas que utilizam a internet mundo afora possuem um perfil na rede.  


Com um público predominantemente jovem, o TikTok se tornou o lugar perfeito para que marcas criativas e com um conceito mais urbano anunciassem seus produtos para uma nova geração de consumidores.  


 

Confira as redes sociais mais usadas no Brasil 


Com culturas diferentes, os usuários de cada país tendem a migrar para diferentes redes, com base em expectativas, gostos e necessidades. Então, que tal conhecermos as redes sociais mais usadas no Brasil atualmente? 


Ficou interessado? É só acompanhar nosso ranking a seguir, baseado no relatório realizado pela We Are Social no segundo semestre de 2021: 


  • Facebook: com um total de 130 milhões de usuários;
  • YouTube: atualmente, a plataforma de vídeos possui 127 milhões de perfis registrados no país;
  • WhatsApp: sim, os aplicativos de troca de mensagens também fazem parte da lista, com o WhatsApp na frente, com cerca de 120 milhões de contas;
  • Instagram: compartilhar fotos e vídeos está entre as atividades preferidas de seus 110 milhões de usuários mensais;
  • Facebook Messenger:  a famosa plataforma de troca de mensagens do Facebook pode ser usada de forma separada, contando com 77 milhões de usuários “solo” no Brasil;
  • LinkedIn:amosa por ser a primeira plataforma voltada para o mundo dos negócios, o LinkedIn já conquistou mais de 51 milhões de pessoas;
  • Pinterest: armazene, salve e organize fotos em um só lugar. Mais de 46 milhões de brasileiros amam ter essa experiência;
  • Twitter: conhecida como uma rede de compartilhamento rápido de ideias, o Twitter já possui 17 milhões de perfis ativos por aqui;
  • TikTok: com um crescimento exponencial e conhecida como a rede dos jovens e criativos, o TikTok conta, atualmente, com 16 milhões de brasileiros;
  • Snapchat: 8,8 milhões é o número de perfis atuais desta plataforma que também foca no compartilhamento rápido de vídeos e imagens.

 

Quais as redes sociais mais usadas no mundo?


Com base no estudo anterior, realizado pela Statusbrew no final de 2021, as redes sociais mais usadas no mundo são: 


  • Facebook: com mais de 2,8 bilhões de usuários ativos;
  • YouTube: com um total de 2,2 bilhões de usuários; 
  • WhatsApp: apresentando mais de 2 bilhões de pessoas ativas;
  • Instagram: 1,3 bilhões é o número de perfis nesta rede social;
  • Facebook Messenger: atualmente, com 1,3 bilhões de usuários;
  • WeChat (Weixin): rede social chinesa de troca de mensagens, com 1,2 bilhões de perfis;
  • TikTok: fechando nosso grupo de “bilionários”, com 1 bilhão de contas;
  • Douyin: pertencente ao mesmo grupo do TikTok, mas em sua versão asiática, com 600 milhões de perfis;
  • QQ: semelhante ao WhatsApp para os brasileiros, o famoso aplicativo de troca de mensagens chinês está presente nos smartphones de computadores de mais de 591 milhões de pessoas;
  • Sina Weibo: outra rede social chinesa com enorme apelo e mais de 566 milhões de usuários ativos.


Ainda ficam de fora da lista grandes nomes, como o Telegram, SnapChat, Pinterest, Twitter, Reddit e Quora, visto que o mercado chinês é altamente competitivo quando o assunto são redes sociais.  


Novas redes sociais que você precisa estar de olho 


Não importa se o seu objetivo é investir profissionalmente nas redes sociais ou simplesmente “matar tempo”. Existem diversas plataformas surgindo por todos os cantos e, algumas delas, devem ficar no seu radar. Acompanhe nossas sugestões! 


TikTok 


Sim, nós já falamos sobre ele anteriormente. Mas, vale lembrar que o TikTok não para de crescer, apresentando uma marca impressionante de cerca de oito novos usuários por segundo, segundo o Relatório de Visão Global 2022 da Hootsuite. 


Discord


O Discord foi lançado em 2015, mas foi apenas nos últimos tempos que a plataforma iniciou sua expansão em níveis gigantescos. Voltado para a comunidade de jogos online, é possível encontrar usuários do mundo inteiro e conversa, por áudio, com os mesmos.  


Twitch


Também voltada para a comunidade de jogadores, a Twitch alcançou, no final do último ano, a histórica marca de mais de 7 milhões de usuários compartilhando seus jogos ao vivo, de forma simultânea.  


