Veja quais são as opções de marketing no Facebook

A área de Marketing é complexa, e é preciso estar bastante atento às novidades para se destacar sobre a concorrência. A rede social mais popular do mundo está sempre apresentando novas ferramentas para incrementar os anúncios e proporcionar amplas oportunidades para os mais diversos perfis de especialização e orçamento. 

As múltiplas conexões do Facebook são ampliadas por laços familiares, profissionais, amorosos, pessoais e pelas afinidades de interesses. Diante de tantas possibilidades, a rede social é um mar de oportunidade de negócios, na qual é possível utilizar estratégias de Marketing com custo zero ou valores com ótimo custo-benefício, especialmente para micro e pequenas empresas


O Poder do Marketing no Facebook

Com mais de um bilhão e meio de contas ativas ao redor do mundo, o Facebook provocou uma revolução na web desde seu surgimento. Líder absoluto entre as redes sociais, mesmo com o surgimento e sucesso de outras plataformas como o WhatsApp e Twitter, ele vem buscando renovações para manter sua posição no mercado. 

O Brasil só perde para os Estados Unidos e a Índia em contas ativas, se mantendo com o terceiro lugar por seus mais de 100 milhões de usuários. Desses, 90% acessam pelo menos uma vez por mês e em uma conta simples, de dez brasileiros conectados na web, oito possuem um perfil na rede. 

Esses dados básicos já são bastante sedutores para os negócios, e o Facebook está atento a eles, criando espaços e mecanismos que sejam perfeitos para investimentos. Ele ainda é o campo mais amplo para o uso do Marketing Digital, com a segmentação necessária para estratégias com melhores resultados. 

De acordo com recente perfil de usuários brasileiros, o Facebook é majoritariamente composto por pessoas entre 18 e 24 anos. Dentre os gêneros, as mulheres encabeçam com pequena margem, e mais da metade dos usuários usa a rede diariamente. Já as empresas, encontraram na rede, o espaço digital mais popular e necessário para encabeçar suas estratégias de Marketing. 

O número de usuários e o tempo que permanecem no Facebook são essenciais para quem deseja ser visto. E as empresas aprenderam, na última década, que estar na rede é sinônimo de visibilidade no mercado, com o benefício de se comunicar diretamente com seu público-alvo. A maior parte tem histórias de sucesso com a conquista de novos clientes e a valorização da marca para seus clientes. 

Além da visibilidade e da conquista de novos clientes, as empresas buscam criar uma interação com o seu público, se manter no mesmo ambiente que sua concorrência e ampliar o tráfego em seus blogs e sites. Mas não basta apenas criar uma página e acreditar que tudo acontecerá naturalmente, é preciso uma equipe suficiente e qualificada para saber o que fazer e como mensurar os resultados. 


Como Usar o Marketing no Facebook

O Facebook já demonstrou que é um canal de geração de resultados positivos, mas é imprescindível que exista uma estratégia de Marketing. Mais do que ter consciência do que é melhor para ser postado, é preciso conhecer bem todas as etapas, como podem ser utilizadas apropriadamente e as ferramentas adicionais que a rede oferece. 

Sem a orientação devida, a empresa pode acreditar que apenas ter um perfil na rede já é suficiente para emplacar seu negócio. Mas é na página do Facebook que é possível utilizar todas as ferramentas oferecidas pela rede social, para os mais diversos tipos e tamanhos de empreendimentos. Com elas, não há limites para curtidas e pode-se ter uma ampla análise de dados para melhor direcionar os anúncios e postagens. A página indica as horas com melhores respostas, os tipos de conteúdos com maior repercussão.

Antes da criação da página, o profissional de Marketing avalia a persona a quem a marca se destina, identifica as melhores ações para serem desenvolvidas e os recursos disponíveis da rede para atingir seus objetivos em publicações e anúncios. Em seguida, gerencia as ações designadas e mensura os resultados passo a passo para manter sempre o controle. 

Para os iniciantes ou quem ainda tem dúvidas sobre as possibilidades de Marketing no Facebook, listamos os caminhos mais adequados para usar a rede apropriadamente: 

  • Defina seu público-alvo: é preciso saber quem são as pessoas que podem comprar seu produto ou serviço, para que as mensagens sejam direcionadas para elas. Dentre os dados a serem identificados, estão o gênero, idade, localidade, hobbies, gostos pessoais, nível cultural, estado civil, se tem filhos ou não, entre outros. 
  • Personalizar as abas: elas ficam abaixo da foto que identifica a empresa, e devem ser personalizadas com informações que unifiquem a proposta da marca. Pode incluir fotos, vídeos e outros mecanismos, que sejam impactantes e atraentes.
  • CTAs: os Call-To-Actions (CTA) são mensagens curtas e objetivas postas de forma fixa na capa e que podem incluir compras, doações, link para baixar o aplicativo, chat etc. Eles são definidos de acordo com o planejamento do Marketing. 
  • Tipo de comunicação: após encontrar com quem se comunicar, o próximo passo é identificar a melhor forma de se relacionar com eles. Mais do que um mero canal de vendas diretas, o Facebook oferece mecanismos para qualificar esse contato, através de um trabalho contínuo e focado. O compartilhamento de publicações interessantes e personalizadas são uma das opções mais eficazes para atrair a interatividade. 
  • Comunicação rápida e eficiente: de nada adianta ter aberto canais de comunicação, se não há resposta em tempo hábil e com a informação que o usuário deseja. O potencial cliente precisa receber um feedback positivo da empresa, rápido e que o deixe satisfeito.
  • Ouça o cliente: o Facebook não é só um campo para elogios e simpatias, o cliente também o utiliza para criticar e sugerir. Saber ouvi-lo em suas indagações é excelente para aprimorar as estratégias e trazê-lo mais próximo à marca.
  • Mantenha publicações frequentes: a página precisa de vida, através de constantes publicações de qualidade e direcionadas para seu leitor. O conteúdo deve ser informativo e capaz de entreter o público-alvo, mas com cuidado para não exagerar nas publicações que podem causar o efeito oposto ao desejado.
  • Conversão: é o principal objetivo de quem possui uma página no Facebook e pode se materializar como cadastros, compras, feedbacks, entre outros, de acordo com o interesse da marca. Mas além das conversões, é preciso pensar também na sua continuidade e preencher as lacunas que surgem depois da conversão. 
  • Facebook Ads: é a ferramenta que melhor segmenta as publicações online. Seu valor foi ampliado após a limitação de alcance orgânico do Facebook, a plataforma de anúncios apresenta maior assertividade nas campanhas. Ela atua levando os anúncios diretamente às pessoas adequadas, selecionadas após uma série de direcionamentos dados pelo Marketing. Ele leva os anúncios para aqueles com perfil que curtiram a página ou sua publicação, fizeram uma busca, comentaram ou seguiram, demonstrando algum interesse à marca. 


Quer aprofundar ainda mais seus conhecimentos sobre o Facebook? Então, entre em contato com a RedaWeb, através do site www.redaweb.com.br ou pelo telefone 0800 750 5564.