Com espaço para que empresas e marcas abram seus próprios canais, essa plataforma se mostra uma das melhores escolhas para atingir um nicho muito específico de clientes.  


Polywork


A Polywork ainda não possui tradução para o português, mas ao que tudo indica, isso é apenas uma questão de tempo. Criada para competir com o LinkedIn e lançada em abril de 2021, a plataforma de mídia social com foco na área profissional permite criar perfis, selecionar um feed pessoal e entrar em contato com outros usuários para conseguir colaboradores para novos projetos. 


Diferentemente do LinkedIn, a Polywork não permite que os usuários coloquem títulos diferentes em seus perfis, deixando apenas que eles descrevam sua especialidade atual ou função.  


Voltada para as novas gerações, essa rede ainda dá a possibilidade de destacar mais de uma função no corpo do perfil, bem como descrever trabalhos paralelos, projetos secundários, paixões pessoais entre outras coisas.  


Claro, tudo isso ainda permanece em fase de teste, afinal, a Polywork ainda é uma rede social relativamente nova e que pode levar um certo tempo até se consolidar, como as gigantes atuais do setor. Está aí um desafio: bater de frente com os mais de 722 milhões de membros do LinkedIn.  


Fique de olho nos próximos passos desta plataforma! 


 

Dados interessantes sobre as redes sociais 


Não importa se você é um usuário ativo das redes sociais ou se as acessa apenas quando necessário, há informações muito interessantes sobre o tema que você precisa conhecer: 


  • Mais da metade de toda a população mundial utiliza uma ou mais redes sociais diariamente (inclusive, nesse exato minuto);
  • Segundo a Personalization, gigante do marketing americana, 74% dos usuários do Facebook acessam suas contas ao menos uma vez ao dia;
  • 95 milhões de fotos são postadas todos os dias no Instagram;
  • Cerca de dois terços da população global possuem acesso a dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Isso significa um total de 5,29 bilhões de usuários de redes sociais provenientes, unicamente, dos mesmos;
  • No último ano, o número de usuários ativos de redes sociais aumentou em mais de 400 milhões, segundo dados da Statusbrew;
  • Mais de 1 bilhão de horas de conteúdo são visualizadas no YouTube a cada 24 horas;
  • O tempo médio que uma pessoa permanece ativa em suas redes sociais diariamente é de duas horas e 27 minutos;
  • O Dia dos Namorados é a data de maior fluxo de conteúdo no Pinterest. Isso porque, há milhões de pessoas procurando por ideias de presentes, cartões e homenagens para a ocasião;
  • Aproximadamente 500 milhões de usuários visitam o Twitter por dia sem realizarem login, seja por preferência ou, simplesmente, por não terem conta na plataforma;
  • Seis em cada dez pessoas, no mundo todo, possuem perfil em pelo menos uma rede social;
  • Acredite se quiser, mas a imagem mais curtida da história do Instagram é, simplesmente, um ovo, com mais de 54,2 milhões de interações; 
  • Uma boa notícia para as empresas? Mais de 45% dos usuários pesquisam por produtos diretamente nas redes sociais.

Conclusão


Desde seu surgimento, lá nos anos de 1990, as redes sociais não pararam mais de crescer. Com uma infinidade de temas e atualizações frequentes, essas plataformas são capazes de entreter e informar de um jeito único, que realmente retem os usuários.  


O que podemos aprender com isso tudo? Que cada cultura possui suas próprias peculiaridades, com aplicativos que chamam mais ou menos a atenção. Além disso, precisamos entender que há mídias novas surgindo diariamente e que as mesmas precisam ser acompanhadas de perto.  


Afinal, perder negócios ou não acompanhar o fluxo de informações não é uma opção.  


Assim, esteja você lidando com um pequeno, médio ou grande negócio, trabalhando na área de marketing digital ou simplesmente procurando por novas experiências online, entender a dinâmica e a constante mudança da internet pode fazer toda a diferença! 


Para não perder mais tempo, acesse agora mesmo o site da RedaWeb ou entre em contato conosco através do 0800 750 5564. Em ambos os canais de atendimento você pode assinar planos exclusivos de produção de conteúdo e alavancar seu negócio de vez!


Artigos relacionados.

Ver mais artigos
-vantagens-de-uma-conta-no-twitter-para-sua-empresa tudo-o-que-voce-precisa-saber-para-criar-anuncios-no-twitter como-aplicar-o-metodo-s-no-marketing-digital
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564